Soluções e considerações para uma relação 1x [1x1;1x8;1x9;1x10;1x11]

Do grupo no Telegram:

"
La mejor oferta que hemos conseguido hasta el momento es a través de Mandarina Cycles:
Si llegamos a 30, el 9-44 sale a 215€ y el 9-46 sale a 280€.
Si llegamos a 60, el 9-44 sale a 200€ y el 9-46 sale a 260€.
"
 
@nunokas so nos alpes se usam mais os 3 maiores carretos? e posso estar a ver mal mas tem mais a ver com pendentes que propriamente com tamanho das montanhas. Facilmente te mostro um montinho de 100 metros em que ai metias todas metias, ai nao que nao metias. Nao usar os 3 maiores carretos muito, ou é um btt muito plano ou anda pra cassete em excesso isso sim. Mas pronto deixemos lá o offtopic.
 
Eu vivo na zona dos Alpes, e uso 1x. Não é tanto uma questão de usar os 3 carretos maiores, isso usam-se em todo o lado. É mais a quantidade de tempo que lá se passa :D
De tão óbvio que é pensei que nem seria preciso referir.

Jocas22, eu sei disso tudo, também tenho pendentes agressivas aqui.
Esta cassete permite jogar com um prato mais pequeno sem perderes muito nos extremos devido ao 9t. Ora tu com um prato 30/32t permite-te andares mais tempo nos carretos de aço. É claro que em certas subidas "modafócas" recorres também aos três últimos de alu mas, a não ser em longas pendentes de alta montanha, não os usas tanto ao ponto de os "queimares" em três tempos. O mito dos cogs em alu que se desfaziam é devido aos blocos da kcnc e outras que maquinavam em alu tipo manteiga as cassetes para bikes de exposição. Claro que derretiam em menos de nada :cool:

cumps
 
ok eu so perguntei senao ia ser um problema o aluminio até porque já se tinha discutido a fragilidade do carreto maior nas cassetes sram mais caras aqui ha pouco tempo neste forum.
A discussao de nao usar muito os 3 carretos maiores foi uma discussao palela. Eu uso bastante, a Arrabida e o meu tipo de BTT nao permitem outra coisa.
 

edununo

Well-Known Member
Depois também há o facto de que quanto maior o carreto menos desgaste terá. A distribuição de forças é diferente. Carretos de 9 ou 10 em alumínio iriam em menos de um fósforo.
 
E nas cassetes E13 (9-44 e 9-46) a secção de carretos em alumínio pode ser comprada em separado. Para as 10-42 SRAM também a possibilidade de trocar o 42 em alumínio por um carreto aftermarket, não é preciso deitar a cassete fora se for só o 42 que esteja demasiado desgastado.

Há sempre soluções para esse "problema" do alumínio :)
 
Para não estar a criar outro tópico...

Uso 1x10 e ontem empenei o meu desviador traseiro. Ficou inutilizado.
Alguém sabe se o material shimano de 11v, funciona com o material shimano de 10v? I.e. poderei usar um desviador traseiro de 11 com o meu shifter e cassete de 10 ? Como tenho de comprar outro desviador e tenho, avançava já para um de 11. Além de ficar já com desviador para 11v, posso tirar vantagem da maior capacidade destes em termos de dentes suportáveis (42, no meu caso) sem andar a esforçar o desviador de 10.
 

klaser

Well-Known Member
Na teoria pura e dura não podes porque o rácio é diferente entre Shimano 10 e 11v... Porém está diferença de rácio é pequena , e de certeza vais encontrar na NET relatos e vídeos a mostrar gente com isso a funcionar.. Também o conceito de "funcionar" varia de pessoa pra pessoa , pra alguns será simplesmente entrar as velocidades ,para outras será entrar e rolar sem barulhos nenhums,tudo milimetricamente afinado...Se fosse eu não misturava este material...
 
Ah ok, na altura das 10v é que dava para usar um shifter Sram com desviador Shimano(vi em alguns vídeos no youtube, não sei se funcionava muito bem ou não..), e agora eu pensava que era a mesma coisa e que não dava para usar Shimano com shimano.
 
FDS :eek: :eek:

O carreto mais leve dessa cassete é bem maior que a talega da minha bicicleta :fpalm:

Pelo menos penso que será bem mais barata do que a cassete Sram eagle, só nisso já compensa, mas ainda falta saber se é de 11 ou 12v.