Pedaleira tripla - prato 32 dentes

#61
Bem, lá fui dar uma volta à serra. Faz-se, mas houve uma parede que tive de desmontar :(



Depois de algumas pesquisas encontrei isto por acaso! Uma cassete MSC 8V 11-40 em que ficava com este ratio mas provavelmente para aproveitar o meu desviador teria de usar um extensor do dropoff certo? Que dizem? :p

 
#62
Bem, lá fui dar uma volta à serra. Faz-se, mas houve uma parede que tive de desmontar :(



Depois de algumas pesquisas encontrei isto por acaso! Uma cassete MSC 8V 11-40 em que ficava com este ratio mas provavelmente para aproveitar o meu desviador teria de usar um extensor do dropoff certo? Que dizem? :p

Digo que uma k7 de 8V com essa relação tem uns saltos malucos entre cada carreto! Se é para gastar dinheiro, numa cassete nova e extensor de dropout, achava melhor gastar logo a pôr 1x11 ou 1x12, ou então gastar num pedaleiro com 2 ou 3 pratos (que deve ser a opção mais barata).
 

edununo

Well-Known Member
#63
Eu não me metia nisso.
Sou grande entusiasta do 1x mas tem de ser em condições.
1x11, 1x12 com bom range, com saltos equilibrados, sim sr.
Remendos como esse, não obrigado.
 
#65
Estou a adorar a simplicidade do 1x, mas assim não está funcional, ainda tenho de voltar aos 3 pratos como o tinha :(
Descobri que a minha corrente já tinha mais de 1,2 mm pelo menos a mais em cada elo, fruto de cerca de 1.500 km de maus tratos, por um ruído que começou a fazer nas mudanças intermédias, principalmente depois de uma lavagem. É uma clássica dos anos 90, em alumínio, mudanças de roda livre de 7 com pedaleira tripla (42x34x24). Mudei a corrente e para meu desalento as mudanças, que até esse momento estavam um mimo, começaram a saltar, principalmente no carreto pequeno (o de 14 dentes). Comprei um roda-livre novo, de 7 velocidades, e a coisa ficou muito melhor, a principio houve um salto ou outro muito pontual mas depois de cerca de 60km a corrente lá acamou e ficou perfeita de novo.

Apesar disso, comecei a pensar que estava farto de ser ultrapassado na estrada por essas máquinas de ultima geração, e que seria melhor se em vez de uma pedaleira de 42 pudesse ter uma maior para ligar com um carreto pequeno assim tão grande. Procurei, e acabei por comprar uma pedaleira tripla de 48x38x28. Ainda pensei que ia sofrer nas subidas mas para minha admiração, já tenho o conjunto assim há cento e tal kms, e estou muito satisfeito, noto um incremento bom de velocidade e nenhuma diferença no esforço de subida. Tive de montar o desviador da frente mais acima e afiná-lo para a distância dos pratos novos, mais curta. Ficou tudo a funcionar muito bem. O único senão é que somei 600 gramas ao conjunto com as pedaleiras novas com os cranques em aço, mas por 20 paus... Nem penso em descravá-la para pôr os cranques de alumínio. :p

Agora tenho de abater eu os 600 gramas, nos meus 85,5 Kg tenho margem (antes de pegar na burra tinha chegado aos 110kg, para 1,80m, tive de ganhar juízo). O que pesa mais no conjunto é o ciclista. Acho que vale bem o desafio, e é mais barato do que trocar o carreto roda-livre por uma cassete, que implicava troca de roda, desviador e talvez mais.
 
#66
Sim, no máximo de 15 em 15 dias tudo lavado e lubrificado.
Olá. Vim aqui vêr se buscava alguma dica para o mesmo problema que o teu... salta só no prato do meio. Depois de substituir corrente e cassete, nada mudou ou até ficou pior! Ao fazer a limpeza das esferas e cubo, notei um pequeno enrugamento na circunferência da roda mais próxima ao eixo e troquei a roda mantendo a corrente velha e cassete. Ficou tudo bem, apesar da corrente estar de facto toda marada (12.000 kms!!!). Espero ter ajudado.
 
#67
Olá. Vim aqui vêr se buscava alguma dica para o mesmo problema que o teu... salta só no prato do meio. Depois de substituir corrente e cassete, nada mudou ou até ficou pior! Ao fazer a limpeza das esferas e cubo, notei um pequeno enrugamento na circunferência da roda mais próxima ao eixo e troquei a roda mantendo a corrente velha e cassete. Ficou tudo bem, apesar da corrente estar de facto toda marada (12.000 kms!!!). Espero ter ajudado.
Podes explicar melhor qual era o problema na roda anterior?
 
#68
(...)notei um pequeno enrugamento na circunferência da roda mais próxima ao eixo e troquei a roda (...)
Boa tarde
Será possivel desenvolver um pouco mais ? Provavelmente está a ser difícil para mim conseguir perceber exactamente o que estava mal..:rolleyes: