Mochila ou Alforges!?!

#21
Caros amigos do pedal,

Gostaria muito de agradecer os vossos amáveis depoimentos e experiências, sobre este tema !
Julgo ter ficado esclarecido. Só falta esclarecer relativamente a que tipo de mochila!
Gostaria de ver essas fotos ( do Fura-Bastos ), se possível, para ficar com uma ideia de como fica montado!
Obrigado a todos e boas pedaladas!:)
 
#22
Estive a ver as imagens dos porta-alforges da Old Man Mountain e fico na dúvida se algo a fazer força naquela "viga" superior da escora será saudável para a mesma.
Os da Topeak têm o problema de tenderem a rodar em torno do espigão do selim.

É uma chatice arranjar um sistema em condições para bicicletas de suspensão total.
 
#23
Olá
Como atrás tinha dito venho falar do meu teste drive ao alforge Porto / Fátima por caminhos de Santiago
1º Passeio simplesmente espectacular
2º Não aconselho alforge pois foi bastante duro para controlar a bike em trilhos técnicos nas paredes se não tivesse atenção virava para traz pois o peso estava tudo trás
3º Acho que para estrada deve ressoltar pois será sempre liso e plano
4º Da para levar mais coisas
 
#24
Boa tarde,

irei fazer os caminhos de Santiago, não sei o nome Técnico dele, é o que passa em Rates, Barcelos, Labruja,...
Contamos demorar 2,5/3 dias a percorre-lo.

Tendo eu uma FS, tenho a dúvida de utilizar Alforges ou Mochila.

Há pessoal quem só quer alforges, outros que só mochila,...
Como se trata de uma FS, o suportete/rack, terá que ser unicamente suportado no espigão. Pelo que tenho lido, já aconteceu a muita gente, esse dito suporte/rack estalar nas soldas.
Será por causa da má qualidade do material, será peso a mais,...?

Aconselharam-me e pelo que tenho lido os suportes e alforges da Topeak. Mas, para mim, tem uma condicionante negativa, que são os €€€€.
Suporte + laterais + alforge = +/- 150/175€

Quanto a mochila, aconselharam-me uma não maior que 20L.
Pesquisei e encontrei esta:
http://www.deca***.pt/PT/mochila-forclaz-22-air-216944374/
Na parte de trás, não chega a "colar-se" às costas, o que "evita" o incomodo da transpiração...

Quanto à mochila, tenho o receio que se torne desconfortável (devido ao peso, principalmente).
Quanto ao alforge, tenho medo que parta :)

Para quem já fez o tal caminho e para uma jornada de 2,5/3 dias, qual o peso da vossa carga?
 
#25
Eu fiz o caminho (esta semana) com uma mochila da decathlon,

Aconselho ou pelo menos quando voltar a ir vou de mochila,

Muito mais fácil controlar a bike, e se não quiseres levar a casa às costas consegues sempre manter um peso aceitável,

Vi pessoal nas subidas á rasca com o peso nos alforges e a sua posição na bike

Aconselho mochila, se quiseres saber qual usei PM

Não tive dores nas costas nem achei assim tao desconfortável, com o passar dos kmts se a mochila tiver bem posta habituas-te e depois nem sentes e tens sempre a vantagem de poder descer normalmente visto o peso estar em ti e não desiquilibrar a bike :)
 
#26
Bom dia pessoal, acabei de fazer o caminho na sexta feira passada, o francês desde Saint-Jean-Pied-de-Port a Santiago, em 10 dias. O ano passado fiz Porto / santiago e Fátima / Santiago.
A opção foi sempre a mesma, tal como já referi mais atrás. Mochila pequena + suporte de espigão com pequeno alforge. Optei assim por repartir a carga entre mim e a bicicleta que é de suspensão total.
Recomendo. Em qualquer das "viagens", sendo esta ultima de 10 dias, senti-me sempre bem e tive sempre mobilidade total com a bike.
 
#27
Bom dia amigos;

Estou completamente de acordo como CANSADO, já fiz dois dos Caminhos de Santiago ( o Português e o Inglês com Finisterra ) e também com alforges ( Maximo 5 Kg ) e mochila! Mochila essa que anda sempre comigo em todas as saídas ( Vaude 14 + 3 Litros ),mesmo as do fim-de-semana!
Espero ter ajudado coma minha experência, e BomCaminho! ( que saudades!) este ano não vou fazer nenhum caminho de Santiago,vou fazer Lisboa/Fátima/Porto.
Abraços:)
 
#28
Boas,

Pessoalmente prefiro o carrinho, é muito prático e ao fim de alguns km já não se quer outra coisa. O único senão são as torções nas escoras que ajudam a gripar os rolamentos mais rapidamente. Já fiz Rates-Santiago-Finisterra-Muxia, St. Jean P. Port-Santiago, Zamora-Santiago com carrinho e recomendo o uso. O preço não é muito convidativo (cerca de 200€) mas aquilo se for bem estimado dura uma vida. Já usei alforges que aperta no espigão e a experiencia não foi muito boa pois um amigo partiu o dele e tivemos que improvisar um bocado. Quanto à mochila não aprecio muito até porque evito sempre andar de camelback, apesar disso sempre levei o meu M.u.l.e. e mesmo com pouco peso (documentos, um impermeável, maq fotográfica, ferramentas e pouco mais) chegava ao fim do dia com os ombros doridos..
Este é o meu relato pessoal, há quem prefira outros meios de transportar o material, como se pode ler.
 
#29
Alforges sempre, que ainda a cheguei a pouco tempo da via algarviana feita com mochila e claramente as costas nao agradecem....
 
#31
Quando fiz o Caminho Francês em 2011 também tive a mesma dúvida. Acabei por optar pela mochila e foi sem dúvida a melhor opção. Não sofri nem um bocadinho (e eu ia bem carregado, uns 8.5Kg) e a opção pela mochila (juntamente com uma bolsa de 1.5L no guiador) permitiu um controlo muito mais normal da bicicleta.
Claro que a mochila em si é muito importante para o sucesso desta opção. Eu tive a sorte de encontrar uma boa mochila por um preço baixo (tenho mais detalhes da mochila no link). Se a mochila tiver uma boa estrutura rígida nas costas e for bem respirável nessa zona, é meio caminho andado para uma boa escolha.
 
#32
Boas, das vezes que fiz o caminho de Santiago utilizei sempre a mesma tecnica:
Suporte e mochila devidamente cintada ao alforge.
Dá um pouco de trabalho mas tem varias vantagens:
fica mais barato do que comprar o material topeak ou outro do genero e caso o suporte dê o berro, podes sempre colocar a mochila ás costas, o suporte no lixo(caso n tenha arranjo) e seguir viagem!
 

RTC

Super Moderador
#33
Agora a sério, no meu caso fiz a Algarviana (3 dias) com o amigo "huppy" de mochila mais ou menos com a mesma carga e não me queixei das costas.
Óbvio que a qualidade da mochila tem muita importância, como já aqui foi dito.
 

RTC

Super Moderador
#35
Eu usei uma Jack Wolfskin parecida com esta (Barny 20L) e teria no total cerca 7 a 8 kgs, talvez. Não pesei.

 
Last edited:
#36
Já li algures, relatos de pessoal que durante a viagem o suporte (para bicicletas FS) de alforge partiu.

Não me recordo foi de ler se eram suportes topeak!? Refiro-me a este:

Alguem conhece tal situação com tal suporte?
 
#39
Também já vi dois suportes iguais aos da foto partidos. Penso que o pessoal abusa no peso, e na velocidade com que desce. O que com um peso perto do limite e com os impactos, este acaba por ceder.
 
#40
Viva pessoal do pedal.
Estou a pensar comprar uma mochila, e gistava de ouvir opiniões e sugestões.

Tenho na ideia uma vaude Bike Alpine 25+5 que encontrei a relativamente bom preço...

Mas queria ver mais opções deste estilo. Se puderem sugerir sites com bons preços neste tipo de material, fico grato.

Boas pedaladas!