Specialized Hardrock Comp 2011

#1
Boas.
Adquiri recentemente uma Specialized Hardrock Comp, modelo de 2011, e visto que sou um iniciado no mundo do BTT venho pedir os vossos comentários e opiniões em relação ao equipamento da bike e eventualmente sugestões para futuros upgrades. Optei por uma hardrock por me parecer um bom quadro e portanto uma boa base para futuros melhoramentos.
A que tenho é igual à da foto, mas com as bichas dos travões e transmissão em branco, assim como o guiador (o que, por acaso, esteticamente não é muito do meu agrado).


Os componentes são:

QUADRO Specialized em alumínio A1 Premium
FORQUETA SR Suntour SF9-XCR-LO, curso 80/100mm, jarras em magnésio de 1 peça, coluna em alumínio, amortecimento hidráulico c/ bloqueio e ajuste de pré-carga, tara específica com o tamanho do quadro
AVANÇO Alumínio forjado 3D, elevação 10 graus, aperto 25.4mm
GUIADOR Alex, elevado, elevação 60mm, largura 640mm, recuo 8 graus, diâmetro aperto 25,4 mm
FITAS E PUNHOS Specialized Enduro, composto duplo em Kraton
TRAVÃO DIANTEIRO Avid BB5, disco mecânico, disco 160mm G2 Clean Sweep
TRAVÃO TRASEIRO Avid BB5, disco mecânico, disco 160mm G2 Clean Sweep
MANETES TRAVÃO Avid FR-5, alumínio, acção linear, para 2 dedos
DESV. DIANTEIRO Shimano Deore, braçadeira 34.9mm, top swing, bottom pull
DESV. TRASEIRO SRAM X-5, caixa média
MANÍP. MUDANÇAS SRAM X5-R trigger
CASSETE Shimano HG50, 9-velocidades, 11-34D
CORRENTE KMC X9 c/ Missing Link reutilizável
PEDALEIRO SR SunTour, eixo Octalink
PRATOS 44A x 32S x 22S substituível
EIXO PEDALEIRO Shimano BB-ES25, eixo Octalink, 68mm x 118mm
AROS Alex RHD, 26”, junção reforçada, alumínio de parede dupla c/ olhais, 32f
CUBO DIANTEIRO Specialized Stout Alumínio forjado, falange hi/low, selado, apoio maquinado para disco, 32f
CUBO TRASEIRO Specialized Stout Alumínio forjado, selado, apoio maquinado para disco, cassete, 32f
PNEUS Specialized Fast Trak LK Sport, 26x2.0", 60TPI, flancos em arame
SELIM Specialized XC, Body Geometry, largura 143mm

Obrigado desde já pelos vossos comentários :).
 
#2
Boas

Ha um colega meu que tem uma igual a tua e o que ele mudou logo foi os pneus porque segundo ele diz o da frente escorrega muito e do de tras nao agarra. Acho que esses pneus sao mais proprios para cidade mas nao tenho a certeza do que estou a dizer.

Quando vi a bike ao vivo a unica coisa que eu nao gostei na bike sao mesmo os travoes, para a bike que é acho que merecia bem uns hidraulicos!

Para ja o que eu lhe trocava era o guiador para um recto, os pedais/sapatos de encaixe e quando tivesses uns €€€ disponiveis era mesmo uns travoes hidraulicos.

PS: o colega que tem a bike igual é o david94, ela esta inscrito aqui no forum por isso ele seria uma das pessoas mais indicadas para te falar sobre o comportamento a bike nos trilhos.
http://www.forumbtt.net/member.php?42378-DAVID94

Agora é disfrutar bem dela e com o t€mpo ir fazendo uns upgrades ao geito da crise :p

BTT_é_VIDA
Boas pedaladas
 
#3
Eu trocava o pneu da frente, e ía rompendo esse atras.

Se tiveres €€€ melhora os travões para hidraulicos, embora ja ouvi dizer que esses travam muito bem.

Muda o que melhorar o teu conforto. o resto vai-se rompendo e depois vez, se achavas que funcionava bem, mantens da mesma gama, se achas que nao vale nada, quando tiveres de trocar metes um superior (refiro-me por exemplo a desviadores etc).

Isto porque por vezes os componentes tem preços muito diferentes, mas têm a mesma durabilidade apenas varia o peso (pouco) e o preço (muito)
 
#4
Sim, os travões mecanicos até travam bem. Como ainda não ando muito a abrir não noto muito a falta de hidraulicos, apesar de, quando a comprei ter essa opção por mais 100€. Adiei isso para mais tarde.

Já encomendei na net um guiador diferente. Foi especialmente pela estetica, porque não gosto nada do branco, mas aproveitei e comprei com um rise de 30 mm (o que vem tem 60mm).

Na primeira experiencia em trilhos, é verdade que andei nuns sitios com alguma gravilha solta, mas realmente achei que o pneus de trás derrapava demasiado a subir. Parece-me que os pneus não são completamente para cidade, porque ainda têm um rasto jeitoso, mas realmente não devem ser grande coisa. Como ando muito nas margens da barragem do Castelo do Bode e aquilo a subir é só pedra solta, talvez altere mais tarde os pneus e talvez até para uns ligeiramente mais largos, 2.10 ou 2.25, que acho que o peso não deve ser muito maior... Suponho que isso tenha alguma influencia na tracção, não?

Obrigado pelos comentários! :)
 
#5
Boas

talvez altere mais tarde os pneus e talvez até para uns ligeiramente mais largos, 2.10 ou 2.25
Penso que 2.25 ja é muito porque para BTT ate pode nao o ser mas depois quando fizer trilhos mais rolantes e alcatrao ai isso vai-se notar muito eles a prenderem. Penso que o 2.10 é mais que suficiente, uns 2.00 ja chega mas cada qual sabes de si. O peso de um 2.10 para um 2.25 nao deve de ser muito grande.

Se calhar vou dizer alguma babuseira mas caso seja corrijam-me sff, o tamanho de pneu tambem tem a ver mas vezes usa-se um pneu mais largo a frente para a traçao ser maior/melhor mas o tipo do rasto do pneu tambem conta muito para o assunto.

Espera ai por mais umas resposta e pode ser que alguem te aconse-lhe uns pneus bons para pedra solta.

BTT_é_VIDA
Boas pedaladas
 
#7
Eu gosto bastante desse pneu atrás, ja tive um desses numa bike antiga. Agora tenho o Fast Track S-Works 1.9, tem cerca de 150 km e estou a gostar muito do pneu. Para a frente recomendo o Specialized The Captain, o melhor pneu que já experimentei.
 
#9
Boas...

Eu vou iniciar no BTT com essa bike a de 2012, espero :) ja a tenho a aguardar por mim neste sabado...
Boa escolha para iniciar? Alguma dica de melhoramento fora a questão dos pedais de encaixe, vou primeiro testar com os pedais sem ser de encaixe e depois mais tarde investir em uns de encaixe...
 
#10
Embora seja apenas um praticante de fim de semana (e nem todos), acho que já posso fazer um pequeno comentário a este modelo... :)

Até agora, o upgrade maior que fiz foi a mudança do guiador para um que, não sendo recto, é bastante mais plano. Aproveitei e completei essa mudança com punhos novos e barends, que devo dizer, fazem uma grande diferença. :)

Também reconheço que os travões hidraulicos tinham valido a pena... Em certas descidas em Sintra, p. ex., sinto que não tanto a potencia, mas a precisão e repartição da travagem seriam bastante mais fáceis com uns hidraulicos.

Ainda não investi nuns pedais de encaixe, especialmente porque acho que tenho que me preparar psicologicamente para uns tralhos iniciais, mas montei uns estribos de resina nos pedais de plataforma, que sempre fazem com que o pé vá melhor colocado e não tenha tanta tendencia a andar a "passear" pelo pedal.

A suspensão até me parece ser o melhor componente desta bicicleta. É confortável e absorve bem as irregularidades. Também é verdade que talvez nunca tenha experimentado uma melhor, mas esta parece-me boa! :)

Já a transmissão... Pronto, digamos que já não está tão afinada como no inicio... :) Mas acho que nesta gama também não se poderá pedir muito, não é?

De uma maneira geral, estou contente com a máquina... Claro que depois de começar a explorar o material (e os trilhos), nos começamos a aperceber que certas coisas poderiam ser melhores, mas para uma bicicleta destas, de entrada e tendo em conta a relação preço-qualidade, tem-me servido bem.
 
#11
"A suspensão até me parece ser o melhor componente desta bicicleta. É confortável e absorve bem as irregularidades. Também é verdade que talvez nunca tenha experimentado uma melhor, mas esta parece-me boa! :)"

Bem, decididamente ainda não deves ter experimentado uma melhor que essa que tens (Suntour XCR?). Estou completamente contra o que disseste. Bem que mais vale ter uma suspensão dessas, gama baixa, do que nao ter suspensão nenhuma... No entanto, não acho, de todo, que ela absorva as irregularidades. A questão do conforto está muito relacionado com a absorção de "falhas" do terreno (não fôssemos nós BTTistas) e, outra vez, discordo contigo. Já tive problemas com a minha, tenho as bainhas a perderem a cor tambem (falta de responsabilidade da minha parte??) e acho que é um dos piores componentes da bike. As mudanças nunca me deram problemas, continuam afinadinhas após umas quantas meias-maratonas e muitos passeios e estravaganzas e o quadro, esse, é lindo.

Assim que comprei a bike e dei uma volta de 20km pelo mato, mudei de imediato os pneus... Ou é do meu peso (75kg) ou mesmo deles, não me transmitiram segurança. Pelo contrário, valeram-me 2 quedas sem problemas maiores. O da frente escorregava. O de trás deslizava numa subidinha. Emfim. De seguida, foi guiador. Odeio guiadores elevado, tanto pela estética como pelo conforto que me transmite. Estou melhor com um reto.

Tenho andado pouco com ela por limitação física mas está pronta para algumas provas ou passeios que possam vir a aparecer.
Se gostares de BTT, experimenta ganhares alguma força nas pernas e aventurares-te nuns passeios mais compridos e meias-maratonas. Vais ver que o espírito competitivo (e de lazer tambem) vão infetar-te de imediato.

Cumprimentos e bom proveito com ela :)