Garmin Edge Touring Plus ou Garmin Edge 510?

#2
Uma vez que são aparelhos com características bastante diferentes, a opção deve ser tomada tendo em conta aquilo que se pretende que o dispositivo faça! Olhar para as características de um e de outro e comparando com a necessidade/interesse associado ao gpsr devemos ficar com uma ideia. Ou seja, para que é que precisas do gpsr e o que é que queres que ele faça?
 

Jepas

Super Moderador
#3
A gama EDGE é a gama de treino, ou seja, a mais indicada para quem se importa com BPM, Watt, etc.

A série 500 (510) não possui cartografia, ou seja, são aparelhos que embora permitam que a pessoa siga um track pré carregado não têm opção de carregar mapas topográficos e/ou roteáveis para fazer navegação ou para "ver" onde se está.

Já a série 800 (o Touring não é mais que um 800 com algumas especificações a menos para conter custos) acrescenta às ferramentas de treino a possibilidade de carregar mapas topográficos e/ou roteáveis para fazer navegação ou para "ver" onde se está.

A meu ver um GPS (especialmente para BTT) deve ter sempre mapas. Mas quem não se importar com isso pode ter um 500 ou 510 para registar ou seguir um track.

Outra hipótese para baralhar: um EDGE 800 em 2ª mão que é superior ao Touring e que por estes dias deve ser mais barato que um 510 novo.