KTM Scarp Elite 29

#1
KTM Scarp Elite 29 virou BMC FS01 29

Boas a todos,

Depois de alguns meses de ponderação em que existia varias concorrente e depois de despachar a bike antiga, uma Cube AMS 110 SL roda 26 transformada para 27,5, bike com 11kg que me ensinou e mostrou realmente o que era fazer BTT, entrei num representante KTM e apesar de indeciso entre a 27,5 e a 29 optei pela 29.
Outras escolhas ficaram postas de parte ou porque era mais do mesmo (Cube AMS 100 em 29) ou porque não havia em stock (Canyon Lux) ou porque o desconto e o tecto maximo de preço tinha sigo ultrapassado ( BMC FourStroke 02)
Foi adquirida em Dezembro de 2013, saindo da loja já com algumas alterações nomeadamente tudo o que era SLX passou a XT, ou seja trocou-se:

- Pedaleiro
- Shifters
- Travoes
- Desviador da Frente







Entretanto vieram uns upgrades para tornar a bike mais confortavel e mais leve. Sempre que mudo qq coisa tento tirar peso sem ser um obcecado pelo peso, pois se assim fosse não tinha ido buscar uma bike que de catálogo tem 12,90kg.

- Avanco KCNC Light 70 mm (95grs)
- Guiador Ricthey WCS em Carbono com 680 mm ( 175 grs)

Com esta alteração consegui emagrecer a bike em 250grs.

Nesta ultima semana através de um site de anuncios consegui uma roda Mavic SLR mas infelizmente só a da frente. Ando agora de SLR a frente e a DT swiss atras.


Feelings / sensações / ideias
Foram 2 meses e 750km's para me habituar à roda do camião. Apesar de vir de uma 27,5 senti algumas diferenças para a roda 29. Diferença especialmente e pode parecer parvo na maneira com pedalamos e abordamos o percuso. Enquanto na 27,5 a pedalada era toda muita mais em força, com os carretos mais pesados a serem utilizados nesta tem que se usar mais a cadência do que a força, pois se perdemos a força a roda grande com mais atrito "morre" mais depressa e a bike não é explosiva como a outra. Isto no rolar e subir. A descer....é apontar a roda que a suspenção e o amortecedor fazem o resto.
Em relação ao "camião", sinceramente nunca pensei que uma 29 fosse tão ágil. Ando muito em monsanto e o unico que tenho ter cuidado nas zonas mais tecnicas é a largura do guiador. De resto faz tudo como a 26 adaptada a 27,5. E atenção o meu Kit de unhas é limitado.
Outro exemplo deste Domingo que tive na Maratona dos BV de Pombal onde andamos na Serra do Sicó foi fazer algumas zonas tecnicas cheias de pedras e pensar para o fecho eclair (nao tinha botões :D ) ...”ah isto é assim que curva...ok siga”
O que me falta
Para além de pernas em muitas subidas e juizo em todas as descidas, o que acho que devia ter era o comando do CTD para o amortecedor. Por vezes no final de uma subida onde levo o amort trancado, esqueco-me de o abrir e sinto que vou numa hardtail.
De resto é sempre a abrir.
Aqui já no final de uma prova bem acompanhada pela bike de um grande amigo.



Espero que gostem e opinem à vontade.
 
Last edited:
#2
Boas. Antes de mais, parabéns pela bike;).
Tb fico contente por cada vez mais ver users aqui do forum a partilhar as experiências KTMistas:D, e como tb tenho uma Scarp,pergunto-te, a tua tranca por completo o amortecedor traseiro?
A questão agilidade e facilidade com que se sobre é fantástica, apesar de os pratos ovais combinarem na perfeição com a geometria da suspensão e o sistma PDS desempenhar a sua missão em pleno, poiis mesmo qdo "bamboleia" não se sente perda de energia na pedalada.
Deixo aqui, http://www.forumbtt.net/search.php?searchid=5441635 para dares uma olhadela a aguns pormenores da minha, onde alterei, espigão selim Prototypes, aperto espigão (q n se vê ainda nessas fotos, MT Zoom 5 grms), Pratos rotor, alguns parafusos, alu e Ti, rodas ZT Crest (peso total 2905 grs) , com cubos superstar (colones dos noavatec), discos A2Z. Se não fosse pela indisponibilidade da cor laranja, teria ido para os Ashima, onde teria tirado, cerca de 90 g :fpalm:.
Pelas minhas contas, com base em dados de pesos fornecidos em publicações na net, o fato de ter montado os pratos Rotor nas pedaleiras XT, retirou 6 g em relação ao conjunto completo da Rotor e poupei um bom punhado de Euros:D.
Próximos passos, talvez guiador igual ao teu, apesar de ter medo do carbono nessa peça, espigão ainda não decidi e selim, a ver se mando mais umas graminhas ao ar.
Colega Scarpista, vamos falando;).
Abraço.
 
#5
Tenho o sag ajustado a 10% não quero colocar mais carga, considero que está bom. Ainda n vi a designação do meu amortecedor, pois foi-me dito que haverá alguns modelos que poderão não bloquear na totalidade:( consoante a marca e a parceria com a FOX e relação com o modelo da bicleta. Atendendo que o modelo da Bike é o mesmo, deverá mesmo ser falha no produto.
 
#7
Boas,

Antes de mais parabéns pela "mota", está porreira. Há dias num encontro entre amigos, apareceu um camarada numa "igual" (o que esta tem vermelho, a outra tem verde florescente). Não pedalei nela, mas pareceu-me bem. O camarada em questão, é um sr na casa dos 40s (perto dos 50).... está super satisfeito com o comportamento da máquina.

Continuação de boas voltas. ;)
 
#8
Boas
Imagino o camiao que isso é, ha ha ha se eu quando mudei para a minha 29 rigida fiquei maravilhado que aquilo era mesmo um verdadeiro camiao, ou seja eramesmo o que eu precisava.
O quadro tem uma geometria bonita e as cores parece que se enquadram mesmo bem nessa geometria, ou seja Gosto.
So acho uma coisa, se antes achava as Mavic SLR um sonho que concretizei na 26 para a 29 já as achava banais e disse logo que nao seriam essas que iria montar, com isto o que quero dizer é que nunca montaria nessa bike essas rodas.
 
#9
Obrigado pela foto. Hoje fui à loja com a minha e ficou lá a referência, amanhã comparo esse com o meu.
Esta tarde foi mais uma volta na minha,hoje foi mais um teste sobre piso "lavrado" seco, cheguei a casa com vontade de voltar a sair:D.
Grandes máquinas.
Engraçado, eu tb andei enamorado pelas Canyon Lux, bem leves.
 
#10
Boas
Imagino o camiao que isso é, ha ha ha se eu quando mudei para a minha 29 rigida fiquei maravilhado que aquilo era mesmo um verdadeiro camiao, ou seja eramesmo o que eu precisava.
O quadro tem uma geometria bonita e as cores parece que se enquadram mesmo bem nessa geometria, ou seja Gosto.
So acho uma coisa, se antes achava as Mavic SLR um sonho que concretizei na 26 para a 29 já as achava banais e disse logo que nao seriam essas que iria montar, com isto o que quero dizer é que nunca montaria nessa bike essas rodas.
Podes adiantar mais os porques de não montares umas SLR nesta bike? Só para tentar perceber se estou a fazer bem ou mal.
 
#11
Boas,

Antes de mais parabéns pela "mota", está porreira. Há dias num encontro entre amigos, apareceu um camarada numa "igual" (o que esta tem vermelho, a outra tem verde florescente). Não pedalei nela, mas pareceu-me bem. O camarada em questão, é um sr na casa dos 40s (perto dos 50).... está super satisfeito com o comportamento da máquina.

Continuação de boas voltas. ;)
O pessoal acima dos 40 gosta de andar em "sofás". As costas já não permitem grandes aventuras. :)
 
#12
Camarada Unknown_Rider , tenho atualmente 35 anos, sempre pedalei em FS. Tenho amigos que fazem o campeonato nacional de maratonas, bem mais novos que eu, passaram de 29er HT para FS, estão maravilhados (o baixo peso não é tudo), falta de conforto provoca fadiga. Por isso para se querer conforto não precisamos ter 40s, ou 50s. :D


 
#13
Camarada Unknown_Rider , tenho atualmente 35 anos, sempre pedalei em FS. Tenho amigos que fazem o campeonato nacional de maratonas, bem mais novos que eu, passaram de 29er HT para FS, estão maravilhados (o baixo peso não é tudo), falta de conforto provoca fadiga. Por isso para se querer conforto não precisamos ter 40s, ou 50s. :D


Não era critica quando falei das idades. Eu tenho mais de 40 e o que faço e onde ando não me vejo a voltar às HT.
 
#14
Eu só posso dizer maravilhas, uma noite destas dei a provar a Scarp a um amigo de uma FOCUS (hT) na parte da terra, trazendo eu a Focus (ainda por cima 26) qdo trocamos deu-me vontade de dar beijinhos na Scarp :D:D:D.
 
#15
Parabéns pela bicicleta, só me dá vontade de despachar e phinx....e comprar uma scarp sempre que vou à KTM lá perco eu uns minutos a apreciar as novas scarp, neste momento não me vejo a regressar às HT.
 
#17
KTM excr se os euros abundassem a minha garagem teria uma myroon 29R e uma scarp 650 B...mas prontos como tal não é possível sou feliz à mesma com a phinx...
 
#18
Orange_77, a Phinx foi das minha bicletas de encanto todo o ano passado, acho-as muito bonitas, e sabes pq n comprei? pq andei numa muito mal regulada de suspensão e com um guiador muito estreito, num dia em que me emprestaram uma Myrron para dar uma volta, como ia tão encantado com a Myrron e o seu guiador de 700, que qdo peguei na outra fiquei desiludido, mas só por isso, acho que tens uma bicicleta excelente.
 
#19
Espero que o camarada unknowrider não leve a mal o nosso off-topic. A minha Phinx é a 4.0 de 2012, mas coisas são engraçadas o camarada KTM excr achou o guiador estreito eu quando comprei a minha a primeira coisa que fiz foi mandar cortar o meu acho que está com 58 mm. vendo bem as coisas às vezes acho que fiz asneira a bicicleta esta como eu gosto nervosa muito ágil e eu sou daqueles que gosta de subir no meio de penedos só que a descer a velocidades mais elevadas é uma desgraça muito nervosa o pneu da frente também não ajuda o racing ralph 2.20 acabando esse vou colocar um maxxis ignitor 2.35 que tenho em casa para ver a sensação sei que a subir vou perder muito e a rolar também.
 
#20
Boas,

O pneu mais grosso na frente em subida não interfere negativamente.... já se fosse o de trás acabaria por "enrolar" um pouco mais a pedalada (mas dá mais tração).
Pode meter o 2.35 sem stress algum.