Dúvida sobre guiador e existenciais.

Zukired

New Member
Boa tarde a tod@s.
Aprendi a andar de bicicleta durante a pandemia aos 35 anos. Portanto, é todo um novo mundo e tenho usado muito a internet para aprender umas coisitas.
Tenho uma Riverside 500 e normalmente faço ciclovias, uns estradões de terra batida (caminhos de Fátima) e algumas descidas com terreno mais irregular com algumas pedras que vou encontrando pelo caminho. Por exemplo, a pista do aqueduto em Monsanto.
Sinceramente, não sei bem ao certo que modalidade faço dentro do ciclismo, penso que o mais certo é gravel (?), tenho pegado na bicicleta para fazer exercício e diversão.
Tenho feito uns update na bike sobretudo coisas em 2º mão para dar mais conforto e comprei uns panaracer gravelking 700x38 que dão muito mais confiança que os pneus originais.
Agora estava a pensar em fazer um update no guiador e verifiquei que os guiadores da FUN tinham preços "acessíveis", no entanto, não sei qual seria o mais recomendado e se valia a pena fazer esse update numa riverside. Nas pedaladas mais longas (sobretudo acima dos 50km) tenho sentido as mãos dormentes e vi que podia ser do guiador (como podia ser de outras causas).
O guiador que tenho é de origem - 1,8 mm oversize 660 mm.

Obrigado a tod@s pelas dicas,
Já percebi que vou aprender muito neste forum, mesmo que não faça BTT.
Boas pedaladas.

Deixo uma foto do bicho.
 

Attachments

  • bikee.jpg
    bikee.jpg
    764.4 KB · Views: 9

Pedro Barradas

Well-Known Member
A geometria da tua posição na bike pode não ser a mais correcta.
Dormencia, está associada a peso amais nas mãos, compressão do nervo carpo.
Uma das soluções para resolver isso, alem da alteração da posição de condução ( partindo do pressuposto que a bicicleta tem o quadro certo para a tua estatura, será a alteração dos punhos. Para uns com maior capacidade de absorção de vibrações e ainda aumentando a área de contacto. com a palma da mão.
Eu uso Punhos da ERGON, daqueles ergonómicos. tenho a geometria correcta, mas ainda assim tenho de usar os ERGON GX/ GS. ( existem outros mais económicos, similares, a Decathlon tem)
Associado a isso as luvas que uso, são sempre dotadas de gel pads, sempre.

Na bike de estrada, sofria um pouco com isso, mudei angulos do guiador e subi/ desci o guiador,e etc.. luvas com pads na palma, mas só resolvi, em definitivo com a alteração de pneu 23, para 28.
Em resumo, para já não mudaria guiador. não é causa principal. Antes, veres estes pontos que indico, são bem mais importantes.

boas pedaladas.
 

DriveMe

Active Member
Boas.

Não há nenhum problema em ajustares a posição de condução. Se dás por ti a segurar o guiador nas extremidades, ficando as mãos sem apoio parcial, diria que sim, que podes considerar um guiador maior. Punhos e/ou Luvas tb podem ajudar no conforto, cm já disse o Pedro.

No BTT, diria que a tendência dos últimos anos tem sido avanços mais curtos e guiadores mais largos, a acompanhar tb a evolução de geometrias e tamanhos de roda. Convém é ver a relação avanço com guiador (p.e., avanço de 100mm com guiador de 780mm.. não me parece que faça sentido).
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
Já vi que a bike tem uns punhos de origem dos "ergonomicos"... Não tem é grande aspecto ;)
bicicleta-de-trekking-riverside-500-azul-escuro.jpg
 

DriveMe

Active Member
Atenção que a bike é uma riverside...de trekking...
Sim, sim.

Daí eu ter dito "No BTT..".
Os guiadores da FUNN a que se refere presumo que sejam os de BTT. Não teria problema nenhuma em pôr ali um avanço curto e um guiador mais comprido, se achasse que me ia beneficiar. Claro que temos de ter noção de que conforto não significa posição correta.
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
Se vais mudar de guiador, vê se o guiador tem o diâmetro compativel com esse avanço, isso é de 31,8mm?
Sinceramente, face o problema, não me parece que a solução esteja na alteração de guiador... ou sendo, nunca por uma maior largura, mas sim, passaria por um do tipo Uprise ;) para ires numa posição ainda mais vertical (este tipo de bikes, já tem uma posição relaxada)
 

nmt

Active Member
Por vezes o peso excessivo nas mãos vem da má regulação da inclinação do selim. Verifica se não tens o selim com inclinação para a frente, se sim, tenta nivelá-lo. Se a posição do selim estiver com inclinação para a frente obriga-te a segurares a tua posição com os braços, colocando peso excessivo nas mãos e ombros/trapézio. Atenção, não colocar o selim com inclinação para trás, aí é o "abono de família" que sofre...
 

Zukired

New Member
Obrigado a todos pelas opiniões e dicas.
O tamanho da bike é um M e segundo o vendedor da Decathlon é o tamanho certo para o meu corpo. Mas, na próxima saída com a miúda vou estar mais atento a posição e também vou olhar para a questão do selim.
Boas pedaladas.
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
Qual é a tua estatura?
A questão que se levanta com o selim, poderá ser um factor (seja a inclinação, seja o avanço / recuo do mesmo) e também a altura do espigão, que é suposto estar também devidamente regulado
 
Top