Duvida GARMIN EDGE 800/810

klaser

Well-Known Member
Meu dakota 20 nunca flipou ,e eu tinha o costume de pegar nos tracks das provas e ainda adicionar muitos mais pontos e indicações... É aí que o processador do 520 por exemplo não aguenta , como não é um GPS dado à navegação , é preciso meter lá tracks mais simplificados (tipo converter no gpsies ),senão começa-se a ter um lag muito grande entre a posição real q estamos e a posição q aparecemos no ecrã, ou até mesmo aquilo empancar.....é a experiência que tenho com 8 anos de dakota e seis meses de 520....
 
Pessoalmente também acho o dakota 20 mais estável que o edge. O Dakota nunca "encravou", ou melhor, travou-me um par de vezes já no final de uma volta longa (160km) mas sem perda de dados, felizmente. Agora entretenho-me com o Dakota a fazer experiências com mapas e layers e, para além de algum lag, é sempre a aviar. Sem dúvida que, no seu campo, os Dakota eram (e ainda são!) aparelhos de guerra! Cada macaco no seu galho! :D
 
Por acaso o meu Dakota encravou umas boas vezes. Sobretudo quando o comecei a usar. Entretanto, já não me lembro se foi alguma atualização de software ou algo que passei a fazer diferente mas melhorou. Entretanto vendi-o, mas é verdade que não há como o Dakota para determinado tipo de aventuras. Até porque não se esgota no BTT, ao passo que a gama Edge é quase só dedicada ao ciclismo.
 
o meu dakota tinha imensos bloqueios, desde bloquear, a ficar lento, a desligar-se sozinho. Nao era assim tao raro. Era preciso muito cuidado com os tracks que se punha la dentro e a quantidade de waypoints. No edge nunca me aconteceu nada disso. Tambem é bastante mais potente claro.
 
Engraçado, no meu caso nunca aconteceu, sempre foi (e no meu caso ainda é porque ainda o vou usando para outros fins) pau para toda a obra. Já o edge nas versões do fw 4.XX bastava pô-lo a navegar e em algumas ruas ou rotundas encravava sempre, ou quase sempre. Felizmente nas versões mais recentes a coisa estabilizou. De qualquer forma, não deixa de ser engraçado perceber como os mesmos aparelhos têm comportamentos tão diversos de utilizador para utilizador.

o meu dakota tinha imensos bloqueios, desde bloquear, a ficar lento, a desligar-se sozinho. Nao era assim tao raro. Era preciso muito cuidado com os tracks que se punha la dentro e a quantidade de waypoints. No edge nunca me aconteceu nada disso. Tambem é bastante mais potente claro.
 
Boas malta. Precisa da vossa ajuda, please...
A minha fita cardiaca começou a falhar até que deixou de dar de vez, calculei que fosse a pilha e fui a uma relojoaria trocar a pilha, o que acontece é que agora o Garmin não detecta o sensor da fita cardiaca, preciso fazer algo mais além de emparelhar, estarei a emparelhar mal, o relojoeiro fez algo mal ou o sensor da fita foi á vida? :p
Cumps
 
Boas malta. Precisa da vossa ajuda, please...
A minha fita cardiaca começou a falhar até que deixou de dar de vez, calculei que fosse a pilha e fui a uma relojoaria trocar a pilha, o que acontece é que agora o Garmin não detecta o sensor da fita cardiaca, preciso fazer algo mais além de emparelhar, estarei a emparelhar mal, o relojoeiro fez algo mal ou o sensor da fita foi á vida? :p
Cumps
presumo que seja algo mais que a pilha e nao e no relojoeiro que se troca, quanto muito podes ir a uma casa de eletronica, ou uma worten resolve que tem tecnicos de eletronica credenciados.(nao quer dizer que sejam todos competentes xD)
se fosse meu seria necessario abrir e fazer medicoes com um multimetro pra descobrir a origem dessa falha.
 
A mudança da pilha pode ser feita por qualquer pessoa. É tirar e por uma pilha, não tem qualquer ciência.
Para (re)emparelhar, costumo molhar os dedos com bastante água e segurar a banda pelos elétrodos. Até agora, após um par de tentativas, deu sempre resultado e consegui emparelhar a banda com o gprs.

Se mesmo assim não resultar provavelmente haverá algum problema com a banda.
 
A mudança da pilha pode ser feita por qualquer pessoa. É tirar e por uma pilha, não tem qualquer ciência.
Para (re)emparelhar, costumo molhar os dedos com bastante água e segurar a banda pelos elétrodos. Até agora, após um par de tentativas, deu sempre resultado e consegui emparelhar a banda com o gprs.

Se mesmo assim não resultar provavelmente haverá algum problema com a banda.
muda-se apilha se a banda nao tiver nenhum problema

com aquele era provavel que ficasse pior
 

klaser

Well-Known Member
Tenta fazer o seguinte.... muitas bandas tem de ser feito um reset quando se muda a pilha, não basta tirar a velha e meter uma nova.... Mete a pilha ao contrário e espera por 10 segundos, isso vai ligar os contatos positivo e negativo e "resetar" a mesma , depois mete a pilha da maneira correta... Se não funcionar e tendo certeza q a pilha ta boa, aí sim pode ser problema na banda...
 
Boas malta.
Estou com outro problema no meu Garmin, o sensor da fita cardiaca, detecta pulsações altissimas, quando o ligo ainda descansadinho está nos 180bpm, pensei que era da fita, comprei uma do ebay e coloquei la o sensor mas não resolveu, umas vezes está ok, outras nem por isso, tenho que tirar e colocar o sensor várias vezes e emparelha-lo com o garmin até regularizar.. Experimentei o sensor de 1 colega e funcionou perfeitamente... Alguma solução, ou terei mesmo que comprar novo?
Obrigado. Cumps
 
Boas pessoal.

Queria que ajudassem numa situação. Estive a fazer download de segmetos com o gniza e alterei os nomes dos ficheiros para perceber melhor qual era casa segmento. Mas quando os passei para o edge810 no gps aparecem com os nomes originais do strava... isto é normal? Há forma de contornar esta situação?
 
Não percebo patavina dos segmentos mas deve passar-se a mesma coisa que com os gpx.

Se sacares um gpx com o nome 97834.gpx ele poderá aparecer no gps como ABCDEF. Isto é porque os ficheiros têm uma determinada estrutura onde consta o nome a apresentar. No caso do gpx basta abrir o ficheiro com um editor de texto e alterar a secção correspondente.
Aqui bastaria alterar o conteúdo que está na secção NAME. o que terias que procurar no ficheiro seria <name>ABCDEF</name> e altear o conteúdo, ficando <name>NOME PRETENDIDO</name>

Desta forma, o gps apresentaria o track como NOME PRETENDIDO.

Mais uma vez, tudo o que estive aqui a escrever é válido para os gpx mas penso que não deverá diferir muito para os segmentos.

EDIT: só agora reparei que já existiam respostas similares num outro tópico :confused:
 
Last edited:
Boas
Preciso da vossa ajuda de a duas semanas para cá ao passar a volta do garmin 810 para o strava nao aparecem os batimentos cardiacos ,durante a volta vai a registar faz tudo correto ao passar no garmin connet tudo correto no strava tudo o resto correto mas o grafico dos batimentos nao aparece alguem me pode dar uma ajuda ?