Dakota 20 ainda é boa compra?

#1
Boa noite,
após ter lido bastante sobre gps's outdoor prendo-me com o dilema...

comprar o dakota 20 (gps com muitas cartas dadas, polivalente, no entanto já descontinuado)
ou
comprar o etrex touch 35 (da Gama mais famosa da garmin, com todas as valências do dakota 20 e muitas mais, como é exemplo a conectividade BT, glonass, etc)

na onebuyshop o dakota vende se a 139
na coditek o touch 35 vende-se a 239

valerá a pena gastar mais 100€ para estas "pequenas" alterações?
ou pelo valor do dakota vale a pena mais do que tudo apesar de já ser "velhinho"?

obrigado desde já,

boas pedaladas
 
#2
Boas rocky
Adquiri o Dakota na loja onebuyshop em dezembro e devo dizer que estou muito satisfeito. O Dakota vinha carregado já com vários mapas é espectacular.
O dinheiro que vais dar a mais podes comprar acessórios (suporte, plástico para visor e fita cardio).
Boas pedaladas
 
#3
Obrigado pela opinião.
estou mesmo inclinado para o comprar já amanhã.

esqueci-me de dizer que o dakota 20 nessa loja já vem com cartão de memória de 4gb com os mapas.

mais alguma opinião?

obrigado
 
#10
nao só. Faltam-lhe funcoes de treino, nao suporta sensor velocidade ou cadencia confesso que nunca sei qual, e nao suporta os rolos, nao capta velocidade creio eu. confesso que nao sou mais preciso porque nao ligo muito á fininha mas o problema é habitual pra muitos colegas meus. Penso que é isto mas se estiver enganado alguem que corrija.

isto pra dizer que se for so mesmo btt, o dakota, se pensares em mais tarde te meteres nas fininhas mais vale nao gastar duas vezes.

o sabonete tambem tem inconvenientes, eu prefiro ter as pilhas por poder levar um par extra.
 
#11
Para treino em rolos isso não vai acontecer mesmo.
ir para as fininhas........... A curto tempo também não vai acontecer.....e se o problema nas fininhas é mais apenas a estética... Acho que continua a compensar.
em termos de sensores não estou mt por dentro do assunto sinceramente.
sei que de frequência cardíaca suporta. De resto......não sei
 

klaser

Well-Known Member
#12
Não falta tantas funções de treino quanto isso....tem FC,tem cadência...não tem velocidade por sensor,não faz falta..não dá é pra rolos..isso não...De resto está cheio de campos configuráveis ...
As pilhas têm sempre as suas vantagens,autonomia (há pilhas do tipo eneloop que duram dias e dias dentro do dakota ),já aconteceu de colegas meus sairem à pressa p treinar e esquecerem de ter carregado os edge, se fosse pilhas eram 5s p resolver..etc,etc....o mau mesmo é a grossura do aparelho...
 
#13
Pessoalmente, não consigo perceber porque é que um mesmo dispositivo é bom para btt e menos bom para estrada, ou vice versa.

rocky_rullez,
Atendendo à intenção de fazer geocahing, sem dúvida que o Dakota 20 apresenta um excelente compromisso entre as funcionalidades "geocachianas" e as funcionalidades dedicadas à bicicleta. Grande parte das caches que fiz foi precisamente de bike e com o Dakota 20! ;)
 
#15
Quando comprei o meu dakota 20 nao fazia btt...Comprei-o por causa do geocaching..Com ele,fiz muitas caches de bike.. (muitos powertrails)..
Tem dado muito jeito no btt principalmente nas voltas nocturnas onde o mato parece ser sempre igual e ao seguir os tracks é mais fácil..
Recentemente já comprei uma bike fininha e vou comprar outro suporte de gps para poder usar o gps na bike..
O meu conselho é que uses sempre o fio preso no gps e na bike..ao inicio o gps nunca saltava do suporte e hoje em dia é raro uma volta de btt em que o gps nao salte fora..Por isso uso sempre o fio e um elastico pro gps ficar preso na bike..
 
#16
O dakota 20 é boa compra, contudo o novo modelo etrex 35T faz tudo o que o dakota 20 faz e ainda mais... tem um GPS mais preciso (GPS + GLONASS), tem bluetooth que permite sincronizar com o garmin connect e smartphone, etc...
Comprei um recentemente e para já estou muito satisfeito.

gcaetano, quanto às gamas mais apropriadas para btt e ciclismo também já ouvi comentário que por exemplo o Edge Touring em offroad fica lento à procura de uma nova rota. Ou seja, a gama Edge foi optimizada para navegar em mapas com "estradas" enquanto a gama dakota, etrex, "aceitam" muito melhor a navegação offroad... não ficam lentos.
 
#17
Negoci8er,

Isso depende da qualidade do material cartográfico. Se o aparelho estiver bem configurado e o mapa for razoavelmente bom (com a correcta hierarquização dos vários formatos e uma boa informação matricial das linhas de percursos) a coisa rola bem.

Aliás, o Edge 810, principalmente em versão de FW anteriores, era conhecido por "brekar" no modo de navegação (principalmente em rotundas) devido à complexidade ou erros da informação (uma rotunda é um nó de intersecção de várias linhas).

Este fds fiz uma prova de btt por etapas em autonomia e navegação por gps em dupla. Tanto eu (Edge 810) como o meu companheiro (Dakota 20) nunca tivemos qualquer problema ou dificuldade com os nossos aparelhos.

Já agora, o Edge Touring é um aparelho um pouco aparte da restante gama Edge. ;)
 
#18
gcaetano, o meu comentário foi baseado apenas em opiniões recolhidas online... ;)

Quanto aos Dakota e Etrex vejo-os como "patinhos feios" volumosos, mas, todo o terreno aptos para tudo (btt, caminhada, caça, pesca, geocaching, etc..., enquanto os Edge são mais bonitinhos, aerodinâmicos, mais vocacionados para o ciclismo pelas funções (tempo de volta, funções de treino, etc...).

Para já estou contente com o Etrex 35 mas preferia-o com o design dos Edge! ;)
 
#19
Os dakotas são bons para usar na fininha, desde que seja para uma utilização "tipo passeio". Os edges ganham-lhe numa utilização "tipo treino" e nos rolos, devido às informações mais viradas para treino, que dispõem.

Muita gente diz que não prestam para usar na fininha, porque usam a fininha somente para treinos.