[Rescaldo] PortalegreBTT Selenis SportZone 2007

#1
Ora cá estamos nós após uma maratona exigente. Fiquei mais uma vez convencido de que esta é sem duvida a melhor e mais bem organizada maratona que se realiza no nosso Portugal. Este ano em vez de fazer os 100km, fiz os 40km (54km). Gostei da dureza e exigência do percurso... como resultado 37º lugar, o que para mim foi muito bom. Mas, gostava de saber a opinião daqueles que estiveram ali. :D
 

tobias

New Member
#2
Boas

Eu estive presente pela 1.ª vez , fiz os 54km e gostei bastante do percurso, duro o suficiente mas não demasiado, em relação à moldura humana uma palavra: FANTÁSTICO, ver tanta gente junta para pedalar, é porreiro assim porque nunca se acabam as pessoas nos trilhos.

Uma palavra negativa para as pessoas que continuam a deixar o lixo nos trilhos, apesar de sabermos que a organização irá fazer uma limpeza no percurso, mas este não é o espirito do BTT

Boas pedaladas.
 
#3
Essa do lixo no chão nao entendo mesmo... eh pah.. o que custa meter o raio do papel no bolso? mais uma grama? va la pessoal, nao deitem para o chão.. que nao custa NADA!!!
Este ano, nao fui a Portalegre... Half Ironman de Lisboa... e bem... que coisa dura meu Deus :S lol
Abraços!!
 

kosta

New Member
#4
ola ppl

eu fiz os 107.. pode dizer se que foi bastante duro.. mas para o ano la estou de novo... organizaçao 5 estrelas, apenas tavam um pouco nervosos ao principio e qq coisa o sr que la estava exaltava se logo.. o percurso tava bem marcado, os banhos pelo k ouvi tava 5 estrelas tb, o jantar impecavel..
e a dispersao dos kuase 5000 mil foi feita de forma natural..
o meu resultado fikou bem dentro dos meus objectivos, parti a pensar nos 500 primeiros acabei nos 400 primeiros, para mim foi bom.
 

blitz

New Member
#5
Viva pessoal!
Sou mais um dos que decidiu (pela 2ª vez) fazer os 40/54 km. Como já estava á espera, foi espectacular porque foi mais um dia passado com alguns amigos, em contacto com a natureza, num sitio maravilhoso e no meio de cerca de 5000 bttistas. No entanto, para além do que referi e de naturalmente outros aspectos positivos, como foi o caso do almoço (a alhada estava 5*****), a marcação da prova, a assistencia pareceu-me que este ano estava melhor que o ano passado, existem outros aspectos que não me pareceram muito correctos, até porque, se noutros eventos podiam passar despercebidos, aqui creio que não há desculpa visto que já não é a primeira vez que isto se faz e segundo sei as pessoas que estão por trás de tudo isto, são pessoas com muita experiência nestas andanças. E vai daí que, pareceu-me exceessivo o número de pessoas inscritas e das duas uma, se querem aceitar todas as inscrições, tem que criar condições para todos porque todos pagam o mesmo, se não querem ou não podem oferecer a todos as mesma condições, deveriam restringir as inscrições a um número que dê garantias à equipa de que tudo irá correr da melhor forma. No que respeita aos banhos deviam e julgo que podem fazer muito melhor, no mínimo proporcionar para todos um banho de água quente. Relativamente ao início da prova, podiam resolver aquele emaranhado de bicicletas antes de entrar na terra batida, foi horrivel. Nas zonas de abastecimento, os que vão competir não são obrigados nem devem ser prejudicados pelos que vão passear, mas aqueles que vão passear também não deveriam ser incomodados ou prejudicados pelos que vão competir. Nas ZA podiam colocar mais lugares para deitar o lixo, nem parecia que era um evento onde participavam BTTISTAS.
Desculpem a seca.
blitz
 
#6
Eu fui pela primeira vez a Portalegre fazer o que diziam ser 107 Kms mas eu fiz 112 Kms o que me matou quando chegei ao ultimo reforço dos 90 Kms, não custava muito informar o pessoal se eram 112kms mas!!!!, sendo esta os banhos que tomei de agua fria no estádio e haver apenas na zona de partida uma casa de banho.
Quanto ao percurso achei duríssimo.
Mas o balanço geral deste invento é muito bom e possivelmente a repetir para o ano.
Boas pedaladas.
 

pjfa

New Member
#7
Aqui fica o relato do "Homem do Coiote" :mrgreen:

Saímos bem cedo de CTB - 6h00 e chagámos a PTG por volta das 7h00 já com algum pessoal - uns a acordarem, outros a chegarem...
O Varadero e eu ainda demos uma voltinha para encontrar mais "Borliu´s" e encontrámos o Mr. Lamb. Ainda vimos um outro companheiro com a Jersey e trocámos umas breves palavras.

Já na linha de partida, junto ao segundo arco da Vitalis, quem é que chegou ao pé de nós, assim de mansinho? O Sr. Administrador Ludos :rotfl:

Actualizar a conversa, observar a máquina fotográfica do Ludos e... esperar pelas 9h00 (deveriam ser umas 8h00).
É de condenar os "espertos" que, teimosamente, tentam furar por entre o pessoal todo com a seguinte frase: "O pessoal com quem eu estou, está lá à frente" :mrgreen:
Pois...
Adiante.
9h00 e... lá vamos nós.
O ritmo inicial foi de doidos. Só faltaram passar-nos por cima.
Aquele alcatrão todo deve ter provocado algum efeito no pessoal.
Mas, foi sol de pouca dura porque, à medida que voltávamos a entrar em PTG, havia já muita gente com sinais de fadiga.

Ainda parei num repuxo para tirar umas fotos enquanto a "caravana" passava.

Entrando na terra, propriamente dita, as coisas começaram a sair bem aqui ao "Homem do Coiote", estava a curtir à brava os trilhos, as suspensões estavam a devorar tudo - onde o pessoal se desviava, eu passava :mrgreen: - o dia estava excelente.

Chegado à separação dos percursos, parei, tirei umas fotos e via o pessoal passar quando... "Pifa" chamou o Aldo :mrgreen:
Foi logo motivo para mais uma sessão fotográfica improvisada - entregámos as nossas digitais a uma senhora para ela captar aquele momento.

O Aldo convidou-me para o acompanhar e... lá fui eu.
Bem, se querem passar umas horas a rir e a cantar, juntem-se ao Aldo.
Os momentos que passei na sua companhia foram uma festa.

Primeiro abastecimento e paragem para trincar qualquer coisa.
Mas conversa com o Aldo e mais risota :mrgreen:
Seguimos em direcção ao cume do monte (por alcatrão, claro) e, seguidamente, foi sempre a descer, e descer, e descer.
Como o pai do Aldo teve um furo, parámos para fazer monte :mrgreen:

Seguimos caminho até ao segundo abastecimento.
Antes de chegar lá, parei para fotografar o pessoal na passagem do único charco digno desse nome.

Próxima paragem: Zona de Assitência.
E aí: primeiro e único "frisson" do dia. Como a descida para a ZA era algo acentuada, dei por mim a sair de frente, levando as fitas comigo :mrgreen:
Foi só para animar os expectadores.
Ainda troquei umas palavras com o pessoal da Assistência - Equipa Albicastrense.

Adiante.
Ia eu a pedalar alegremente quando um BTTista me pergunta se tinha desmontas. Parei e emprestei-hos. Qual não é meu espanto quando ele diz que também não tem bomba e, a câmara de ar tinha-lhe sido cedida por um terceiro :wtf: Mas este pessoal vem para aqui assim à turista!?

É claro que nisto chega o Aldo e o seu companheiro e, mais uma vez, grande festa.
Eles andavam andavam à procura de não sei quem de Tomar :mrgreen:

Ainda tivemos o apoio do pessoal do Passeio Pedestre.

Concluida a ajuda a este amigo de Coimbra, segui caminho.
Quem é que, lá bem à frente estava à minha espera?
Pois, o Aldo e o amigo.

Aqui, eles estavam a ensaiar a letra para o concerto da Queima das Fitas do Porto :mrgreen:
Bem, lá fomos, eles mais rápidos que eu.
Já em PTG encontrei o Vald (o que produz excelentes desenhos)

E aqui, às 13h20, estou na fila para o check-out


O descanso das guerreiras :mrgreen:


Acabei o PTG com:
- 166 fotos [size=10pt]Ver Galeria: (http://www.slide.com/r/IIwYLgWXvj-QB85LEtgPODAD5RX9twOy?view=large)[/size]
- muita boa disposição
- 1 massagem :mrgreen:

Vê-mo-nos em Idanha :yeah:
 

kosta

New Member
#8
nao posso concordar com a historia dos banhos.. havia muitas indicaçoes de banhos pela cidade.. e tive cerca de 1 h na piscina dos assentos e nessa hora apenas 5 pessoas a utilizaram e tinha agua kente e estavam completamente lavados.. axo k este ano os banhos melhoraram e muito.. kt ao utilizador que falou em competir, se ler o regulamente pode ler la que a prova n tem cariz competitivo.. :mrgreen:
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#9
TOU QUE NEM POSSO :evil:

Lá andei a curtir os trilhos, com a máquina fotográfica à cintura, e se consegui aguentar a bomboca em PTG, tá visto que tenho nova companheira de trilhos :mrgreen:

Vi algumas caras conhecidas, outras caras cromas :lol:

No geral gostei, mas agora vou até ao Vale dos Lençois que tou KO, aqueles 107km e os 2640m de desnível acumulado vão-me garantir um sono de pedra :mrgreen: :lol:

Amanhã logo faço a minha apreciação do assunto e coloco as fotos online :wink:
 
#10
Após 4 PTG´s seguidos, este ano, só tenho uma palavra: DUREZA !
foi levar porrada até mais não, acho q o GPS do Vilela está a avariado, que a mim deu-me 110Kms...

pró ano há mais...
 
#11
A organização esteve muito bem, pena é que quem escolhe os percursos percebe muito pouco de btt a nivel de dureza! Foi um grande exagero a dureza e distancia da prova...
Estive na linha da partida e achei uma vergonha o que alguns atletas tomam "doping" ao ponto de se exibirem... devia existir controlo anti-doping para os primeiros lugares visto que os mesmos "alguns" até são mal educados a fazerem passegens por outros atletas.
 
#12
Boas,

Era para ter escrito alguma coisa ontem, mas não consegui tal era o empeno... Agora que já dormi (que nem uma pedra) aqui vai:
Em relação á organização: aquilo que nos habituou, muito bom.
Em relação ao percurso: volto a frisar aquilo que ando a defender há algum tempo, há necessidade de ter tanta dureza? será que a distância já não é por si só um desafio? é pena pois chega uma altura que já é sofrimento em vez de diversão pois infelizmente nem todos temos possibilidades de treinar todos os dias como fazem alguns e depois os empenos que fui vendo ao longo do percurso foram mais que muitos... Enfim, não havia necessidade, hum, hum...
Realçe positivo: apesar de ter havido engarrafamentos, acho que com 5000 participantes, foi aceitável e conseguiram escoar as pessoas.
Realçe negativo: banhos de água fria (não tive conhecimento de outros locais para tomar banho) e o facto de ter que fazer mais 4km para ir tomar banho depois da meta.
Conclusão: É sempre agradável, e dái o sucesso desta maratona, pedalar sempre com companhia. Agora se a dureza se mantiver não devo voltar pois começo a estar farto de levar empenos sempre que vou a uma maratona (Grandola, Montejunto e Portalegre) e para ir a meia dou uma volta com o meu GPS ou ao pé de casa.

Abraço, Fred.

PS: O meu GPS deu 106km...
 
#13
Fiz em 2002 e 2003, ambas as vezes terminei dentro do tempo limite, em 2002 cheguei as 6h da tarde e em 2003 as 6h30m, empenado dos ultimos mas consegui fazer os 1cento e tal km.
Este ano quando ainda tinha um 30km para fazer e por 10m ou o que foi fui informado em Besteiros que o control tinha fechado e que a partir dai já não contava para o "campeonato" fiquei um pouco triste, pois queria ter os agrafos todos no dorsal, mas pronto compreendo que com 5000gajos tenham que ser rigorosos no tempo pois é necessario fechar a tasca. MAs para pelo menos os empenados mais afoitos, aqueles que não treinam durante a semana e so andam nos fins-de-semana, e que não sei se são a maioria, mas são certamente muitos, podiam ter idealizado um percurso menos duro para ter mais pessoal dentro do controle. è que mesmo com 1 hora parado e com um percurso mais duro iria provavelmente teminar (até porque me estava a sentir bem) dentro do mesmo tempo de 2002 e 2003.
Mas pronto se o pessoal quer dureza que continuem cada um é que sabe o que gosta de sofrer e evidentemente do que é capaz, acho que para mim e apesar de me ter preparado, dentro das condições impostas de controle nunca mais conseguirem terminar é me fisicamente impossivel, por isso (e porque para fazer 5okm não vou até Portalegre gastar trotil) acho que é escusado participar, porque apesar de tudo gosto de acabar as coisas. Não deixa de ser incrivel é ver tanta gente junta é realmente espectacular

Un saludo

VL
 
#14
Olá:

Este foi o meu 4º Portalegre, desde a 1ª edição muito mudou, começando pelo número de participantes.. No 1º ano eramos pouco mais de 200 e poucos sabiam como abordar semelhante distância. Hoje tudo é diferente, há cada vez mais gente preparada para isto e muito mais.
Confesso que não aprecio particularmente eventos muito participados, mas dou os meus parabens á equipa do Sr. Vilela, acho que encontraram uma formula eficaz para lidar com uma partida não numeros. Cofesso que fiquei impressionado com a facilidade com que me libertei da confusão a ponto de poucas vezes me sentir "travado".
Quem acha o Portalegre demasiado duro aínda não viu nada! Ou anda distraío ou é melhor trocar a BTT por uma bicicleta de passeio!

Deixo tb uma palavra àqueles que gostam de tecer comentários à dureza dos eventos, distâncias, número de pedras nas descidas, etc. A essas pessoas digo, as Maratonas de BTT são assim!!! São longas, duras, têm pedras, têm pessoas com muito distintos andamentos e objectivos.
Quem acha que isto é demasiado duro, não deve simplesmente participar e escolher outro evento. Este tipo de coisas não merece sequer ser comentado, o percurso era de facto duro, mas foi igualmente duro para todos, havia de facto muita pedra, houve foi quem não se soubesse desviar delas.

Esta é apenas a minha opinião, mas no meu entender, isto sim pode ser apelidade de Maratona, não aquelas provas da taça com 80km que os melhores fazem em pouco mais de 3 hora. Essa é outra realidade, alguem entendeu catalogá-las de Maratonas porque alguem entendeu que essa era uma boa forma de promover o BTT de competição em Portugal, mas não é por isso que a verdae desportiva está em causa. Enfim, cada um escolhe participar no que mais gosta.

Eu dou 4 estrelas ao Portalegre 2007. Só daria a 5ª se metade dos participantes tivesse ficado em casa, mas isso é alheio à organização. Talvez aumentando a Maratona para uns 150km com 3.500m de desnível acumulado o Portalegre fiquei aínda melhor. Fica a sugestão ;-)

CN
 
#15
Olá pessoal do pedal.

Esta foi a minha 3ª participação na meia maratona, e cada ano que passa está mais dura para todos.
Acho que pelo menos a meia maratona devia ser mais light, pois é nesta que participa a malta que se está a iniciar, como pais que se faziam acompanhar de filhos com uns 10 anos. malta que gosta de dar uns passeios e apenas pode andar ao domingo...e mais uns como eu que dividem os domingos entre umas descidas de FR em Sintra e uns XC's com uns 40 km's.
Os que se inscrevem para os 100km concerteza que já fazem muito treino durante a semana e têm a noção que vão sofrer umas horitas...caso contrário, são masoquistas. :D

O minha ideia era divertir nos 54km, chegar, tomar uma banhoca e ir abancar na esplanada a vêr o ambiente espetacular que se forma no ponto de chegada. Isto foi cumprido apesar do empeno das 4horas que levei a fazer o percurso. Sem quedas, sem furos, sem cãimbras...(quase...se a ultima subida tivesse mais 100 metros não sei não).

De resto tudo ok, banho ainda morno, marcações nem eram necessárias, havia sempre pessoal no trilho, e a melhor passagem até já estava limpa de pedras :D.

Um abraço pela boa disposição do Sr. do Coiote, fui eu que lhe disse que tinha um bicho no capacete quando estava a ajudar a remendar o pneu +- km 40.
Ao corajoso que levou uma Santa Cruz de DH (pro ano talvez leve a minha Nitrous 10)
E todos os meus amigos .

V Grilo
 
#16
Ja agora eu sei bem o que dureza, fui militar numa tropa especial por isso sei bem o que é dureza.
È claro que o BTT não é para "meninas" ou é, é para gajos que podem treinar, e é claro que que um gajo que não queira pedra lama etc compra uma bicla de estrada.
MAs é verdade cque cada deve tirar as suas proprias conclusões eu não tenho nem vou ter (a ser que me saia o euromilhões) condições para acabar Portalegre DENTRO DOS LIMITES de tempo impostos por isso é porque não quero atrapalhar ninguem nem as organizações não vou so isso, porque isto da dureza é relativo como é obvio

Un saludo

VL
 
#17
Boas,

Não quero entrar em discussões pessoais, mas não gosto de ficar calado quando sou criticado pelas minhas opiniões (eu sei que não foi só para mim).
Sr. Claudio, é muito fácil dizer que "é só a minha opinião" quando não se respeita a opinião dos outros... Pois dizer que a dureza do percurso nem merece ser comentada é do minimo lamentável pois isto é o forum e toda a gente tem direito á sua opinião.
Não sabem o que é dureza??? O ano passado fiz a maratona de Mafra, Alte, São Brás de Alportel, Vila real, Monchique, etc...Este ano fiz Grândola, Montejunto. E acabei todas com mais ou menos empeno, agora não me posso pronunciar quanto a dureza dos eventos??? Eu tenho uma opinião acerca das maratonas que pelos vistos difere de algumas pessoas aqui do forum, mas também tem simpatizantes como tal agradeço que respeitem a minha opnião.
Se as organizações continuarem com este tipo de dureza, tudo bem, estão no seu direito, assim como eu estou no meu de comentar e não participar no futuro.
Não me quero alongar mais, mas não podia ficar calado.

Abraço, Fred.
 
#18
olá pessoal ! :D
107 kms... :p :twisted:. kem lá esteve sabe muito bem o que foi aquilo :mrgreen:... pelo o que estou a ver o pessoal ta ai no dilema da dureza e quanto a mim houve muita e foi o principal tema de jantar e muito poucos serão aqueles que nao admitem que ao fazerem os 107 kms nao verificaram um percurso dificil e extremamente duro. Mas pronto, quanto mais duro e dificil maior é o gosto de terminar.
Acho que a maratona teve um espectaculo: vistas de luxo, zonas de assistencia bem organizadas bem como os postos de controle em que em cada um havia pelo menos ai umas 7 pessoas o que fazia com que as pessoas nao perdessem muito tempo, o jantar estava muito bom.. apenas os banhos nao sei como estavam, porque como sou de ptg tomei em casa :wink:
Olhem eu gostei muito da maratona, foi convivio, nunca tive que parar por causa de engarrafamentos, andei em trilhos muito muito fixes, quanto a mim, hoje ainda nao porque estou muito empenado mas daqui a umas semanas estou pronto para outra! e como é obvio para o ano lá estarei !

abraço :)
 
#19
Eu não fui e nem me arrependo nada, mas gostava de dar o meu palpite.

Então o BTT é só para gaijos ? Não é para "gaijas" ?
É uma pena, e eu a achar que era para toda a gente.
E gosto de ver senhoras nos trilhos. Mas adiante.

Agora 5000 e tal inscritos e apenas 1738 acabam os 100 Km ?
Acho que está ai qualquer coisa mal explicada.

Com os 1840 que acabaram os 40 Km dá 3578, o que para um evento que se intitula da maneira que o faz, e que é contra o cariz de competição, acho são muito poucos a acabar.

Isso dá mais de 2000 desistências, o que eu acho muito.

Eu não vou lá, mas não é pelo preço, que até é bastante barato, caso contrário não estavam inscritos 5600 tipos, mas porque gosto de ir para os eventos NÃO COMPETITIVOS dentro desse mesmo espírito.

Para finalizar, se alguém se queixa alguma coisa lhe doi, e neste caso a avaliar pelas desistências, existem mais a queixarem-se do que os outros.

Eu pelo menos não gostava de ir para um evento destes e desistir. :evil:

Ou então como este BTT é apenas para alguns, eu optei por outro tipo de BTT, mas acessível e mais perto de mim, um passeiossito de 28 Km em Pinteus.

Não digo que não vá a Portalegre para o ano, ou depois, mas fico apreensivo em pagar para ir à festa do BTT e depois não criarem condições para TODOS SE DIVERTIREM, todos mesmo.
E eu a avaliar pelos relatos e números da organização, acho que isso não aconteceu.

Apenas o palpite de alguém que não foi. :wink:
 
#20
107KM?????? 110 SE FAZ FAVOR..........
teve tudo 5* ou melhor, quase tudo..... acho k era merecido 1 banho de agua kente.......
de resto parabens a organizaçao...........