Taça de Portugal XCO#1 Cucos - 27 de Março de 2011

Depois de ver as classificações só me apetece dizer !!! :wtf:

Já se sabia que ia haver muitos dobrados derivado à pista ser bastante curta e a serem muitos atletas mas daí haver pessoal a só fazer uma volta. :eek:mg:

Uma autentica brutalidade os júniores a fazerem quase tão depressa 4 voltas como os cadetes a fazerem 3.

Não sei qual foi a estimativa de tempo por volta que a organização fez para as atletas femininas mas o certo é que tanto as júniores como as elites acabaram com um tempo altissimo.

A propósito das atletas femininas, ficou hoje provado que ainda estamos a anos-luz das atletas internacionais.
 

scott_boy

New Member
do que eu vi, e estive lá... impressionante o andamento do Mário Costa!! do inicio ao fim isolado, fazia a descida como ninguém, um sub-23 a bater grandes elites nacionais e outros grandes atletas internacionais que hoje lá estiveram..

um pouco desiludido talvez com a prova do Marinheiro, que pareceu "rebentar" logo depois da 1ª volta e acho que acabou por desistir, não tenho a certeza.. mas claro que todos têm direito a ter dias maus e virá certamente mais forte na próxima ;)

ps: lama para todos, com fartura e de borla =D
 

RTC

Super Moderador
o 3 em elites acho que foi um japones
Sim, passou de 5º para 3º na ultima volta.
Foi talvez dos poucos pontos de interesse nos elites.
Mario Costa andou sempre confortável na frente. A experiência no ciclocross deverá ter ajudado.
Tiago Ferreira arrancou mal, passou no final da 1ª volta em 7º ou 8º mas depois foi recuperando lugares até ao 2º lugar, com alguma vantagem.
O podio ficou completo por esse japonês (Yamamoto - 26º ranking UCI) que à entrada da última volta passou com cerca de 30s de atraso do Ruben Almeida (que montou uma forqueta rigida - bem visto!) e do italiano da IDR, que corria com uma roda 29. Quando se esperava que um destes fosse o 3º apareceu o japonês que acabou lhes roubar o lugar.

Gostei da moldura humana que estava a assistir.
Pena foi as condições do terreno que impediram que quem estivesse bem fisicamente pudesse obter um melhor resultado.
Foi, acima de tudo, uma corrida de muitaaa paciência e destruição de material! :)
 
Last edited:
D

derder5pt

Guest
A mim aparece la que dei 1 volta mas eu nao acabei a prova porque na segunda volta no fim da 1 subida parti o desviador traseiro e tive que voltar para trás :(
 

jo@o cabral

New Member
que surpresas nas classificações :O
os meus parabens aos amigos samuel dias e ruben guerreiro, que campeões !
O ricardo está a dar oportunidades a malta :D
 

Jorge Dias

New Member
Viva,

Obrigado Fernando pelas fotos.

Alguém já tinha dito que havia muita lama, mas as tuas fotos dão a verdadeira noção do lamaçal, e esta foto está soberba:

P3270339.jpg


Obrigado pela partilha.

Jorge Dias
 
Só sei dizer que este percurso em tempo seco seria uma loucura, assim também o foi mas pela parte negativa... para todos; mas como não há regra sem excepção, para as oficinas esta prova foi maravilha de certeza :(
O importante mesmo é curtir e ninguém se aleijar a sério, porque moídos todos vimos de certeza ;)
 

Rodasepedal

New Member
Que grande chafurdiçe :)
Ainda bem que lá estive no fds anterior, pq ao que vejo dos trilhos, não é tão depressa que vão estar em condições novamente.

Cumps
RODAS
 

Tiago S.

New Member
As classificações das elites femininas estão erradas, a Carla Cabral fez 4º e a Ana Vigário 5º ( de responsabilidade da Fullsport) e chegaram ambas na volta da vencedora. Para quem conhece o BTT nacional minimamente sabe que há 3 ou 4 anos atrás num circuito tão curto as corredoras portuguesas tinham sido todas dobradas e eliminadas. É que estamos a comparar corredoras profissionais ( a nº16 e a nº42 do Ranking UCI ) com as nossas corredoras que são, como sabemos, amadoras. Tal como os elites masculinos, que nesta prova bateram o corredor profissional nº 27 do Ranking mundial, revelaram que estão em evolução assim como todo o nosso BTT. Todos estes corredores, os duros que enfrentaram esta durissima prova, estão de Parabéns.
 
Top