Gel AGEL to life

L.Ramos

Super Moderador
#21
:twisted:

Como a AGEL não patrocina o FórumBTT... alguns endereços foram apagados por incumprimento das Regras Gerais do Fórum.



(...)
Regras de referência a entidades comerciais

Como entidades comerciais estamo-nos a referir principalmente aos lojistas, online ou não, nacionais ou estrangeiras. Como referência queremos dizer nome implícito, explícito ou link para a dita entidade.

A ideia é que não é permitida publicidade, são permitidas referências consideradas de carácter informativo para os visitantes.

A) No Perfil do Utilizador

1. É permitido a utilização do nome da entidade comercial no nick (nome de utilizador), desde que corresponde a um responsável da referida empresa, no entanto não é permitido a utilização do endereço do site como nome de utilizador.

2. O link para a loja é apenas permitido no campo website , definido no "Perfil" do utilizador.

3. Não é permitida a utilização de qualquer coisa que se possa identificar como relacionada com a Entidade quer na assinatura quer no Local do Avatar, seja imagem ou texto.

B)Nos Tópicos

1. Apenas é permitida a referência a entidades comerciais quando ela é decorrente natural das questões a ser discutidas, e não como motivo de abertura do tópico.

1.1 Quando a referência a entidades comerciais toma a forma de uma listagem de várias entidades comerciais, servindo por exemplo para comparar preços, essa referência é permitida. Quando a referência é apenas a 1 entidade comercial ela poderá mais facilmente ser entendida como mera publicidade.

2. Não devem ser abertos tópicos com único objectivo de anunciar a disponibilidade de um novo produto ou promoção em determinada loja, seja ele aberto por representante da loja identificado ou por qualquer outro utilizador.

3. Os representantes de entidades comerciais devem inibir-se de colocar mensagens enaltecendo características de produtos por si comercializados; a participação nesse tipo de tópicos deve limitar-se a clarificar questões técnicas dos produtos.

4. Promoções ou qualquer outro tipo de estratégias comerciais são totalmente proibidas no fórum. Se as entidades comerciais estiverem interessadas nesse tipo de acções devem contactar a administração do site através do mail publicidade@forumbtt.net
(...)
 
#22
Também estive em casa duma senhora a ver essas apresentações mais um amigo, foi atraves do meu gestor de conta que tive conhecimento disto, mas apesar de tudo preferi não entrar nisso.

Pessoalmente não "acredito" nesses gel's, e não vou andar a bebe-los para "equilibrar" o meu corpo, prefiro ter a minha alimentação melhor cuidada, mas quem seguir em frente, boa sorte!

Estes negocios sao bastante lucrativos no arranque, mais tarde sao so vocês a encherem bolsos aos outros :wink:

Para o BTT em si, n sei ate que ponto pode ser tão benefico.

PS: engraçado foi que, tomei um desses(oferta) e no dia seguinte tive uma gastroentrite(mesmo no dia anterior ao Troia-Sagres), mas acredito mesmo que foi só coincidencia :D
 
#23
Ao pedro pinheiro, julgava ser este espaço um espaço de troca de ideias e lazer, não um espaço de avaliação pois um texto escrito à pressa na net não é concerteza para ser avaliado em erros ortográficos que podem existir não por ignorância mas por escrever em pressa num teclado de computador.só uma pessoa que no seu dia a dia não escreve bastante e com rigor é que vem parar o forum com preocupações desse género. quanto aio agel sim, existem bastantes sites na net sobre o agel mas nenhum elucida com rigor sobre o modelo de negócio, comissões, encomendas e pagamentos de forma a uma pessoa poder avaliar o negócio e saber apresentá lo a outras pessoas. posso mostrar lhe a legalidade do negócio com todo o rigor e o dinheiro que ganhei !!!!!
 
#24
Isto não é uma questão pessoal, mas escrever "pedro pinheiro" ou Pedro Pinheiro, também não é uma questão de pressa; é uma questão de princípio e respeito pela Língua Portuguesa. Eu sou professor, e se quero dar uma imagem correcta da minha classe profissional, devo ser o primeiro a dar o exemplo. E quando erro tenho que adimitir o erro.
Quanto à marca de gel, que mais não é um motivo para o negócio; sei perfeitamente o que é - já tenho o ficheiro em word e pdf a explicar todos os pormenores - e nada, rigorosamente nada, me leva a dizer que é mau ou é bom. Alías, para quem se empenha, calculo que seja um excelente negócio. Quanto ao gel, também já provei as várias opções e pareceu-me normal, em termos de qualidade e quanto à quantidade, parece-me manifestamente pouca. Mas esta é a opinião de alguém que gosta de comer bem :D
No entanto, pessoalmente, o que me desagrada é a forma como intervêm neste fórum acerca deste assunto, fazendo parecer que somos todos uns ingorantes e que estamos a perder a melhor oportunidade do mundo para ganhar dinheiro e experimentar um produto revolucionário em termos de nutrição, o qual irá resover todas as nossas carências ou défices diários em termos de alimentação.
Resumindo: vendam o que quiserem e ganhem imenso dinheiro, mas não me tratem como um ignorante. Porque foi assim que me senti aos assistir a uma demonstração de negócio deste género.
 
#25
é agora que vamos sair da "crise" vai ficar tudo milionário as marcas de bicicletas vao só fabricar topos de gama para o mercado portugues! :lol: :lol: :lol: herbalife,agel para mim é mais do mesmo enfim... parece que estão a utilizar o forum para fazer publicidade!
um abraço
 

Alf

Active Member
#26
milkman said:
parece que estão a utilizar o forum para fazer publicidade!
Sim, o Bytes, a ASG, o jginja, entre outros, pouquíssimos diga-se de passagem, foram os únicos que contribuiram positivamente para o fórum e os membros. Entretanto é só negociantes à espreita.

Até pelo bem da agel e dos vendedores (e amigos dum amigo dum amigo dum primo dum vendedor), mantenham o nível neste tópico, quanto mais não seja porque assim não convencem ninguém, nem a entrar no negócio nem a consumir :)

Eu cá sei de um que já aprendeu qualquer coisa...
 
#28
Boas

a tempos na loja onde costumo ir tinha la umas amostras e eles deram-me para testar, sinceramente não gostei principalemnte do sabor, mas não tenho conheçimentos de preços ou de outros assuntos.

--Edit-- (por Chaves)

A quem diga que sabe bem!! :greg:, gostos não se discutem, mas se eu experimentei todos :shock: e só um era de sabor agradavel :shock:, experimentem e de certeza que vão esqueçer esta marca e todos esses problemas que andam ai na baila.

Mas volto a dizer gostos não se discutem :wink:.

Fiquem Bem

--Edit --
 

L.Ramos

Super Moderador
#29
:twisted:

Mais uma vez vejo-me obrigado a intervir!

Caro Rlivreiro:

Este Fórum tem regras que devem ser cumpridas.

Já aqui deixei uma mensagem... e para que não haja duvidas:

L.Ramos said:
:twisted:

Como a AGEL não patrocina o FórumBTT... alguns endereços foram apagados por incumprimento das Regras Gerais do Fórum.



(...)
Regras de referência a entidades comerciais

Como entidades comerciais estamo-nos a referir principalmente aos lojistas, online ou não, nacionais ou estrangeiras. Como referência queremos dizer nome implícito, explícito ou link para a dita entidade.

A ideia é que não é permitida publicidade, são permitidas referências consideradas de carácter informativo para os visitantes.

A) No Perfil do Utilizador

1. É permitido a utilização do nome da entidade comercial no nick (nome de utilizador), desde que corresponde a um responsável da referida empresa, no entanto não é permitido a utilização do endereço do site como nome de utilizador.

2. O link para a loja é apenas permitido no campo website , definido no "Perfil" do utilizador.

3. Não é permitida a utilização de qualquer coisa que se possa identificar como relacionada com a Entidade quer na assinatura quer no Local do Avatar, seja imagem ou texto.

B)Nos Tópicos

1. Apenas é permitida a referência a entidades comerciais quando ela é decorrente natural das questões a ser discutidas, e não como motivo de abertura do tópico.

1.1 Quando a referência a entidades comerciais toma a forma de uma listagem de várias entidades comerciais, servindo por exemplo para comparar preços, essa referência é permitida. Quando a referência é apenas a 1 entidade comercial ela poderá mais facilmente ser entendida como mera publicidade.

2. Não devem ser abertos tópicos com único objectivo de anunciar a disponibilidade de um novo produto ou promoção em determinada loja, seja ele aberto por representante da loja identificado ou por qualquer outro utilizador.

3. Os representantes de entidades comerciais devem inibir-se de colocar mensagens enaltecendo características de produtos por si comercializados; a participação nesse tipo de tópicos deve limitar-se a clarificar questões técnicas dos produtos.

4. Promoções ou qualquer outro tipo de estratégias comerciais são totalmente proibidas no fórum. Se as entidades comerciais estiverem interessadas nesse tipo de acções devem contactar a administração do site através do mail publicidade@forumbtt.net
(...)
Discutam o assunto, mas não tentem "vender" o produto . :mrgreen:
 
#30
Eu por acaso já experimentei um desses produtos... Sabe bem, mais não sei sobre os seus efeitos...

Já levei com duas apresentações do mesmo produto e a verdade é que se em vez de me estarem a tentar vender Agel me estivessem a vender sacos de batatas era precisamente a mesma coisa... O que ali interesssa é o negócio! Aliás, eles próprios não se interessam em apanhar revendedores, mas sim angariadores de mais elementos para a rede...

Digam o que disserem, e ainda ninguém me provou o contrário (e eu já investiguei bastante), a Agel funciona através do sistema de piramide versão refinada de modo a não ser considerado ilegal (até alguém a coisa dar barraca e alterarem a legislação), os seus produtos são questões acessórias no meiodo negócio....

A própria empresa é uma incógnita... Pelo menos até há umas semanas (pouquinhas mesmo) e creio que a situação ainda se mantém, não existe um site oficial da empresa em Portugal (os que aparecem são de vendedores ou acham que uma empresa deste calibre e com uma facturação desta magnitude iria alojar um site no blogger?), nem uma morada, nem sequer um número de telefone!

Outra das grandes ideias que nos fazem passar nas apresnetações é a ideia de que o mercado brasileiro está prestes a abrir e os portugueses podem fazer lá grandes negócios... Pois, mas nas minhas investigações descobri que no Brasil a Agel já tem mais impacto (o mercado já está mais evoluido) do que em Portugal!

Reparem que só falo do negócio, pois foi disso de que me falaram durante 95% do tempo das apresentações...

Outra coisa curiosa é o facto da Agel ter um documento da ASAE e ser reconhecida pela ASAE...Excelente e isso diz muito, como aqui já foi referido... O estranho é que em resposta a um mail meu a própria ASAE disse que não tinha ou teve qualquer relação, de que género for, com essa empresa... Compreendo, até porque não sei até que ponto é que a ASAE passa a licença de que um produto é ou deixa de ser permitido!

Nunca tomei conhecimento da ASAE licenciar carne, rebuçados, cafés, bares, CD's, comprimidos e muito menos produtos deste género... Que eu saiba a ASAE fiscaliza!

Desculpem os vendedores da Agel que aqui andam, mas eu desconfio de qualquer empresa que em vez de tentar vender o seu produto pelo mérito que ele tem (e se dizem que ele é revolucionário, esta deveria ser a principal estratégia de markting) mas sim, vender pelo método de enriquecimento rápido o qual se pode aplicar a qualquer produto, incluindo a farinha Amparo!

Gostei também de comparações entre a Agel e a Red Bull e a Coca-cola! Gostei do gel milagroso para aqueles que estão a tentar deixar de fumar!!!!!

Para além das informações que já reuni estou também há espera de outras que já pedi... Mas uma dessas informações pode deixar as pessoas mais descansadas: Um advogado meu amigo referiu que o método de venda é legal embora estupidamente próximo do método da "pirâmide"... E a principal razão para que seja legal é a antiguidade e desfasamento da realidade actual da legislação aplicável!
 
#31
Oi, tens muitos mais casos de empresas que funcionam da mesma maneira! lol Desde ervanárias, cosmética (perfumes, etc.. ), etc...

Quase todas essas empresas trabalham com os chamados comissionistas que recebem consoante as encomendas que obtêm, em nada diferente do pessoal que faz contractos do MEO, cabovisão e etc... para empresas subcontratadas pelas empresas mãe...
 
#32
"conforme as enconmendas que obtêm", disses-te muito bem.... Não é conforme os revendedores que conseguem!

Tomemos o exemplo da Tupperware, talvez a marca mais conhecida que baseia grande parte das suas vendas nas apresentações realizadas entre vizinhos... As pessoas ganham dinheiro conforme as vendas que realizam... A Avon por exemplo funciona da mesma forma! Ora, se a Agel funcionasse da mesma forma que estas duas marcas não teriamos comissões de venda dos produtos tão baixas, e estriamos muito menos preocupados em encontrar mais pessoas para a rede pois isso ia afectar-nos o nosso negócio!

Há, outra coisa... Quando me falaram disso eu até fiquei entusiasmado pois até dava jeito para consumir durante as provas, mas o que acontece é que este tipo de produtos não são para consumir durante as provas de esforço... Tratam-se de suplementos vitaminicos, os quais, ninguém me tira isso da cabeça, apenas precisamos de tomar devido a alimentações deficientes!
 

XC_biker

Utilizador Banido
#33
boas!

este assunto d´muito que falar!

se é um negocio assim tão lucrativo pelo mundo inteiro, será que o produto não tem nada de inlegal?
será que é um simples gel??

Será que não contem nada "tipo algum produto que crie dependencia"?, assim seria muito mais facil o negocio continuar sempre a crescer!

fica no ar a pregunta..................
 
#34
Não creio... Aliás, eu até dúvido que o produto seja assim tão revolucionário conforme dizem, aliás, duvido mesmo que seja algo de novo até...

A única dependência que aquilo cria é a ânsia de angariar mais pessoas para a rede de modo a aumentares os teus rendimentos!
 
#35
Quem aqui fala mal da Agel não sabe o que diz concerteza.... Esquemas e pirâmides?????? É assim que o nosso país não vai para a frente... a falar do que não se sabe nem se quer saber....

Os produtos são bons e o negócio também.

Quem diz o contrário não sabe do que se trata concerteza...
 
#37
helio69 said:
Eu por acaso já experimentei um desses produtos... Sabe bem, mais não sei sobre os seus efeitos...

Já levei com duas apresentações do mesmo produto e a verdade é que se em vez de me estarem a tentar vender Agel me estivessem a vender sacos de batatas era precisamente a mesma coisa... O que ali interesssa é o negócio! Aliás, eles próprios não se interessam em apanhar revendedores, mas sim angariadores de mais elementos para a rede...

Digam o que disserem, e ainda ninguém me provou o contrário (e eu já investiguei bastante), a Agel funciona através do sistema de piramide versão refinada de modo a não ser considerado ilegal (até alguém a coisa dar barraca e alterarem a legislação), os seus produtos são questões acessórias no meiodo negócio....

A própria empresa é uma incógnita... Pelo menos até há umas semanas (pouquinhas mesmo) e creio que a situação ainda se mantém, não existe um site oficial da empresa em Portugal (os que aparecem são de vendedores ou acham que uma empresa deste calibre e com uma facturação desta magnitude iria alojar um site no blogger?), nem uma morada, nem sequer um número de telefone!

Outra das grandes ideias que nos fazem passar nas apresnetações é a ideia de que o mercado brasileiro está prestes a abrir e os portugueses podem fazer lá grandes negócios... Pois, mas nas minhas investigações descobri que no Brasil a Agel já tem mais impacto (o mercado já está mais evoluido) do que em Portugal!

Reparem que só falo do negócio, pois foi disso de que me falaram durante 95% do tempo das apresentações...

Outra coisa curiosa é o facto da Agel ter um documento da ASAE e ser reconhecida pela ASAE...Excelente e isso diz muito, como aqui já foi referido... O estranho é que em resposta a um mail meu a própria ASAE disse que não tinha ou teve qualquer relação, de que género for, com essa empresa... Compreendo, até porque não sei até que ponto é que a ASAE passa a licença de que um produto é ou deixa de ser permitido!

Nunca tomei conhecimento da ASAE licenciar carne, rebuçados, cafés, bares, CD's, comprimidos e muito menos produtos deste género... Que eu saiba a ASAE fiscaliza!

Desculpem os vendedores da Agel que aqui andam, mas eu desconfio de qualquer empresa que em vez de tentar vender o seu produto pelo mérito que ele tem (e se dizem que ele é revolucionário, esta deveria ser a principal estratégia de markting) mas sim, vender pelo método de enriquecimento rápido o qual se pode aplicar a qualquer produto, incluindo a farinha Amparo!

Gostei também de comparações entre a Agel e a Red Bull e a Coca-cola! Gostei do gel milagroso para aqueles que estão a tentar deixar de fumar!!!!!

Para além das informações que já reuni estou também há espera de outras que já pedi... Mas uma dessas informações pode deixar as pessoas mais descansadas: Um advogado meu amigo referiu que o método de venda é legal embora estupidamente próximo do método da "pirâmide"... E a principal razão para que seja legal é a antiguidade e desfasamento da realidade actual da legislação aplicável!
Faço minhas as palavras do Hélio.

Já fui convidado inumeras vezes, e só assisti a uma apresentação, mas o meu espirito ceptico fez-me colocar-lhes algumas perguntas que não obtiveram resposta convincente.
O esquema de vendas é interessante, e na práctica é tudo facilidades, sobretudo porque tu aderes e ficas obrigado a um consumo mensal, e todos os que tu colocas na tua piramide ficam igualmente obrigados a um consumo minimo. Ora, se todos consomem, a Agel tem uma mensalidade garantida.

Quando perguntei o que faria com o produto da compra obrigatória (falamos de mais de 100 saquetas de gel por mês), a resposta foi: "consomes, dás aos amigos, dás á familia, é o que menos importa!"

Se eu quiser gastar cento e tal euros mensais em prendas para amigos e familiares, certamente a minha imaginação levar-me-á a ofertas mais interessantes...

Em resumo, isto é um negócio de dinheiro, onde o produto é apenas um argumento de ilusão. Como diz o Hélio, poderiam ser batatas.

Tenho alguns amigos que discordam, e eu respeito a opinião deles, da mesma forma que exijo que respeitem a minha. No entanto, não vejo nenhum deles consumir o gel nem enriquecer...

Vendam o que quiserem, comprem o que quiserem, sejam honestos ou enganem as pessoas. Façam o que entenderem, mas respeitem as opiniões de quem não acredita e não tentem impor a vossa opinião, só porque "caíram"...
 
#39
FDR said:
Mais de 100 saquetas por mês??

Certamente quem te explicou o negócio da Agel não o soube fazer.... tenho pena que assim seja....

Peço imensa desculpa pela imprecisão. Tenho aqui 4 CD´s com explicação detalhada do negócio, a perna maior e menor, os filhos, netos e tal, os 100vc mensais pelos 120€ da compra obrigatória de 2 caixas de produto, mas como o produto não interessa, NEM SEQUER SABEMOS QUANTAS EMBALAGENS TEM CADA CAIXA... bolas, que pequeno pormenor...

Peço desculpa. Tinha ideia que me falaram nesse valor numa apresentação. Faça favor de corrigir a minha imprecisão dizendo quantas saquetas tem cada caixa...
 
#40
Cada caixa tem 30 embalagens de produto. Qualquer pessoa que se interese pela filosofia do Agel sabe isso. Agora, na minha opinião, acho que quem escreve aqui a defender o negócio do Agel não sabe qual a verdadeira filosofia deste produto. Não sabe o que está a fazer.

O português só ouve mesmo o que lhe interessa. Falam em fazer dinheiro a vender pacotes de gel e depois não querem ouvir mais nada. Toca a encomendar caixas e vender a toda a gente.

A filosofia do Agel passa pelo auto-consumo. Não pela venda directa como já ouvi dizer. O dinheiro que se faz com o Agel é a própria Agel que o paga. São comissões e não dinheiro resultante da venda do gel. Ficam a saber que a venda não é permitida.

Quem diz que o gel é o que menos interessa está muito enganado. Basta começar a consumir e oferecer a outros para eles consumirem também. Nada de pressões para comprar. Eu nunca pressionei ninguém para entrar no negócio, apenas distribui alguns pacotes de gel. E houve pessoas que quiseram por iniciativa própria começar a consumir regularmente o gel e foram a uma reunião para saberem mais sobre o Agel. Nada mais.

Apenas faço isto, consumo e dou a outros sem compromisso algum, depois a escolha de continuar ou não depende da pessoa.

Eu gosto daqueles gajos que me abordam cheios de "tesão de mijo" e com uma conversa de "uma grande oportunidade de negócio". E pergunto o que é que é e a resposta que obtenho é: vender pacotes de gel. Rio-me na cara deles, ofereço-lhes um pacote dos meus e sigo o meu caminho, porque é assim que se deve fazer.