Nada é eterno!! E os "Frigorificos" estão na moda :)==== FrigoSant

Brave :twisted:

A grade Rib Cage é eficaz. Ou seja: Prende bem o bidon, mesmo em terrenos mais agrestes, evitando que o mesmo salte "borda" fora.

Quanto aos riscos, os mesmos são inevitáveis. :wink:

Hasta.
 
O apontamento em vermelho na suspensão fica engraçado. Está muito boa! Parabéns!

Por acaso ontem vi ao vivo a do Ric-Santos, um colega cá do fórum e amigo meu, e realmente essa Scale 40 ao vivo é bem mais bonita.
 
Nada é eterno.... muito menos depois de passar um Comboio por cima. :mrgreen:

Está bonita, mas não inventes mto mais. Ou poderás tornar a Bela, num Monstro. Tipo Bike Xuning :lol:

MY
 
Com o aproximar do fim do ano, chegou a hora de realizar mais uma breve análise ao Frigosant. (Nome que surgiu por brincadeira, mas que ficou e ficará para sempre ligado a mim) Seja qual for o destino dele… (entenda-se quadro)

Eu gosto mesmo da Scale, já o disse por milhentas vezes! Até já chateia, até já cheira mal. E quando me virem na rua fujam! E para bem longe, senão ainda correm o risco de ir atrás de vocês a gritar:
A Scale é fixe! A Scale é fixe! :roll:
A Scale é “fixe” para mim, porque até ao momento foi o único quadro HT que andei verdadeiramente. Já me passaram alguns “catrapassos” pelas mãos, mas nunca deu para retirar as devidas conclusões.
Daí dizer que a Scale é fixe! É como o Soares, embora neste as peças de substituição sejam mais difíceis de encontrar. Para além de existir o grande problema, de como retirar peso ao Homem. :D
A minha relação com a Scale é de entrega absoluta. Ela está lá, e quando quero………monto-a!

Após a devida introdução, o que se segue, deve ser encarado e interpretado como meras opiniões pessoais da experiência adquirida, não na cama, mas sim em cima dela (bike) por esses montes fora.

É sem dúvida um quadro desenhado para competir, para subir rápido e descer ainda mais rápido.
Independentemente dos componentes que se coloquem, a posição de condução vai ser sempre agressiva, O que requer alguma habituação, principalmente nas voltas superiores a 40 kms. A posição racing, em nada ajuda para quem sofre da coluna, ou outros problemas relacionados com a PDI.
No entanto e após ter tido uma FS, optei por vender a FS e ficar com a HT. E a razão recaiu sobretudo, pelo rendimento e prazer que me dá pilotar uma Hard-Trail.
Tudo é mais simples, e tudo se torna mais interessante de fazer. Nas descidas técnicas, o amortecedor passa a ser o nosso corpo, a nossa agilidade. A sensação de estar sempre no limite do perigo, faz aumentar a adrenalina e com isto o gosto de pedalar.
Aliado a isto a tudo, o prazer de castigar o corpo.
O contrário se passa a subir, onde a Scale denota estar no seu terreno de eleição. Rápida, eficiente e eficaz. Haja pernas para manter uma rotação certa, e escolher uma boa linha de pilotagem
E é vê-las a subir no meio de calhaus, regos, e tudo mais.
Este já é o segundo quadro Scale que tenho. Em ambos, posso afirmar que a qualidade de acabamentos é boa. A pintura mantém-se impecável, e mesmo com as quedas que já dei, mostra ser um quadro bem robusto. As suas quase 1700 gramas também ajudam a isso.
Numa escala de 5, até este momento daria 4 à qualidade do quadro Scale (Eu não sou a BM que dá 5 a tudo) :twisted:



A transmissão toda XT, não me tem dado problemas. Tem funcionado maravilhosamente bem, sem requerer manutenção. Uso cabos de Teflon que ajuda também a um bom desempenho da mesma.

A Suspensão Fox RLC 32 100mm- É um espectáculo! Até agora a melhor suspensão que experimentei!

Os Travões Avid Juice Seven foram sangrados, e no da frente mudei de pastilhas.
O de trás está impecável, do da frente já não posso dizer o mesmo, Mas como ainda rodou pouco, a ver vamos.

Finalmente substitui o velhinho High Roller por um Maxxis Ignitor 2.1.



E depois de ontem, posso dizer que acho que fiz uma excelente escolha. Rola muito melhor que o anterior e tem muita mais tracção. Transmitiu-me muita confiança em terreno com areia e terra solta. Em pedra húmida, não consegui deduzir tão bem……………mas parece-me terem a tendência de fugirem um pouco da trajectória.
De resto, o piso que o pneu apresenta transmite-me confiança.



Pena o seu peso:



Uso 40 Psis. Como anti-furo uso 2 medidas do No-Tubes.

Finalmente resolvi de uma forma “arcaica” o tilintar dos raios das Mavic Crossmax SLR.
Podia ter enviado para a garantia, podia ter feito muita coisa…………mas decidi ser eu a resolver o problema.
Coloquei no último cruzamento antes do cubo, no ponto onde os raios se tocam, pequenos bocados de câmara-de-ar, para que o roçar dos mesmos, não provoque o tão desprestigiante barulho.



Já tive a oportunidade de ver as novas SLR, e a Mavic, alterou o ângulo de saída dos raios do cubo, para que estes não se toquem. Assim sendo, por apenas 1mm eles não se tocam.
Mas lá resolvi à minha maneira, e até agora parece que resultou. E nem se nota.

Fotos:









Mas foi Natal……….e claro está que o FrigoSant, fruto dos abusos da época engordou umas gramitas. É da chamada crise… :oops:

Gosto do branco! E depois de ter visto por aí, uma bike com uma coisa destas:



Achei por bem, colocar na minha também. O pior foi quando fui comparar o peso do anterior, e deparo com isto:



Toma lá 2 gramas de diferença, para aprenderes a estar quieto! :lol:

Mas o pior ainda estava para vir! :shock:

Tenho o Selim Selle Itália SLR XC em preto, mas cismei que queria um branco. E tinha tudo planeado para que assim fosse.
Mas numa visita a uma loja, deparei-me com isto:


PRO SELIM GRIFFON SL Branco







Com 185 gramas anunciados e com um preço marcado de 82 euros.

Pensei cá para mim:
“Mal por mal, mais uns trocos e vou para o SLR XC”
Mas lá a pessoa devia estar bem disposta, e atira-me com um desconto porreiro, ficando dessa forma o Selim por pouco mais de 60 euros.
Não hesitei, comprei-o.
Esteticamente agrada-me, tem uma boa construção, com cobertura em pele e carris em Vanox.
Vou ser a cobaia deste fórum na sua análise. :lol:

O mal estaria para vir, quando cheguei a casa. Das 176 gramas que tinha do SLR XC, passei para 198 gramas contra as 185 anunciados deste Pro.
Com a pressa de o montar na bike para ver como ficava, nem tirei fotos. MAS prometo colocar mais tarde.

Com isto tudo:
Toma que já almoçaste mais 22 gramas!

Ao todo, nestas duas alterações, emagreci a carteira e engordei a bike em 24 gramas! :roll:

Um tipo está sempre a aprender.
Mas aqui fica o resultado final:












Fotos em acção, estou à espera que um certo individuo que é agricultor, me as envie :twisted: :lol:

Branco mais branco…

Até para o ano, com 40 ou sem 40 :wink:
 
Tenho te a dizer que me saíste um cromo do caraças :lol: E não é por causa do branco! É por causa dessa vontade de empandeirares tudo para comprares igual :rotfl:

Mas estás de parabéns, estás com uma bike espectacular, depois de ler isto até tenho vontade de ter uma :assobio:

Ah, para não te sentires culpado por causa do peso do avanço, aconselho parafusos de titânio :mrgreen:
 
Oi boas sem duvida que tens ai uma grande maquina, também gosto bastante dessa geometria apresentada pelos quadros da scott...conservadores mas eficazes...parabens gostei...saúde e pernas isso agora quer é klms em cima...

Bom ano 2009
Cm
 
Comprei um banco exactamente igual a esse. Pensava eu que não haveria mais ninguém com um igual.

Ainda bem. :wink: Assim a análise poderá ser repartida. Para já, tal como dizes além de apresentar uma construção muito boa, eu notei uma diferença brutal de conforto. Parecendo que não, a extremidade aberta no meio, faz diferença. A geometria, pelo menos no meu caso, encaixou perfeitamente.

Fez ontem 8 dias, fiz uma volta de 50 km com grande exigência às pedreiras de Sesimbra, e no fim da volta queixava-me de praticamente tudo... Menos do traseiro. Como se nada fosse.

Estou bastante contente com a escolha. Agora o que não estava a espera é que o peso real fosse o que anuncias, divergindo por completo com o que o representante da marca diz. :s

Quanto a pneus, quando trocar as rodas, tenho exactamente essa montagem em ideia (larsen TT atras, ignitor a frente). Porque já li algumas reviews, e também porque fui aconselhado por malta da loja.

Aparte disto, a tua scale é linda de morrer! :mrgreen:

Abraço e boas pedaladas
 
Josant said:
Fotos em acção, estou à espera que um certo individuo que é agricultor, me as envie :twisted: :lol:
Só para calar um certo individuo vou dar aqui umas breves definições sobre uns temas muito interessantes. Sem querer rebaixar de qualquer forma a bela e dura profissão que é ser agricultor, eu sou engenheiro do ambiente... :twisted: :mrgreen:

wikipédia said:
Agricultura é o conjunto de técnicas utilizadas para cultivar plantas com o objectivo de obter alimentos, fibras, energia, matéria-prima para roupas, construções, medicamentos, ferramentas, ou apenas para contemplação estética.
wikipédia said:
A Engenharia do ambiente ou Engenharia ambiental é um ramo da engenharia que estuda os problemas ambientais de forma integrada nas suas dimensões ecológica, social, economica e tecnológica, com vista a promover o desenvolvimento sustentável.
Ao que parece os upgrades ficaram muito bem na máquina, mas... quero ver isso ao vivo e depois falo :mrgreen: :mrgreen:

Mas passando às fotos deste rider mesmo chato, tá sempre a dizer "eu gosto mesmo da scale" e "a scale é fixe" :twisted: :twisted:
Estas fotos são do ultimo MY_JO_FLO de 2008 (reportagem para breve, no cantinho do costume: "crónica de bikers"), neste caso o passeio foi por Ponte de Lima...


ó pra ele todo babadinho a tirar fotos à menina para fazer a análise... :mrgreen: :mrgreen:












Abraço parceiro e nem precisava de dizer, mas desbunda a máquina ao máximo :wink:
 
:lol:

Obrigado a todos pelos "comments". :wink:

Não pondero colocar mais nada em branco. (A não ser uns rotor da Hope) :assobio:

Penso que atingi o máximo do "xunning" :lol:

Hoje consegui dar uma pequena volta ( 2kms :oops:) só para sentir o novo selim, e a nova postura. Além de ter encurtado o avanço de 110mm para 100mm, inverti-o também.
Neste pequeno teste, deu para perceber que a frente está mais nervosa. :roll:, mas em contrapartida mais rápida. Ou foi fogo de vista...

Á luz do dia, gostei de ver o resultado final do conjunto. Estou babado, confesso...

Sr.Engº Agricultor de favas Floopi: Obrigado pelas fotos :venia:

Não mexo mais na montada :tretas:

As fotos à luz do dia:














Ps: Ninguém pode acusar este tópico de não ter fotos :lol:

Abraços

Josant
 
Sim, É verdade! mas a malta não se queixa, pois gosta-se é de ver o aspecto da menina.

Só um reparo. Então estás preocupado com o peso, e andas com um suporte de bidon? :p

A minha agua vai sempre na camelback :)


Eu também sou da tua opinião. Mais branco, não... conseguiste uma grande montada.. Deve valer bem os trocos investidos nela :)

Abraço