Acumulado

#3
se a volta for circular... começando e acabando no mesmo ponto de início. teoricamente o acumulado será idêntico, fazendo a volta por um lado ou por outro. Mas pode custar mais fazer num sentido do que noutro... depende da topografia e do sentido do vento....
 
#6
Epá, pois, também assumi que sim.

Diria que, na realidade, tem de ser exatamente o mesmo, ao milímetro até :D embora os equipamentos possam registar algumas diferenças (marginais ou não).
 
#7
Vai ser exactamente igual.
O acumulado é apenas uma diferença de cotas, se o ponto final é o mesmo do inicial, o que se sobe é sempre o mesmo do que se desce.

As diferenças virão do erro inerente ao aparelho de medição, que por muito fiável que seja vai ter erro de medição, mais que não seja tem sempre o erro da histerese.
Os GPS não são muito precisos devido a uma quantidade de factores, quer do hardware quer do software quer do erro introduzido, mas não vale agora estar a falar neles.

O que pode ser bem diferente é a dificuldade em cada um dos sentidos.
Imagina que vais da cota 0 ( zero ) sobes aos 1000 metros e desces até ao ponto 0 ( zero ) novamente, sem mais descidas ou subidas, o acumulado vai ser de 1000 metros, qualquer que seja o sentido.

Agora se num dos sentidos sobes os 1000 metros em 7 km ( +/- 15 % inclinação ) e depois desces em 25 km ( +/- 4 % ), esse sentido vai ser muito mais duro que o outro e até deves fazer o percurso maior em menor tempo.
 
#8
Esqueci-me de mencionar um ponto importante: com o ponto de chegada e partida serem os mesmos nas duas voltas.
No entanto, creio já estar esclarecido. Entendi a possibilidade de custar mais por um lado do que por outro. É lógico.
Obrigado a todos.