Entre o XC e o trail...

DriveMe

Active Member
#22
Deixa aí mais detalhes da Epic (ano, modelo ou mesmo a lista de componentes).

Acho que é a melhor forma de ajudar, estabelecer uma relação entre o que tens e o que podes ter (em termos de componentes).
Com jeitinho, pode ser que alguém aqui no forum tenha conhecimento/experiência dessa Epic, e possa estabelecer uma comparação com outra marca/modelo (isto mais virado para o conjunto quadro/amortecedor).
 
#24
É uma Epic Comp e é de 2012 mas está cheia de upgrades!
Transmissão e travões Xtr, brain a funcionar na perfeição, enfim, apesar de velhinha é um maquinão.
A nova Evo é brutal mas ter componentes de jeito vai para um preço astronómico!
Talvez não vá dar os 6000, até porque há aí, tipo KTM Spark Master MT, Orbea M10 TR muito bem equipadas e abaixo desse preço. E prefiro investir já para não andar a trocar.
Vou reiniciar, mas já lá vão uns anitos sem andar, daí a minha exigência por algo já bastante bom.
 
#25
É uma Epic Comp e é de 2012 mas está cheia de upgrades!
Transmissão e travões Xtr, brain a funcionar na perfeição, enfim, apesar de velhinha é um maquinão.
A nova Evo é brutal mas ter componentes de jeito vai para um preço astronómico!
Talvez não vá dar os 6000, até porque há aí, tipo KTM Spark Master MT, Orbea M10 TR muito bem equipadas e abaixo desse preço. E prefiro investir já para não andar a trocar.
Vou reiniciar, mas já lá vão uns anitos sem andar, daí a minha exigência por algo já bastante bom.
Qual é a Epic que não trás Equipamento de jeito? Andas a pouco tempo numa bike emprestada, queres gastar 6000€ mas achas que por esse valor a a epic não trás equipamento de jeito?

Qual o material que vais trocar numa epic deste valor porque não te chega? Ou seja que te atrasa?
 
#26
Ninguém investe em bicicletas.... Pelo contrário, é sempre a perder dinheiro.
. E prefiro investir já para não andar a trocar.
Vou reiniciar, mas já lá vão uns anitos sem andar, daí a minha exigência por algo já bastante bom.
Cada um saberá de si, as suas prioridades/ necessidades...
Há sempre o factor psicólogico... Tenho um conhecido que tem sempre de ter o melhor e o mais recente... Nem que seja para mostrar... Mas, na verdade não é por isso que fica a andar mais ou que ganhe mais conforto ou eficácia....
Outro que também conheço, tem uma bike btt toda pipi, de gama alta, uma HT, de 4000 € mas só para fazer uns passeios de 30km, maioritariamente em alcatrão e algum pouco estradao, com altimetria muito baixa... A Bike não pode ter um grão de pó ou um salpico de lama... Chegava lhe uma bike de fitness...

Haja pernas, saúde e capacidade de desfrutar as pedaladas... Posto isto, é reflectires bem no que queres / necessitas.
 
Last edited:
#27
Boas!
A bike com certeza não será para mostrar aos outros! Se conhecem a Serra de Aire e arredores com certeza que sabem que não é para andar em alcatrão, estradão sim porque tenho de chegar até à Serra. A bike será para rolar e bem!
Porventura eu disse que Epic vem mal equipada?, simplesmente estabeleci a comparação com a Oiz e Spark que comparada com a Evo dentro dos mesmos valores, não tem nada a ver.
Obviamente que é uma questão de decisão e ver o que preciso para mim, mas se eu puder comprar algo com XT em vez de NX, suspensão melhor, rodas e afins, vocês vão-me dizer que não vale a pena se até tens budget para tal?
É isto que eu tenho em mente e a ajuda que peço é também neste sentido.
Com certeza que perceberão mais deste mundo do que eu, e tenho isso em consideração para a decisão que terei.
Agradeço por isso!
 

OPEN

Active Member
#28
Eu compreendo a excitação e entusiasmo em tudo o que rodeia a aquisição de uma bicicleta, mas...

- nem sempre o melhor é o "melhor" para nós (comuns mortais que não têm kit de unhas e apenas almejam KOMs no strava);

- o mais caro e mais xpto tem tantas paneleirices que passado 3 meses não mexes em metade dos ajustes;

- o mais caro carece de manutenção minuciosa e cara, de quem sabe (mexer numa suspensão que custa 1200€ e não saber o que se está a fazer...ERRO).

Como muitos dos que estão aqui a tentar ajudar eu passei por tudo isto, ao olhar para trás, podia ter poupado tanto dinheiro, tanto dinheiro, nem imaginas.

Bloqueios no guiador, alteração de curso da suspensão, amortecedores cada vez mais caros...enfim.

- Escolhe o quadro porque isso é o mais importante: tens de gostar; tem de permitir evolução (retirar e colocar outros componentes com medidas standard) e convém teres um local por perto para manutenção;

- Analisa os amortecedores, estes mudam radicalmente as bicicletas (cada vez que mudei ganhava uma bicicleta nova, e não estou a exagerar);

- Não fazes competição, logo a transmissão será onde não precisas de te preocupar, qq gama média, média alta, faz o serviço. Com o tempo e desgaste alteras consoante gostos e necessidades;

- Rodas, vale a pena investir forte, muitas das sensações vêm daqui; é o contacto da bike com o terreno e a segurança e exageros começam aqui (pneus tb para investir bem).

- Periféricos, carbono porque são mais bonitos, deixa para o fim.

COMEÇA A ELIMINAR OPÇÕES, faz uma tabela comparativa...
 
#29
Eu compreendo a excitação e entusiasmo em tudo o que rodeia a aquisição de uma bicicleta, mas...

- nem sempre o melhor é o "melhor" para nós (comuns mortais que não têm kit de unhas e apenas almejam KOMs no strava);

- o mais caro e mais xpto tem tantas paneleirices que passado 3 meses não mexes em metade dos ajustes;

- o mais caro carece de manutenção minuciosa e cara, de quem sabe (mexer numa suspensão que custa 1200€ e não saber o que se está a fazer...ERRO).

Como muitos dos que estão aqui a tentar ajudar eu passei por tudo isto, ao olhar para trás, podia ter poupado tanto dinheiro, tanto dinheiro, nem imaginas.

Bloqueios no guiador, alteração de curso da suspensão, amortecedores cada vez mais caros...enfim.

- Escolhe o quadro porque isso é o mais importante: tens de gostar; tem de permitir evolução (retirar e colocar outros componentes com medidas standard) e convém teres um local por perto para manutenção;

- Analisa os amortecedores, estes mudam radicalmente as bicicletas (cada vez que mudei ganhava uma bicicleta nova, e não estou a exagerar);

- Não fazes competição, logo a transmissão será onde não precisas de te preocupar, qq gama média, média alta, faz o serviço. Com o tempo e desgaste alteras consoante gostos e necessidades;

- Rodas, vale a pena investir forte, muitas das sensações vêm daqui; é o contacto da bike com o terreno e a segurança e exageros começam aqui (pneus tb para investir bem).

- Periféricos, carbono porque são mais bonitos, deixa para o fim.

COMEÇA A ELIMINAR OPÇÕES, faz uma tabela comparativa...
É isso mesmo que terei em conta, muito obrigado!
Já agora, dentro das especificações que salientas-se, tens alguma dica para bikes que possas aconselhar?
Para mais conforto e segurança a descer, é melhor suspensão de 100 ou 120mm?
Abraço
 
#30
É isso mesmo que terei em conta, muito obrigado!
Já agora, dentro das especificações que salientas-se, tens alguma dica para bikes que possas aconselhar?
Para mais conforto e segurança a descer, é melhor suspensão de 100 ou 120mm?
Abraço
Para conforto, diria que qualquer uma (dentro das suas capacidades, claro), desde que bem regulada, te dará conforto q.b.
Para segurança, sem dúvida que mais curso é igual a maior absorção de golpes.

Como disseram, deves escolher o quadro em função do que pretendes. Se algo mais hardcore, e lê sobre os ângulos das colunas de direção e do tubo do assento, e sim, do curso das suspensões
 
#31
A Specialized vende-se caro, e um modelo de alta gama como Epic não pode oferecer o mesmo que marcas menos premium.
O frameset S-Works custa mais do que os dois modelos mais em conta.
O modelo mais caro custa quase 12k. Tens de estar a pagar por alguma coisa, e não é o equipamento.

A questão se gasta 600 ou 6000 é pessoal. Eu gostava de ver mais Epics a rolar do que Rockriders.
Também não sei dizer se é dinheiro mal ou bem gasto. Deixo isso para os especialistas e gurus, que tem dias em cima delas, e conseguem estabelecer a comparação. Se algum de vocês conseguir dizer que é igual gastar 4.6k nuna Epic ou 1.3k numa 100S ou 3K numa Stake.. fundamentem isso, e partilhem a vossa experiência. Porque most-value for the buck, acho que não é diíficil chegar lá.

Eu não me arrependo dos euros que torrei nisto das bicicletas, nem daqueles que vou torrar. O gozo que me deu não tem valor.
E não é pelo que gastei que me sinto obrigado a pedalar. Se me apetecer vou, se estiver a chover e quiser ficar no sofá, fico. O que os outros pensam não me tira o sono.

Dito isto, entre a EVO Comp e a EVO preferia a primeira, pelo curso extra,
A EVO Expert já me parece de topo, tinha de perder tempo a olhar para os modelos superiores e perceber as diferenças.
Não é possivel testar a Evo? Tenho ideia que antigamente as lojas tinham alguns modelos para a clientela ir dar uma volta, e tirar as suas ilações.
 

OPEN

Active Member
#32
É ingrato aconselhar, pode não fazer sentido, o que é "bom" para mim pode n ser a resposta para ti.

Há questões que tens de passar por elas para perceberes, dito de outra maneira, tenho um amigo que anda neste momento para comprar bike, uma HT roda 29. Já lhe fiz ver alguns aspetos, mas, aquilo que lhe digo, ele não "percebe" relativiza e dá importância a outros aspetos. Tentei explicar a importância (segurança, rapidez e tudo de bom) dos eixos passantes, coisa que nas gamas baixas não existe, e foi tipo, falar para o boneco...

Depois há mto tempo que não uso, nem experimento máquinas de XC (já passei por elas qdo tinha pernas e dava-me gozo subir, agora quero é descer, velocidade e pequenos saltos!).

Nem sequer falei da marca que uso, precisamente p não influenciar a esse nível (por acaso já aqui o disse aqui é q não vou à bola com a specialized).

Do meu ponto de vista, iria sempre p uma de 120 em detrimento de uma de 100, simplesmente porque, na prática, qual a desvantagem de uma de 120? Pesam o mesmo (e não me venham com tretas de 300g pois isso é a banana que vai no jersey), e o tal conforto e segurança que falas, consegues mais depressa numa de 120.

Agora, para confundir mais a coisa, o diâmetro das bainhas das suspensões, aí já fazem a diferença em termos de resistência, segurança e compensam alguma aselhice e falta de técnica.

TENS DE VER AS BIKES AO VIVO. O coração (olhos) vai escolher...tudo o resto acaba por encaixar.

Quadro: carbono (pois nas gamas que apontas será), vê se é todo de carbono, algumas, os triângulos traseiros não são carbono; garantia e que tipo de garantia; passagem dos cabos, rolamentos e links, proteções (olha lembrei-me agora, deves proteger o quadro, existem umas películas muito boas ou até proteções em "plástico" feitas p modelos específicos).

Duvido que consigas bikes para experimentar...

Vê marcas conhecidas online, FILTRA e tenta dpo vê-las ao vivo.

Specialized, Scott, Trek, Orbea, Santa Cruz, Yeti, BMC, Mondraker, ui não saio daqui hoje...

toma lá trabalho de casa

https://enduro-mtb.com/en/the-best-mtb-short-travel-trail-bike-test/
 
Last edited:
#33
Canyon - obrigado pelos comentários.
Como disse, conheço 0 da marca; apenas comentários de amigos que me pareceram encantados com o serviço pós-venda que irão ter... pelos vistos a realidade será diferente. Achei “fruta a mais”, mas como me foi dado como garantido... Hei-de comentar com eles que há muitos com opiniões diferentes.
Sem ter um serviço pós-venda claramente diferenciado, a vantagem de comprar uma marca que só vende online esbate-se...
Optaria claramente por um dos outros modelos de que se fala nos posts acima.
 
#34
Eu conheço pessoal com CANYON.. mas nunca precisaram do apoio pós-venda... pelo menso não ao abrigo da garantia.
a minha Cannondale já teve de ir... a roda de tras, os raios desapertaram todos... mas foi resolvido em menos de 5 dias.
 

edununo

Well-Known Member
#35
Apesar de já ter passado dos 40, ainda gosto de bikes de XC agressivas. Se um dia mudar para FS tem de ser para algo com 100mm e geometria agressiva. Sou muito cagao a descer. Gosto acima de tudo de subir.

Há uns anos atrás, depois de comprar a bike de estrada pensei para mim mesmo, agora que não vou fazer estrada na de btt posso comprar algo com mais curso.

Troquei a BH que tinha na altura por isto:

F1 (1).jpg

Até era levezinha. Cerca de 10.5kg. Durante o período de namoro tudo ok, mas rapidamente vi que não era para mim. Muito pastelona a subir.

Voltei a trocar o quadro e passei para isto:

F2 (2).jpg
F1 (2).jpg

É deste género de bikes que gosto.
Enquanto o corpo aguentar porrada vai ser isto.
 

Daemon

Active Member
#36
Canyon - obrigado pelos comentários.
Como disse, conheço 0 da marca; apenas comentários de amigos que me pareceram encantados com o serviço pós-venda que irão ter... pelos vistos a realidade será diferente. Achei “fruta a mais”, mas como me foi dado como garantido... Hei-de comentar com eles que há muitos com opiniões diferentes.
Sem ter um serviço pós-venda claramente diferenciado, a vantagem de comprar uma marca que só vende online esbate-se...
Optaria claramente por um dos outros modelos de que se fala nos posts acima.
Como já algures por aqui foi dito, nenhuma marca é perfeita quando se trata de garantia, nenhuma... logo a grande vantagem das marcas que vendem online acho que é o preço!
Tendo em conta que o prazo de resolução é 30 dias, estão todas no mesmo patamar. Agora se a roda fica com os raios soltos e demora 5 dias ou se a suspensão não funciona bem e são 29 dias de resolução, faz tudo parte da sorte!

Relativamente ao assunto, é claro ideal, se possível, ver as bicicletas de interesse ao vivo, e se der para experimentar melhor!
Mas fica difícil quando não se é "apaixonado" por uma marca, pois o mercado é muito vasto... e se eu "recomendo" X, Y ou Z outro pode recomendar A, B ou C, e nenhum está a enganar, todas têm vantagens e desvantagens.

Acho que o essencial é definir bem qual o uso da bicicleta, porque comprar uma de 130/130mm e depois achar que afinal quer é fazer XC ou Enduro, a bike não é a indicada para nenhum dos dois, apesar de dar para fazer. Para o utilizador habitual, que quer dar umas voltas para se divertir com os amigos, e não quer entrar em competições, aquelas bikes que ficam entre os 120/120mm e os 140/140mm são, na minha opinião as mais apropriadas/polivalentes.... e com 6000€ ou até menos já se devem comprar bikes dessas categorias com pesos interessantes.