Prato - desgaste prematuro?

Daemon

Active Member
#22
Durante o meu passeio de Domingo, a corrente saltou do prato umas quantas vezes numa questão de poucos kms. Não sei precisar ao certo, mas seguramente umas 6~8 vezes!

É certo que as condições não eram as mais simpáticas, com alguma lama, mas ainda assim, não se se será normal.

Venho de uma 26 com 3x10 e não me recordo de aquilo alguma vez saltar, mas o desviador também devia ajudar nesse sentido.

Em monoprato é assim mesmo?

SRAM X01 - 12S
Isso não é nada normal!

Como já foi dito, verifica dentes tortos no prato. Verifica também se a corrente está encaixada corretamente no prato e se o elo rápido está bem montado.
 

Tommy

Active Member
#23
Obrigado a todos,

A bike é nova, tem menos de 60km, zero quedas, zero cacetadas (ainda!). Mas amanhã vou analisar a questão do prato para ver se identifico algo torto ou empenado.

Será que pode ser também a corrente comprida demais, logo com pouca tensão? Há forma de verificar isso com rigor ou é algo mais empírico? Mas lá está, não deixa de ser estranho vir assim da marca.
 

edununo

Well-Known Member
#25
Muito mas muito estranho numa bike nova.

Por acaso nao estavas com o desviador na posição aberta?
A pergunta até pode ser meia "estupida" mas sei lá....
 

Tommy

Active Member
#26
Boas malta,

Tal como suspeitava, não identifiquei nada empenado. A corrente também me parece ok..!

Por acaso nao estavas com o desviador na posição aberta?
Referes-te ao cage lock? Estava em posição normal, "destravado".

É a minha minha primeira experiência com SRAM e sinceramente não estou muito impressionado pela positiva, ainda para mais quando a bike não foi propriamente barata.

Vou dar mais uma hipótese e, se tudo correr de feição, conto fazer uns trilhos no fim de semana para ver como corre. Caso contrário não estou a ver outra hipótese senão entrar em contacto com a Canyon. :rolleyes:
 

Tommy

Active Member
#27
BTW: não poderá ser um acamar de corrente??

Isto é já a minha tentativa desesperada de encontrar um motivo plausível para isto estar a acontecer :)
 

Daemon

Active Member
#29
A corrente onde se encontra mais acamada/presa é quando a transmissão é nova... a partir daí é sempre a ganhar "folga" ;)

Tira foto e mostra. Desviador, prato, elo rápido, etc

Não acredito que seja o comprimento da corrente, as Canyon vêm preparadas de fábrica para andar.
 

Tommy

Active Member
#30
Assim farei quando tiver oportunidade, à luz do dia. Caso contrário vai ser difícil perceber o que quer que seja.

Embora ache que vou dar a minha voltinha antes de conseguir tirar as fotos. Vamos lá ver como a máquina se comporta..!
 
#31
Update:
Quase 30km feitos e a corrente não saltou uma única vez!
A única diferença que vejo e pode eventualmente justificar, foi a ausência quase total de lama desta volta..
Acham que pode ser isto a fonte do problema?
 
#32
A única diferença que vejo e pode eventualmente justificar, foi a ausência quase total de lama desta volta..
Acham que pode ser isto a fonte do problema?
em monoprato !?, dificilmente eu arranjo tal justificação.
Pode ter sido falha no desviador... a embraiagem não funcionou devidamente mais alguma pedalada no sentido anti-horario e pumba. ou isso tudo durante uma descida atribulada.
 
#33
Então não faço mesmo puto de ideia o que será! :rolleyes:

Mas também me custava a crer que fosse disso, porque o que não falta por aí são provas onde a malta só chafurda na lama e nunca vi ninguém com este drama da corrente a saltar do prato..

em monoprato !?, dificilmente eu arranjo tal justificação.
Pode ter sido falha no desviador... a embraiagem não funcionou devidamente mais alguma pedalada no sentido anti-horario e pumba. ou isso tudo durante uma descida atribulada.
Na verdade o que mais gosto são das tais descidas atribuladas, mas acho que nunca aconteceu aí, foi mesmo em pedalada "normal"..
 

Daemon

Active Member
#34
Já ando há 2 anos +- com X01 Eagle, a fazer Enduro (seja ao lado de casa ou Taça de Portugal) e a lama nunca foi problema, nem as descidas atribuladas.

Provavelmente da outra vez algo de muito estranho se passou, mas se já normalizou, melhor!