Shimano Alfine SG-S501

#21
Excelente análise!
Ando cada vez mais interessado nestes sistemas mais «limpos», em alternativa à fiarada toda do costume.
Este sistema, o 1x9 (foi por esse tópico que vim ter a este) e principalmente as SS começam a interessar-me cada vez mais. Tenho pena de ter vendido a minha bicicleta anterior, senão já tinha experimentado uma destas soluções. Falta-me é pernas para subir sem a avozinha, mas isso é outro problema.

Estes tópicos de pessoal que pensa fora da caixa, como se costuma dizer, são os mais interessantes do fórum, parabéns aos users que os colocam!
 
#22
estive o mês passado de férias no luxemburgo e arredores, e num dos meus passeios por lá, vi uma bike com um cubo destes (não sei se era mesmo o alfine, mas o sistema era mesmo bastante parecido) e uma transmissão de correia, num tipo de City bike toda XPTO, com um quadro espectacular azul claro, mas não tinha autocolantes, por isso não sei se era algo de marca ou linha branca...
Perguntei ao dono como se portava o sistema e ele respondeu (num inglês pré-histórico :mrgreen: ) que fazia agora no verão mais de 300 km por semana com ela e que já a mulher está á espera de uma igual, porque não tinha manutenção, era montar e esquecer...

Quem sabe, quando tiver uns trocos não invisto em algo do género, para ir para a universidade, etc...

Quanto á tua análise, 5*, como sempre... se ainda ao menos alguém de certas revistas tivesse tamanho bom senso e competência... 8)
 
#24
O modelo da SRAM mais equivalente ao Alfine é o i-Motion 9.

A informação mais importante pode ser encontrada aqui:

http://hubstripping.wordpress.com/i-motion-9-sram/

Tem mais uma velocidade que o Alfine, tem um alcance total de 340% (mais 34% que o Alfine) e as mudanças têm espaçamentos relativamente constantes (o Alfine tem saltos mais irregulares)
A montagem/desmontagem da roda é mais fácil porque tem um sistema de encaixe rápido de cabo, coisa que o Alfine não têm

No entanto, é mais pesado 400 gramas que o Alfine e os relatos que se lêem pela net não abonam muito a favor da durabilidade no uso em BTT

Exemplo de relato:

http://forums.mtbr.com/showthread.php?t=440881

Well, I've given this hub a full chance, it's just not up to the stress of being on a mountain bike. The hub has water inside it from riding in wet/hosing it down, it's freezing up below 20*F. It makes horrible sounds while shifting under load...$450 is way too much for this hub/shifter, esp compared to an Alfine. Good luck finding parts like sprockets and dustcaps (dustcap needs to be replace EVERY time your pull the hub apart!). I'm moving it to a commuter bike, it needs a nice quiet life. I've installed an Alfine on my Jabberwocky, IMHO, it's the only low cost option for a mountain bike application.
I'd consider road touring/camping with this hub, just not able to take the torque generated by going off-road with a 32x20.
Para já o Alfine parece mesmo ser a unica opção prática (excluindo o caríssimo Rohloff).

O meu Alfine continua a trabalhar perfeitamente. A única manutenção que tem requerido é um periódico retensionamento do cabo.
 
#26
Andei bastante à chuva mas submergi-lo está completamente fora de hipótese. O conceito daquilo é lubrificação por massa e os vedantes são relativamente simples, pois a massa adere aos componentes e não foge facilmente. Se o meter debaixo de água, com a pressão de certeza que vão parar lá dentro uns centilitros de H20 e o cubo terá que ser aberto para trocar a massa (que se degrada bastante com água) O Rohloff é lubrificado em banho de óleo, logo usa vedantes de labirinto muito mais complexos para impedir que esse óleo venha parar cá para fora. Isso também faz com que seja bastante resistente à entrada de água.

Não é algo que me afecte muito. Odeio meter qualquer bike debaixo de água. A água é um veneno para rolamentos, promove a corrosão etc... É sempre melhor escolher passagens com agua pouco profunda ou usar pontes. :)
 
#28
Depois de mais algum tempo, um pequeno update na durabilidade do Alfine:

Houve uma pequena falha técnica, no prato plástico que protege o carreto de 18 dentes e "guia a corrente". Ao longo das várias voltas o prato foi ficando deformado e torcido pelos impactos de paus e outros detritos que ocasionalmente passam naquela zona. Chegou a um ponto em que o plástico torceu de tal forma que se meteu entre a corrente e o carreto durante uma volta, fazendo a corrente saltar.

Tive então que recorrer à ajuda de um canivete para rapidamente remover a secção danificada do prato plástico e poder continuar a pedalar sem interferência.



Este prato plástico é cravado ao carreto com uma espécie de rebite plástico. Para resolver o problema, bastou-me pegar numa faca afiada e cortar essas 6 patilhas plásticas.



E pronto, agora o carreto está livre no cubo, sem a obstrução de uma peça plástica que é fraca demais para o uso intensivo em BTT.

Fora esta pequena questão, o cubo continua a funcionar na perfeição. Basta tensionar o cabo periódicamente para usufruir de mudanças rápidas e sem falhas.

ragsfigueira said:
Onde se pode comprar o kit completo do Alfine?
Penso que pode ser comprado em Portugal pelo importador, mas também existem várias lojas online com ele. Bike-components por exemplo.
 
#29
350plus novidades em termos da fiabilidade do cubo há?
Algum problema até agora ou continua tudo perfeito?

O manipulo sempre meteste o do nexus, ou continuas-te com o da alfine?
 
#30
Esse plástico tem um aspecto mesmo foleiro... Se tivesse uma coisa dessas tirava-lhe esse plástico ainda antes da etiqueta do preço:p

...

Estes tópicos de pessoal que pensa fora da caixa, como se costuma dizer, são os mais interessantes do fórum, parabéns aos users que os colocam!
Tambem acho!:bompost:
 
Last edited:
#31
Bastante interessante mesmo. Tambem vi o Alfine na Bikemagazine deste mes mas com 11v, nem fazia ideia que se podiam usar estes cubos no btt e muito menos com tantas relações. Realmente este pessoal que pensa fora da caixa vai dando umas ideias 5*, uma ideia a ponderar muito brevemente.
 
#32
Eu montei um na minha bicicleta e .........

Ui ! . ... os manípulos RAPID PLUS SL-S70, funcionam de uma forma única.
As 11 velocidades são mais que suficientes para o off-road







 
#36
boas pessoal, alguem me pode dizer o custo total atual desse alfine 11v + kit + shifter? continua por volta dos 200€ ou já conheceu a troika?
qual o prato que andam a usar no pedaleiro?

excelente solução para single speed!

cumps
 
Last edited:
#37
Boas tardes? Alguém me pode dar feed back deste alfine?
Estou interessado em adquirir uma sistema desses , mas para a minha mulher(gosta de pedalar por estradões, alguns singles poucos técnicos, e uns passeios por ciclo vias e afins), mas ela não se entende com as mudanças da frente, juntamente com as detrás...quando dou por ela ás vezes, leva-me a corrente no prato grande e na cassete nos 34 dentes..enfim...acham possível montar isso, e uma senhora com "pouca " pedalada conseguir ter relações suficientes, para os passeios referidos acima?