Quando sangrar Sram?

#1
Boas,

além da versão oficial de que os travões Sram devem ser sangrados todos os anos, o que é que vocês sentem nos travões SRam que voz leva a concluir "Isto está a precisar de ser sangrado"?
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#5
eu não gostei dos LEVEL T. Tirei da bike e meti uns SHIMANO SLX. alem disso com oleo mineral é muito mais ecologico e facil efectuar a manutenção do que com DOT. O DOT é também altamente corrosivo.
Prefiro ter SHIMANO e estar descansado com a manutenção.
 

mack1

Active Member
#6
Os meus são os Deore e o meu travão de trás quando travo muito e em descidas muito longas fica duro como pedra, já aconteceu a alguém?
 
#7
eu não gostei dos LEVEL T. Tirei da bike e meti uns SHIMANO SLX. alem disso com oleo mineral é muito mais ecologico e facil efectuar a manutenção do que com DOT. O DOT é também altamente corrosivo.
Prefiro ter SHIMANO e estar descansado com a manutenção.
Eu tive Shimano, no início da descida travava bem, no fim era cada susto... Foi a sangrar, levou pastilhas novas, voltou igual. Comprei Avid BD1 - na RCZ - pelo preços de pastilhas novas.

Já percebi que sangrar Sram é um pincel... O mecânico há de resolver, quando for preciso.

Entretanto levaram pastilhas novas, umas Bengal orgânicas. Primeira volta, abrandam. Segunda volta, não travam bem nem travam mal - rima com Bengal! Mas como da 1ª para a 2ª volta troquei o disco de trás com o da frente, deixou de chiar à frente - e eu a pensar que o defeito era das pastilhas antigas...À terceira é que vai ser - a consagração das Bengal, ou a sua substituição! A Decathlon até tem pastilhas para estes travões, umas orgânicas e outras semi-metálicas...
 
#11
E isso não acontece o com a frente também? Discos e pastilhas são iguais à frente e atrás?
Provavelemente não acontece porque abusa muito mais do travão traseiro do que o da frente que nunca chega a sobreaquecer (O da frente também é um pouco melhor em termos de ventilação em relação ao traseiro) ao contrario do traseiro
 
#15
Então acaba por ser normal?
Se de facto apertas mais o de trás, não é normal mas é costume. Podias era passar a apertar os dois por igual - só aperto mais o de trás naquelas situações em que estou quase parado mas ainda preciso controlar melhor a trajetória. Em descidas longas, não.
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#16
usar os discos ice-tech ajuda muito... eu não uso pastilhas ventiladdas. e so uso pastilhas de resina (SHIMANO, e mesmo essas há com placas em aço e placas em aluminio, as de aluminio dissipam o calor mais rapido), não menos verdade que não tenho assim tantas descidas como isso...
 
#17
usar os discos ice-tech ajuda muito... eu não uso pastilhas ventiladdas. e so uso pastilhas de resina (SHIMANO, e mesmo essas há com placas em aço e placas em aluminio, as de aluminio dissipam o calor mais rapido), não menos verdade que não tenho assim tantas descidas como isso...
E as de placas de alumínio dissipam esse calor para onde? Para o sistema hidráulico? Não acho grande solução, quando se pretende evitar o aquecimento do óleo. Acredito mais nos méritos das pastilhas ventiladas. Melhor ainda, dos discos ventilados, e grandes.
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#18
Acredito mais nos méritos das pastilhas ventiladas. Melhor ainda, dos discos ventilados, e grandes.
Claro... eu não preciso das ventiladas, para o meu tipo de andamento... mas tenho discos ICEtech 180mm à frente e 160mm atrás. nota-se diferença para os discos em inox normais, mesmo que tenham muito buraco para dissipar.
 

mack1

Active Member
#19
Se de facto apertas mais o de trás, não é normal mas é costume. Podias era passar a apertar os dois por igual - só aperto mais o de trás naquelas situações em que estou quase parado mas ainda preciso controlar melhor a trajetória. Em descidas longas, não.
Acontece porque quando desce desce a sério e com terra solta, travar com o da frente só o necessário.