Whistle MIWOK 1032D "a la carte" - REVIEW

#1
A pedido de várias "familias",
abro aqui o tópico da minha Whistle MIWOK 1032D "a la carte",
com o proposito de ir postando os upgrades, e também para ir fazendo review do "comportamento dela",
a bike foi comprada nova, em Agosto de 2010,
e foi tomada como um projecto a 6 meses, ou seja
propus-me a fazer vários updates, que partilho aqui nesta análise!




A nível de kilometragem, está com 740km, e zero problemas até à data!





- Quadro: Alumínio W8900, Whistle MIWOK 1032D, tamanho M;
- Suspensão: SrSuntour XCR 2011;
- Rodas: Byte Trecime MT, com chavetas de aperto Token TK230 - a trocar por Black Jack XC400
- Pedaleira: Shimano Deore FC-M590, com parafusos A2z;
- Desviador Frente: Shimano Deore ;
- Desviador Trás: Shimano XT;
- Corrente: Deore HG53;
- Cassete: Shimano Deore HG50 11-32;
- Travões: Shimano BL M-445;
- Discos: Ashima AirRotor 180mm frente; 160mm traz;
- Avanço: PRO XC-R Bart Brentjens 110mm;
- Manipulos: DEORE 2010;
- Punhos: MSC;
- Guiador: PRO XC-R Bart Brentjens Riser Bar
- Espigão do Selim: PRO XC-R Bart Brentjens Carbon;
- Selim: Selle Royal Mach; - a trocar por …….
- Aperto de espigão: Whistle; - a trocar por um mais leve!
- Pedais: Shimano M520
- Pneus: CST MTB 1.9 c/ camaras de ar CST GEL; - a trocar por pneus Schwalbe Rocket Ron 2.1


- Peso: 14200gr vs 16300gr (de origem) - pesado em balança digital
 
Last edited:
#2


Quadro – O peso pode não ser o melhor (1900gr/2000gr), mais coisa menos coisa, pois foi pesado em balança analógica, logo deve pesar mais que as 1900gr)
mas é um quadro que dá garantias no que toca à segurança (eu peso 85kg), sendo de se salientar a estrutura do mesmo,
que a meu ver, e por aquilo que tenho "pedalado", é um quadro com uma estrutura bastante rígida,
(mas confesso, mal tenha euros para tal, avanço para suspensão total, pois até o acho rígido de mais)!
Esteticamente falando, acho que não podia ser melhor, gosto de toda a conjugação de cores do quadro,
sendo que a mesma permite as mais variadas combinações de componentes, em suma a sua estética é apuradíssima, e apelativa!.



Suspensão – Já não é a de origem, passei de uma Sr Suntour XCMv2, para uma XCR de 2011 (nova por 70eur), mas para mim a diferença foi abismal,
fiquei surpreendido pela positiva com o seu comportamento, o seu curso é de 120mm, e já levou mta porrada sem nunca se "queixar".
A XCR apesar de possuir um regulador de pressão, mal se nota a sua variação entre (mais duro e mais mole). De destaque é o facto de possuir pop-lock, o que me tem feito muito jeito em estrada a caminho dos trilhos, e nas subidas mais acentuadas!
Os únicos pontos fracos que posso anotar, são mesmo o seu peso (2200gr), e a menor filtragem de pequenas irregularidades quando comparada com uma EPICON, por exemplo!
Agora quando comparado com a XCM (2600gr), parece que estou no céu!



Travões - Bem, com os Shimano BL-M445, até à data zero problemas!
Estão montados com discos Ashima air rotor, 180mm à frente, e 160atraz, eu peso 85kg!
Têm + ou - 350 km em cima, e o meu feeling sobre estes travões é que são pouco progressivos, ou seja, ou travam logo, ou não travam!
Não existe ali um intermédio, pois se apertar pouco a manete, não trava, abranda, se apertar mais um bocado trava logo a fundo!
A inicio para os meus 85kg, só com disco de 160mm à frente não chegavam,
mas a partir do momento em que meti 180mm à frente, a diferença foi abismal! (atrás nada a apontar), pelos 70eur que me custaram, foram um best buy!
Preço qualidade imbatível a par da pedaleira Deore!
Quanto á sua estética, está impecável, e então por 70eur, não vejo melhor opção!
E então quando comparados com os Tektro Novela (mecanicos) que equipavam a bike de origem, não existe comparação possível!
Na compra destes travões, ou bikes equipadas com eles, é só mesmo não esquecer,
que se pesarem mais de 80kg já é preciso meter disco maior à frente!




Periféricos – Quanto ao guiador, espigão, e avanço, cumprem bem a sua função, noto uns estalidos, por parte do avanço, em subidas em que a força é maior, mas julgo que sejam dos parafusos, quanto ao espigão, apesar do meu peso 85kg, e apesar de ele ser em carbono, tem-se portado á altura, não tenho razão de queixa, nenhuma!
É ainda de referencia que o material, PRO XCR (aqui em análise), já é uma serie de 2008, e ainda continua muito actual em relação ao seu peso e qualidade, já para não falar que em termos de preço, são uma pechincha quando comparado com material com a mesma qualidade e preço, mas mais recentes!



Quantos aos punhos da MSC, comprei-os pela sua estética, e tb pelo seu peso,
não são mt confortaveis ao toque, são duros, mas em compensação são aderentes que baste,
e o conforto é-me dado pelas luvas, por isso não me posso queixar,
e são bem mais leves quando comparados aos que a bike trazia de origem que tinham um diametro maior, e faziam-me adormecer as palmas das mãos!
 
Last edited:
#3


Transmissão – A pedaleira revelou-se a melhor compra que fiz até hoje, vale cada euro que custou, mt robusta, e mt suave quando comparada com a de origem (Shimano FC-M191 ),
os manipulos são Deore, mas acho que não estão à altura do desviador traseiro XT, acho q deveria trocar por uns SLX, ou mesmo XT,
pois noto uma maior lentidão nas passagens de caixa (traz), pois quando estamos numa subida acentuada,
está é um pouco mais lenta, (quando comparado com XT-XT).
O desviador da frente Deore, cumpre na perfeição a sua função, e acho que está aqui para ficar!
A corrente e cassete, acho que também cumprem a sua função, embora, a cassete seja bastante pesada (360gr), quando comparada com uma XT (256gr), logo é algo a trocar no futuro, mas talvez opte por uma SRAM.



Pedais – Os Shimano M520 são armas de arremesso pelo seu peso (380gr), mas são tanques de guerra pela sua robustez, aguentam porrada até mais não! E são de baixíssima manutenção!
RECOMENDO preço qualidade imbatível!



Rodas – têm aguentado com o meu peso, e não se queixam, possuem uma estética muito apelativa,
aliás acho mesmo que esse é o seu ponto forte! (e talvez o que me deixe com mais pena de as trocar),
mas o seu peso, 2200gr, é sem duvida um factor negativo, daí (as rodas) serem algo a rever em futuras modificações!
De referência que os cubos são da marca "Quando", e axo que não estão bem isolados,
ou seja, deixam entrar poeiras, sendo que sem a manutenção devida começo a notar um certo ruido vindo dos mesmos (ruido de ter acumulado pó) nas esferas!
Vão ser trocadas por umas Rodi Black Jack XC400.



Selim – o Selim é confortável que baste, mas no entanto é um selim pesado,
são 350gramas de puro conforto. É algo a rever numa futura compra!



Pneus – "São se arame", mas portam-se de maneira impecável em estrada, sendo super leves para rolar!
Já na lama, ou piso molhado acho que escorregam muito,
aliás, pelo piso deles notam-se que não são para grandes aventuras,
mas é também de referir que em 740km nunca tive um único furo!!! nota negativa para o peso dos pneus,
q acusaram quase 900gr, 880gr para ser mais preciso ( mas deve passar, pois foi pesado em balança analógica!) cada pneu!
Mas tb é um ponto a trocar, só estou mesmo à espera que rompam!


Peso: 14200gr vs 16300gr (de origem) - pesado em balança digital
 
Last edited:
#7
Olá vivas Luis, comprei-a assim (como está na foto que segue.... de referencia, q não tenho fotos dela de origem):


fonte: http://www.custojusto.pt/Setubal/1810054-Bicleta+BTT+Whistle.htm



Lista de componentes de origem:

- Suspensão - Suntour XCMv2 Alloy Suspension Fork with 100mm Travel and Preload Adjustment;
- Desviador traz - Shimano Acera 8speed
- Desviador frente - Shimano 0.50
- Manipulos - Shimano EZ Fire Plus STI Shifters and a Shimano 11-32 8 Speed Cassette Freewheel;
- Rodas - 26" Byte Trecime MT Black Double Wall 32 Hole Alloy Rims, 8 x 4 Spoke Pattern, with Alloy Shimano Quick Release Disc Hubs and CST Funes 26” x 1.95” Tyres;
- Travões -Tektro Novela, Cable Actuated Disc Brakes and Shimano Alloy Levers ;
- Pedaleira - Shimano FC-M191 42/34/24 Triple Chainset;
- Periféricos - Byte Alloy A-Head Stem with Byte Alloy Handlebars;
- Selim - Selle Royale Mach Saddle with a Byte Micro Adjust Alloy Seat Post;

- Peso - 16.3 Kgs


Esta bike foi "assumida" como um projecto a 6 meses, ou seja fui alterando componentes
transmissão passei de 8v (Acera), para 9v (XT/DEORE),
suspensão (trazia uma XCM, passei para XCR) , guiador, avanço, espigão (era tudo da Byte e passei para PRO XCR)....etc...
tudo com o menoir gasto de euros possivel!
Sempre tendo em conta o factor preço/qualidade!


Espero ter esclarecido eventuais duvidas!
Um abraço e boas pedaladas!
 
Last edited:
#8
Olha uma lanterna igual à minha ;)
Realmente esses pneus no monte ñ são a melhor coisa do mundo ñ.
Eu sabia k a XCM era pesada mas ñ fazia ideia de quanto.... 2600gr??? fico a pensar como ficaria a minha com uma forqueta de carbono ;)
Eu ainda ando a ver se faço a passagem para 9v, ver se agora no fim do mês já vem pelo menos o desviador xt para trás e mais uns miminhos para a minha 1052D, nomeadamente o aperto do espigão e o avanço.
Tem k ser devagarinho senão a Maria bate-me...lol

Abraços
 
#9
Selim, talvez venha um destes:



Pro-Lite Nanto Saddle
Peso - 220gr
Preço - €42.05

"How can we describe something as important as a saddle without generating thousands of words?

It’s true a picture speaks a thousand words and the Pro-Lite saddles are summed up in one word – comfy.

The pelvic bone is fully supported and cushioned, the prostrate area has the pressure greatly reduced and the ventilation is increased.

The rails are designed to not only support the saddle but allow flex and maximum strength. Designed to provide hours and hours of comfort, the only way you can experience this claim is to try one – you will not be disappointed.

• Professional Racing Saddle
• K10 Leather Cover Black
• Patented Double Density Base Technology To Eleviate Pressure Points
• Patented ArcTech Rail Mounting Technology To Absorb Shock
• Full Zone Cut for Comfort
• Chromo Satin Rail with index
• Super Light Foam
• Weight: 220 g"

Site: http://www.pro-lite.net/index.php?option=com_content&task=view&id=53&Itemid=46


Que me dizem?!
 
Last edited:
#10
a bike tá fixe,mas no entanto vejo algumas coisas que talvez estejam mal.por exemplo,nao percebo porque usas um espigao com recuo,para depois teres o selim todo chegado para a frente.selim este,que me parece,tem a frente demasiado subida,mas tambem pode ser da foto.esses parafusos que tens no avanço sao de quê?se forem de aluminio,e pesando tu 85kg,muito cuidado com isso!atençao que nao estou a criticar,mas penso que sao pormenores que merecem ser revistos,pois têm influência na tua segurança e conforto.

em relaçao a up-grades,esse quadro é daqueles que pede umas fulcrum ou umas rcz brancas e vermelhas.selim...um essax encaixa bem ai,mas requer alguma habituaçao,é um selim mais anatomico,no entanto,é tambem mais duro.mas tem um peso fenomenal para o preço.
suponho tambem,que esteja nos planos,comprar uma suspa melhorzita...uma branca ficava a matar.qualquer coisa como uma epicon,reba ou mesmo uma manitou r7!tudo depende dos €....

vai mostrando a evoluçao que a malta tá a gostar!
abraço
 
#12
E qual o "rendimento" do Velo Pro?
é "confortável" dentro do possível!?

É q efectivamente preço qualidade parece-me muito bom!
Já os Essax, referidos pelo Nuno Faia, têm um optimo aspecto, e em termos de peso nem se fala,
mas tb me parecem ser bem "durinhos"! Confirma-se!?

Quanto ao selim puxado para a frente, a inicio eu andava com ele em uma posição "central",
mas ao fim de pedalar 2h sentia uma dôr enorme no "fundo" das costas,
e sentia-me muito esticado, assim sendo fui testando várias posições,
até q cheguei à que achei mais confortável! Se bem que a culpa tb é do avanço,
pois ele é de 110mm, mas como foi usado, teve que ser, dai ele ter os parafusos em aluminio vermelhos
(que fazem um pequeno "ranger" a subir)!

Assim sendo acho que compensei com o selim, puxando-o para a frente!
Eu tento fazer o melhor com o mínimo de euros possíveis. :oops:

Quanto ao selim levantado, talvez esteja, talvez não,
axo que a cor dele (as riscas brancas) dão essa ilusão,
e tb por ele ser de "perfil" mais elevado…!

Brigado a todos pelos coments,
e em especial ao Nuno Faia que me fez repensar a posição de condução da bike,
e por me dar a conhecer os "ESSAX" que nunca tinha "ouvido falar"!
 
Last edited:
#13
se andas com essas dores,aconselho a usares este site para te ajudar: http://www.competitivecyclist.com/za/CCY?PAGE=FIT_CALCULATOR_INTRO&INTRO_LINK=NOREDIR

vais ver que te ajuda a encontrar a posiçao mais correta,a mim ajudou!
em relaçao ao essax,ando com um,e confirma-se que é durinho,mas como é anatómico,só me faz alguma impressao,quando já nao ando há muito tempo,e depois pego na bike faço uma volta de 40km,ai sinto umas dores.agora se for alguem que ande regularmente,penso que seja um muito bom!
os velo,sempre ouvi dizer que sao muito confortaveis!

esses parafusos no avanço,se fosse eu tirava!é que se por acaso se partem....nem quero pensar nisso,amigo!

abraço
 
#17
boas
Ora tambem vou dar aqui a minha opiniao e dar umas dicas, que podes ou nao levar em conta.
Assim sendo os selins tem a ver com o seguinte ditado cada cu sua sentença, o melhor e pedires a amigos e conhecidos que te emprestem os deles para ires experimentando.No meu caso todos falavam do phenon da specializzed, selim este que custa 120€, 3 amigos meus tem e dizem ser o melhor selim, experimentei, so consegui fazer 1 ou 2 km, as pernas roçavam na ponta aquando da pedalada.Comprei um sella italia slr gel flow, para mim o melhor selim, para os meus amigos e muito estreito e duro.A conclusao que tiro do slr e que e um selim que deve de ser usado pelo menos todas as semana 1 vez, se assim o fizeres o rabo habitua, ja cheguei a fazer 130km com ele no mato e nao fiquei dorido, mas se estiver 2 semanas sem andar, fazer 60km ja se nota um pouco.Por isso se tiveres oportunidade experimenta alguns.
Falas que devias ter optado pelos shifters das mudanças uns slx ou xt, ja pensaste nuns sram atack?Sao os rotativos que dao com o teu desviador traseiro, pois este modelo e feito para dar com os desviadores das shimano, na minha opiniao que ja tive deore, deore lx, ja experimentei em bikes de amigos slx e xt, os rotativos sao de outro campeonato. Caso tivesses desviador traseiro invertido (nao e o teu caso, pois da para ver na foto) entao ai ainda ias delirar mais, ias levantar as maos ao ceu e agradecer tal compra, pois e uma conjugaçao para mim perfeita, mas mesmo com o teu e muito bom.Os meu amigos quando comprei os meus diziam isso e das bikes do supermercado, que nunca iam usar, riam se, conclusao deixeios andar com a minha bike, uns km, para passarem por varias situaçoes, passado uns dias estava a montar iguais nas bikes deles.
As rodas, como dizes sao bonitas, tem um enraiamento muito fixe mesmo, mas sao pesadotas, podes optar por umas mavic ou fulcrum, isto em termos de fiabilidade mais que comprovada, em termos de peso nao esperes muito pois o maximo que ias tirar com estas eram umas 250g (posso dizer te que tinha umas que me custaram 400€, e para tirar 370g comprei umas de 700€) podia ter gasto o mesmo das primeiras e tirava 500g, mas depois prendia se a fiabilidade, por isso nao vas muito pelo peso nas rodas, vais mais pela fiabilidade.Dentro das marcas que te falei tens as mavic crossride e nas fulcrum as red metal 5, as de 2011 pesam mais 85g que o anunciado pela marca, as crossride nao sei.
Nos pneus e que tens o grande trunfo, podes retirar 1 kilo a bike, depois de comprares rodas novas transforma as em toubless e monta pneus de kevlar em vez dos tradicionais de arame que sao baratissimos, os de kevlar sao um pouco mais caros.Tens carradas de pneus a escolha, para mim os meus pneus sao os rubena, baratos, bons e leves, abaixo das 500g cada isto em versao toubless que sempre sao mais faceis de vedar com o liquido que os de kevlar.
Vou criticar agora a tua escolha de teres trocado a tua suspensao, pois trocaste por uma quase igual, a xcr e uma suspensao boa, mas ate apanhar agua, se apanhar muita agua vai começar a ficar muito aquem das espectativas, digo isto com experiencias de amigos meus, deverias ter juntado mais uns trocos e comprado uma epicom, que em relaçao a de origem retiravas quase 1 kg e por vezes arranjam se pelas lojas online abaixo dos 130€.
A minha opiniao a estetica tambem gosto bastante da decoraçao, em relaçao as tuas outras escolhas foram boas.
E um discurso um pouco longo, mas espero ajudar, posso dizer que aqui se aprende muita coisa, eu tenho uma bike de suspensao total com 10750g pronta a rolar, o que e muito bom, sem entar em grandes exageros, quer dizer as rodas foram a peça mais cara, ate mais caras que o quadro ja com amortecedor, e este foi novo e em loja fisica ca em portugal.
 
Last edited:
#18
Muito bonita a tua bike!

Se estás a pensar fazer melhoramentos na mesma, deves fazê-los somente quando esse material der o "peido mestre". Até lá, usa e abusa...

Efectivamente há componentes que podes escolher aquando da mudança que vão retirar bastante peso (caso seja essa a tua ideia).

Exemplos:

- suspensão: se optares por uma Epicon, já retiras umas valentes gramas e ficas com uma suspensão de gama bem melhor que essa. No entanto, usa-a até não dar mais, pois vendê-la em 2ª mão nunca será muito bom negócio... E assim vais poupando para uma melhorzita.

- rodas: quando essas estourarem, podes sempre optar pelas famosas RCZ. Já tive umas (e peso 89kgs) e aguentaram bem comigo. São ultra-leves e com uma relação preço/peso/qualidade imbatível.

- pneus: esse devem ter chumbo!!! Há por aí várias soluções.... Eu tenho Schwalbe e estou satisfeito. Há inúmeros modelos consoante o tipo de uso e só sabendo o que pretendes é que se pode opinar. Também já usei os Maxxis Larsen TT e são muito polivalentes. Baratos e bem mais leves que esses.

- periféricos: essa gama da PRO não é a mais leve que conheço. Consegues arranjar no estrangeiro (Oriente) espigões, avanços e guiadores de carbono leves, baratos e fiáveis.

- parafusos do avanço: cuidado com a fiabilidade dessa opção! Se não forem os indicados para usar nos avanços, é muito perigoso! Cautela!

- selim: como já foi dito, cada "real" cada sentença.

- travões: experimenta adquirir umas pastilhas KoolStop para veres a diferença. Esses travões são pesados, mas se estiverem bam afinados e com umas boas pastilhas, fazem bem a sua função...

Concluindo, e caso seja essa a tua opção, quando fizeres alguns upgrades à bike, podes contar com a malta para opinar e baralhar ainda mais as ideias.

No entanto, usa bem o que aí tens e não te deixes levar pela onda das mudanças... Há coisas que às vezes não justificam a mudança, a não ser pela estética.

Boas pedaladas!
 
#19
Rodinhas chamine
muito obrigado pelo discurso, e não foi nada longo, li-o mt atentamente e vou ter em atenção os sram atack , pois nem os conhecia,
nem tão pouco sabia que eram compativeis com XT

Nuno Felix, o meu muito obrigado, pelas dicas prestadas aqui no tópico,
e pelo grande advice!

" (...) usa bem o que aí tens e não te deixes levar pela onda das mudanças... Há coisas que às vezes não justificam a mudança (...)",

palavras sabias de quem sabe como está dificil isto!

Mt obrigado a todos q deram dicas, ou postaram coments!!!



Agora lanço mais uma questão,
alguem sabe onde encontrar esta grade de bidão?
nestas cores,sem ser o de carbono!?



É que queria comprar uma, pois nas saidas mais curtas escusava de ir com a "mochila de camelo" às costas...

Nota: Já fui à bikeworld de Famalicão e não têm nem arranjam nessa cor!
 
Last edited:
#20
Boas Alexdj!

Bela bike que aí tens, com componentes bastante equilibrados.
Pneus a pesar 1kg...:fpalm:Tens que rever isso, encontras optimas propostas no mercado a preços muito simpáticos que pesam metade disso.

Só falta aí uma foto com os Bburagos como cenário.;)

Disfruta e vai postando as novidades.:yeah: