DtSwiss 240 EXP / falha no engate

#21
José Ruivo - sobre extensão de garantia nada foi adiantado pela DtSwiss, portanto parto do pressuposto que... não. Penso ser impossível reverter um sistema EXP para o anterior, visto que um dos ratchets que tinha uma mola é agora fixo. O kit consiste na troca de algumas peças que supostamente qualquer um pode fazer em casa; em muitos países enviam o kit directamente para o utilizador e uma guia para devolver as peças antigas. Noutros países, como Portugal, temos de passar pelo distribuidor que tem de enviar a roda em garantia. A diferença de resolveres a questão num par de horas vs ficares 3 semanas sem roda!

Dashskullsasq - o número de série está na lateral do cubo; consegues espreitar junto aos raios.
Há quanto tempo tens os 240? O novo modelo EXP tem um ano e picos... é o modelo é que o ratchet central é fixo e apenas o que fica do lado da cassete tem uma mola. Nesta foto (se eu a conseguir colocar aqui :)) podes ver o número de série e a designação exp

View attachment 1321
Considerando que o kit de correção nem sempre corrige, os clientes arriscam-se a chegar ao fim da garantia sem terem o problema resolvido, e terem de entrar em despesas...
Confiam em clientes individuais noutros países para fazerem a troca, e no nosso caso nem sequer no importador/representante confiam ?? :mad:
 

Nande

Well-Known Member
#22
Já agora, só para baralhar um pouco mais: nos EUA, preenches o formulário online e 48h depois tens as peças em casa para fazeres a troca.
Em Portugal são cerca de 3 semanas sem roda :eek:
Independentemente de qual é o melhor procedimento, o que me choca é a disparidade de critérios de país para país. Não faz sentido.
Cada vez sinto-me mais tentado a não enviar a minha roda (que está funcional) até ver o que isto dá, já que algumas das reparações não corrigem nada.
 

Nande

Well-Known Member
#23
Update para não nos sentirmos na cauda :): No Canada demoram mais de 2 meses a resolver este problema :eek:
Esta discussão no fórum internacional vai em 399 posts com 83 participantes e 45.000 visualizações, o que não é uma boa notícia; muitos ciclistas com este problema.
 
#24
Já agora, só para baralhar um pouco mais: nos EUA, preenches o formulário online e 48h depois tens as peças em casa para fazeres a troca.
Em Portugal são cerca de 3 semanas sem roda :eek:
Independentemente de qual é o melhor procedimento, o que me choca é a disparidade de critérios de país para país. Não faz sentido.
São políticas comerciais, não sei se obrigação legal. Os americanos se não forem bem tratados da próxima vez compram outra coisa qualquer, nunca mais a marca os apanha.
Quanto às obrigações legais de direitos de consumidores, tenho a dizer-te que variam *muito* de um continente para outro. Lembraste do Diesel Gate - acho que foi esse o nome - com os motores a gasóleo da Volkswagen? Nos EUA tiverem de receber o carro de volta e devolver o dinheiro aos clientes :eek: Na Europa apenas foram obrigados a substituir o material "culpado", sendo que muitos carros depois perderam a fiabilidade que tinham :mad:

Cada vez sinto-me mais tentado a não enviar a minha roda (que está funcional) até ver o que isto dá, já que algumas das reparações não corrigem nada.
If it's not broken don't fix it! Aguenta-te até perto do fim da garantia da roda, aí então pedes a troca
 
#25
Update para não nos sentirmos na cauda :): No Canada demoram mais de 2 meses a resolver este problema :eek:
Absolutamente anormal! Bastava enviar para lá um contentor de peças e o importador que trocasse as peças. Acho que nunca mais vão voltar a vender rodas de substituição/upgrade nessa parte da América