Suporte para bike: thule proride vs atera giro

#1
Pois é malta, estou a consider a compra de um suporte para transporte da minha bicla no tejadilho.
Duas opções:
1) thule proride
2) atera giro af

Do que tenho visto pela rua o Thule está em maioria é muito fácil de encontrar.
Já o atera não tem muitos adeptos (acho que nunca vi nenhum montado)

Qual recomendam?

Abraço e boas pedaladas
 
Last edited:

OPEN

Active Member
#2
Boas. Não conheço e nunca vi o atera, mas pela minha experiência recomendo vivamente o Thule, o modelo 598, é muito melhor, em vários aspetos que o 591.

A forma como aperta no quadro, molda-se à forma do quadro e o desenho do encaixe segura muito bem. As fitas que agarram as rodas têm um sistema tipo alavanca, fácil de apertar.
 
#3
Eu uso os PRoride 591, para o preço, bastam-me. Pouco os uso. Somente para as de BTT
Obviamente que os 598, são melhores, em particular para quem tenha bikes mais "pipi"

a outra marca/ modelo não conheço.
 

joseruivo

Well-Known Member
#7
Pois é malta, estou a consider a compra de um suporte para transporte da minha bicla no tejadilho.
Duas opções:
1) thule proride
2) atera giro af

Do que tenho visto pela rua o Thule está em maioria é muito fácil de encontrar.
Já o atera não tem muitos adeptos (acho que nunca vi nenhum montado)

Qual recomendam?

Abraço e boas pedaladas
Tenho ambos, gosto mais do Thule 598
 

OPEN

Active Member
#9
Não há perigo nenhum, por ser de carbono. Eu tenho o 591 e 598 e nos últimos 10 anos as bikes eram/são de carbono.

Mais um ponto a favor do 598, pois tem um limite de aperto!
 
#10
Disseram-me que o Thule 591 tem uma falha que consiste na forma como as fitas prendem as rodas e resulta na roda da frente vibrar quando em andamento.
A informação que me deram é que no caso do 598 isso foi resolvido com o desenho das tais fitas da roda que neste novo modelo apertam a roda na diagonal e eliminam a vibração.

Confirmam este comportamento?
 
#11
Confirmam este comportamento?
A viatura onde tenho os tês 591, montados, raramente passa dos 110km/h ( aquilo gasta gasoil comó camandro!!!). De qq maneira não convém ultrapassar os 120km/h com aquilo. Não não tenho queixas, nem noto nada, nem nunca ouvi falar de tal comportamento.
 
Last edited:
#12
Disseram-me que o Thule 591 tem uma falha que consiste na forma como as fitas prendem as rodas e resulta na roda da frente vibrar quando em andamento.
A informação que me deram é que no caso do 598 isso foi resolvido com o desenho das tais fitas da roda que neste novo modelo apertam a roda na diagonal e eliminam a vibração.

Confirmam este comportamento?

Sim, acontece. Principalmente se a bicicleta for virada para a frente e levar com o vento de frente. Por mais que apertes, vai sempre abanar um pouco, mas nada que ponha em causa a segurança. Podes sempre direcionar o suporte para trás o que tb diminui bastante o "abanar" da roda da frente.

No 598 acontece muito menos, mas com rajadas de vento, dias mais ventosos ou aumento da velocidade abana sempre um pouco, mas nada comparado com o 591. (as minhas bikes sempre foram pesadas, com suspensões "grandes", se for para bikes de XC esta questão é minima)

A questão da velocidade, creio que está mesmo no manual de utilizador, o limite de 120km/h.
 
#14
Não, não tenho. Será insignificante em deslocações normais. Nota-se mais o vento do que o consumo. Diria que, em velocidades normais, entre os 50-80 km/h não se nota nada...

Num carro elétrico faz diferença, tenho um amigo que retirou as barras, suportes e deixou de transportar a bicicleta no elétrico. Mas aí há um computador de bordo e permiti fazer contas e experiências...