Banshee Viento 08

#1
Olá a todos,

comprei este quadro para substituir o meu Inbred 456 que adorava. É uma rigida Endureira, admite suspensões de 100 a 160, segundo o ditado "No meio é que está a virtude" a suspensão que lhe encaixa melhor é uma de 130mm.
É um complemento à FS, para saídas mais longas, para voltinhas em cidade, e para Inverno tambem é boa, mais fácil de limpar e menos manutençao.




Analisei muitas opções, SC Chameleon, Cove Stifee, Pace RC305, Marin rocky ridge, mas ao olhar para as escoras traseiras da Viento e depois de ler aquilo que a marca afirma que elas fazem foi esta a minha escolha.







Procurava uma geometria igual ou muito parecida à do Inbred 456, ou seja 69,5 º de angulo de direcção e 73º de angulo do tubo vertical (seat angle) e um tubo superior longo.
Ora a Viento com uma suspensão de 130mm tem 68º e 70º respectivamente e um tubo superior 4cm mais comprido.
Achei que angulos 1º mais relaxados não iam prejudicar em nada, pelo contrário, se bem que se o o angulo de tubo vertical fosse de 72º seria ainda melhor!
Claro que uma bicicleta com esta geometria não vai ser uma trepa paredes, se bem que a simples alteração da caixa de direcção para uma zero-stack e o guiador por um low rise iriam melhorar muito o comportamento em subida.
Mas o que se perde a subir ganha-se a descer e vice-versa, e a descer, meus amigos é impressionante! A confiança e o gozo que transmite são enormes, não deixa de ser uma rigida e não nos podemos atirar para cima das pedras grandes e regos profundos como se nada fosse, ou corremos o risco de ficar com a roda de trás “ovalizada”.
Mas no fundo é essa a razão de ser de uma bicicleta deste tipo, obriga a “levantar o cu” do selim e escolher trajectórias, contornar obstaculos e esse tipo de coisas.
Alem disso, as escoras traseiras ao serem tão reforçadas não têm flexão absolutamente nenhuma o que premite pedalar de pé e sentir uma rigidez brutal, algo que uns anos de FS já me tinham feito esquecer.
As escoras superiores ao serem ligeiramente curvadas conseguem eliminar a maior parte das pequenas irregularidades, mas só essas mesmo.
Em terrenos sinuosos tipo singletrack sem grandes pedras mas com uns saltinhos pelo meio então é brutal, a facilidade com que se levanta a frente, se muda de direcção e a naturalidade com que se “deita” nas curvas é uma sensação que ainda não tinha experenciado em nenhuma FS.
O peso do quadro é 1950gr, e o peso final da bicicleta é de 12kg, com pneus Scwalbe Albert 2.25 com camaras Maxxis.
Entretanto montei o kit Tubeless da DT Swiss nas rodas e mudei os pneus para Maxxis High Roller 2.1 na frente e Larssen 2.0 atrás, basicamente foi uma “cagada” porque o HR 2.1 é mais fino que o Larssen 2.0 e o peso só baixou 250/300gr estando agora com 11,750kg, mas estes pneus retiraram conforto e “castraram” o comportamento da bicicleta, agora não sinto tanta confiança para abusar dela.
Em breve volto a montar pneus de medidas maiores.

Após os downgrades:




Os componentes são velhos conhecidos de todos, e são os meus preferidos, é a montagem que faço em todas as minha bicicletas.




Umas palavras apenas para a Pike que é uma suspensão verdadeiramente fantástica, rigida, sensivel e ao ser Dual Air premite uma afinação incrivel, evitando o “brake dive” ao mesmo tempo que absorve a mais pequena irregularidade do terreno.
Alem disso os botões parecem ser bastante bem feitos, robustos e no sitio certo, não como os da Fox que quando queremos bloquea-la acabamos por alterar a afinação da compressão e rebound.
Vejamos a longo prazo a fiabilidade do Mission Control que parece ter alguns problemas de fiabilidade na Pike.
As fotos são poucas e uma “bosta” mas há 2300 km de distância entre nós, de maneira que só lhe posso por o cu em cima uma vez por mês, mas eu penso nela todos os dias e sei que ela pensa em mim tambem.
Se este tópico suscitar algum interesse, o que eu duvido, prometo tirar mais e melhores fotos.

Obrigado por lerem, um abraço a todos













Lista de componentes

Quadro: Banshee Viento Team 08 M (17,5”)
Suspensão: Rock Shox Pike 426 Dual Air
Rodas: Hope Hoops com aro DT Swiss 4.2d
Quick Releases: Hope 09
Travões: Avid Elixir R 180/160mm
Pedaleira: Shimano XT 08
Cassette: Shimano XT 11-32
Desv. Frt: Shimano XT 07 Top Pull
Corrente: KMC 9 SL
Desv. Trás: Sram X9
Shifters: Sram X9
Guiador: Easton EA70 25,4
Avanço: Thomson 70mm 25,4
Espigão: Thomson 27,2 350mm
Selim: SDG Bel Air Ti 09
Aperto espigão: Hope QR
Caixa direcção: Chris King
Cabos e espirais: Shimano XTR
Punhos: Ritchey WCS
Pneus: Maxxis High Roller 2.1 Exception (Frt)
Maxxis Larssen 2.0 (Tr)
Pedais: Crank Brothers Candy SL
 
#2
Muito louca mesmo.
Só uma coisa: no inicio falaste em 130mm... baixaste a Pike, ou decidiste-te por 140?


PS. também eu sei o que é ter uma Pike... é de facto genial
 
#3
Obrigado,

a Pike é de 140mm, uma Revelation pré 2008 aquelas de 130mm talvez fosse o ideal, mas não têm eixo de 20mm... e eu já não sou capaz de montar uma suspensão sem eixo de 20mm
 

DriveMe

Well-Known Member
#4
Montagem brutal. :wink:

Identifico-me com ela. HT resistente, suspensão longo curso, pronta para tudo.
Tenho algo semelhante, mas ainda precisa de perder bastante peso. Tb tenho uma Pike, versão Race de 2005, e, sim, é uma suspensão fantástica.

Mais uma vez, parabéns pela montagem.
 
#6
Infelizmente acho que não é algo que se veja muito por cá. Mas em fóruns estrangeiros encontram muitas, algumas delas mesmo brutais.

Já agora Marky, o que achas desses travões? Arranjam-se a um preço muito porreiro. Não é que eu esteja para trocar, mas nunca se sabe :mrgreen:
 
#7
Eu sou um fã dos travões Avid, já tive uns Juicy 7 e gostei bastante, estes seguem a mesma linha, ligeiramente mais leves, extremamente potentes mas com um tacto muito brusco, tipo on/off o que não é para todos os gostos.
Os juicy 7 tive-os durante 2 anos e fizeram 4000km com as pastilhas de origem :shock:
Espero que os Elixir tenham a mesma longevidade.
 
#8
Marky27 desde ja parabens..tens ai uma bike maravilhosamente maravilhosa....Linda...versatil ...um espanto...E um dos quadros  que mais adoro...lindo e com uma qualidade :shock: :shock: :shock:
PARABENS MESMO..
.
agora vou te chatear com mas perguntas... :lol: :mrgreen: :lol:
quanto é que custou esse belo quadro?
e a montagem por quanto te ficou?

esse quadro com a suspensao que tens como se comporta nas suidas? levanta a frente?



CUMPS.: MAXIX:.
 
#9
Fogo Maxix... Obrigado :oops:

Custou 400 Libras
comprei na Freeborn que é o importador da Banshee para o Reino Unido, aqui chama-se Mythic mas o meu quadro diz Banshee como podes ver.
Sinceramente não sei o valor final da montagem porque comprei tudo peça por peça mas anda à volta dos 2000 €
Em subidas mesmo muito muito empinadas sim a frente levanta, com um "seat angle" de 70º não se esperam milagres, não é?
Nada que uma Fox Talas 32 de 150-130-100 com eixo de 20mm não resolvesse, se existisse :mrgreen:
Seja como fôr na maior parte das subidas que eu faço não tenho problemas.
 
#10
hehe Finalmente apresentaste a bicha. Parabéns. Ao vivo é uma coisa espantosa. E está bem leve. Mas descreveste muitíssimo bem o que é andar numa coisa destas comparando com uma FS.

Eu quando digo que desço com mais confiança na On One, o pessoal não acredita :lol:


Abraço,


p.s. Pesei a minha "rígida endureira" no outro dia e está perto dos 12.8
 

Nozes

Active Member
#11
Espectacular bike,marky27! :clap:
É sempre bom ver material fora da "manada",e de qualidade então,melhor...grande montagem,com componentes "no-nonsense",fora os pneus...HighRoller 2.1 é uma sucata,não sei como caíste nessa :roll: Uns ADvantage talvez fossem a melhor opção,mas mesmo assim acho que 2.1 é muito "à justa" para essa bike,perdes conforto e controlo por um ganho marginal de peso e capacidade roladora...
Quanto à Pike,é bem capaz de estar no Top 3 das melhores suspensões de sempre da Rock Shox,é no mínimo impressionante o que aquilo aguenta e o que se pode fazer com ela...um míudo da minha equipa fez uma temporada de DH numa Duncon Akita com uma Pike 454 e ninguém acreditava se não visse...nem um único problema!
Parabéns pela bike!
 
#12
Brave,

é verdade, "só nós dois é que sabemos..." :musica:
É incrivel o bem e depressa que se pode descer com um brinquedo deste tipo.
Se a minha é bonita então o que dizer da tua :drool:
Para quem gosta deste tipo de bicicletas aconselho a clicar na assinatura do Brave e ver as fotos da On One dele... Em duas palavras im-pressionante!

Nozes,

eu já tinha feito o mea-culpa e assumido que a troca de pneus foi na realidade um downgrade.
Mas já emendei a mão e tenho aqui por casa um High Roller 2.35 Supertacky para montar.
É tempo para medidas drásticas :lol:
 
#13
Espectáculo, se fizesse uma Trail Bike, seria desse Género... :shock: Falta mesmo a tal Fox que falas... :lol:
Podias ter dado uma olhadela no quadro da Ns...Tem bom aspecto mas como é novo ainda não ouvi falar dele...enfim! 8)
 
#14
E dei, o NS Society, tb gosto bastante mas esse pesa 2400gr e como já tinha tido o Inbred 456 em aço, agora foi a vez do aluminio.
O próximo talvez seja em Titanio :assobio:
 
#15
Boas.

Ai esta o rigida endureira que falas-te :wink: Estou espantado com esse quadro, gostei imenso dele. PARABENS pela escolha marky27. Tenho esse modelo da Rock Shox em vista :twisted:, depois das rodas novas :lol:
Tens 2 grandes AVIOES :shock:

Boas descidas
 
#16
Ora aí está um estilo de bike (infelizmente) pouco visto em Portugal... Essa ficou com um resultado excelente! Há anos que ando a adiar um projecto semelhante por falta de orçamento. Inicialmente era a panca pela Santacruz Chameleon, depois a Banshee Scirocco, seguida da DMR Trailstar, Banshee Viento, On-One Inbred e ainda há bem pouco tempo andei a invejar o Orange P7, mas já são águas passadas. :mrgreen:

No fundo é uma boa solução para quem gosta de rolar e de se divertir, quer numa boa volta de XC ou Enduro, quer em qualquer pista de dual slalom ou dirt.

O peso também é muito bom! Inferior ao da maioria das FS de 100 mm, o que é de invejar, pois estes são quadros e suspensões na casa dos 2 kg cada.

Continua com a análise que estás a ir bem. :yeah:
 
#17
Obrigado Amukinado,

mas esta bike pode ser vista por Portugal, eu é que não :cry: só uma vez por mês ou de 2 em 2 meses...

Uma Inbred 456 montada com peças "fundo de armário" ou em 2ª mão, não precisa de um orçamento muito grande, e garanto-vos é um MAQUINÃO!
 
#18
marky27 said:
Uma Inbred 456 montada com peças "fundo de armário" ou em 2ª mão, não precisa de um orçamento muito grande, e garanto-vos é um MAQUINÃO!
Isso seria BBB, eu é que não tenho esse armário! :mrgreen: Mas é algo que me anda a tentar há mesmo muito tempo. Só que tenho sempre outras prioridades... :roll:
 
#19
Ola Marky, falaste em criar um tópico acerca das rígidas endureiras, podia-se juntar a isso umas voltas "monostyle"

Grande bike a tua Banshee mas eu cá preferia a inbrermelhinha :mrgreen: (cada coisa no seu lugar, eu sei..)
 
#20
Eu sei que preferias :wink: mas para te ser sincero a côr foi a única coisa de que não gostei na Inbred 456, aquele vermelho nunca me cativou.
A côr da tua já é mais bonita mas ainda assim, na minha opinião a côr mais bonita foi o "baby blue" de há 3 ou 4 anos atrás.
No entanto a 456 de Ti está nos meus planos, não é sei é quando... :lol:
Quando acabares os upgrades à tua, apresenta-a á sociedade.

Abraço