Upgrade 3x10 para 1x11

Hardskin

Well-Known Member
#61
Pensei que era o único por estas bandas a ver o óbvio... :D
Até tenho os olhos trocados com tanta "coisa" que por aqui leio :eek:

Vou pegar nos 40€ do sensor de cadência e comprar umas cervejas, para beber fresquinhas nos próximos dias de calor! :cool:
Negoci8er
Três perguntas:
1ª O que significa para ti, esgotar uma mudança?
2ª Consegues ir aos 61,6 km/h, em plano e só com a 32-11?
3ª Consegues atingir essa mesma velocidade, nessa descida mas utilizando a 32-14 (visto que para ti, basta dares mais cadência/rotação para aumentares a velocidade...)?

Ficarei satisfeito com as tuas respostas, sejam elas quais forem.
Bem haja e boas pedaladas. :cool:
 
Last edited:
#62
Negoci8er
Três perguntas:
1ª O que significa para ti, esgotar uma mudança?
2ª Consegues ir aos 61,6 km/h, em plano e só com a 32-11?
3ª Consegues atingir essa mesma velocidade, nessa descida mas utilizando a 32-14 (visto que para ti, basta dares mais cadência/rotação para aumentares a velocidade...)?

Ficarei satisfeito com as tuas respostas, sejam elas quais forem.
Bem haja e boas pedaladas. :cool:
@Hardskin
1ª Para este ponto não vou dar a minha opinião, porque não se trata de opinião (é um facto).
Quando temos um motor / ciclista "conectado" a uma caixa de velocidades, a velocidade vai esgotar quando o motor / ciclista não conseguir fazer mais rpm.
Com a mesma bicicleta um ciclista que consiga 160 rpm's conseguirá maior velocidade instantânea do que um que consiga 130 rpm's.

2º Não consigo.
Para o conseguir teria que ter mais força nas pernas (binário). Apenas o consigo a descer, porque, a gravidade ajuda e eu consigo elevar o número de rpm com menor força (binário).

3º Também não consigo.
Quando fiz o registo que partilhei recordo-me que aumentei a cadência no meu limite (ou muito próximo disso). Por isso pelas contas devo atingir com pedalada "solta" a exigir pouca força (binário) 160 rpm por uns breves e muito curtos instantes. Logo, com 32 x 14 atingiria 50.9 km/h no meu pico porque não conseguiria elevar a cadência acima das 160 rpm...

Hardskin, mas com disse anteriormente, isto pouco interesse tem para a "vida"! :cool:
O que interessa é desfrutar de cada volta que conseguimos dar!;)
 

Joseelias

Well-Known Member
#63
Epá, esta questão da cadência é muito fácil de resolver.

Arranjas forma de apoiar bem a bicicleta. Depois tiras a corrente da pedaleira para simular uma pedalada solta. Pões a gravar um video com foco na zona da pedaleira e de seguida pedalas o mais rápido que conseguires durante 10, 15 ou quantos segundos quiseres. Contas as rpm gravadas durante o periodo e extrapolas para 60 segundos (6x10s / 4x15s / 3x20s) para conseguires ver as rpm (rotações por minuto).

E "prontes" tens aí o tira-teimas. Até podes andar um bocado antes para aqueceres de forma a renderes mais e não te magoares. Não são precisos sensores de cadência para nada nem fazer despesa. Uma parede e um telemóvel chegam. Um pequeno vídeo e fica tudo resolvido.

Isto, se for uma questão importante para ti, que de resto não tens que provar nada a ninguém.
 
#64
Joseelias, a pedalada "solta" entenda-se com pouca força / resistência e não sem nenhuma...
Mas também acho que não tenho nada a provar a ninguém...
Partilhei a atividade apenas por curiosidade para quem a tivesse (atingir essa velocidade com 1x12).
Quem não acredita pode passar por lá e fazer a descida sem pedalar a 60 km/h ;)
Mas, note-se, o que fiz não foi absolutamente nada de mais! Qualquer pessoa que habitualmente ande de bicicleta e esteja habituado a umas pedaladas mais rápidas consegue, se se aplicar num curto espaço de tempo!
É absolutamente banal de se fazer!
 

Joseelias

Well-Known Member
#65
Epá a questão da força/resistência resolve-se com uns pesos presos nas pernas. Para ser uma experiência "cientifica" caseira completa podes optar por umas garrafas de água presa com fita-cola aos tornozelos. :p
 
#73
160 de cadencia..... nem no rolo sem atrito nenhum..... tenho prato 34 cassete 50-11, a rolar não consigo passar dos 45, por mais que pedale aquilo esgota.
@ruy tejay silva, este assunto para mim já está esgotado e nem ia responder, mas aqui vai...
Fazer 160 rpm nem se coloca em causa... Está publicado um video de um "artista" a fazer 182 rpm e pelo que sei nunca ganhou o Tour de França... Não é necessário ser grande desportista para o fazer... 160 rpm bastante mais fácil é!
Quanto a conseguir o não... cada um sabe de si.
O meu avô com 90 anos anda de bicicleta... mas não consegue fazer 160 rpm...
 
#78
É que já estou farto de apoiar estrangeiros (suponho que sejas Português).
Quando te poderemos ver em ação, ou ao lado do Avancini?
Ora bem...
Em ação podem-me ver pelos montes de Braga e arredores... ao lado do Avancini é que não sei se ele quer vir até aqui...? :cool:
 
#80
Em Braga não vais ser campeão do mundo.
Estava a falar de te ver em ação para campeão do mundo, mas enfim.
Todos nós somos grandes campeões...
Conquistámos títulos no nosso trabalho, nas nossas associações, e os mais importantes na família!
São estes os campeonatos mais importantes da vida! ;)