29er De QÜER a SCOTT 29er

#1
Boas

Agora posso entrar neste grupo o da 29er.

Vou mostrar vos a minha evolução e por sua vez também vou querer saber das vossas opiniões.
Comecei a andar em 2012 com uma Berg torah 3.3 que o meu irmão (que é mais velho) me emprestou quando me convenceu a ir com ele e com uns amigos dar uma voltinha Domigueira em Março. Tudo bem lá fui eu que até aos meus 16 anos sempre andei de bicicleta.... Mas dos 16 já tinham passado 14 anos sem andar.
Lá fui eu e até correu bem. Mas na semana seguinte lá fui eu novamente e estatelei-me no alcatrão quando estava de regresso ao carro.
Espalhei-me de tal forma que o maior dano foi nos pulsos, e como resultado não conseguia fazer força com as mãos. Só recuperei mais ou menos passado um ano.
Exatamente Março de 2013 um amigo convidou-me (convenceu-me) a ir à Maratona de Rio Maior, "à e tal que é as tasquinhas é fixe".
Alinhei e lá pedi eu a Berg do meu irmão e lá fui. Só me recordo que ia morrendo... Era dores no traseiro, eram as pernas, eram os pulmões.... Sabem como é a primeira volta a serio.
Mas apesar das dores lá superei e terminei a prova e o tempo nem foi mau. Como A Berg era um 17" e eu com os meus 1.87 de altura a coisa não estava ajustada e resolvi comprar uma bike para mim e para o meu tamanho, nada muito caro pois não sabia que isto é uma "doença".
Então sai do meu trabalho e fui a uma loja ali perto e tcharam.



Eis a minha primeira bike ... que passado dois meses começou a sofrer upgrades.
Desviadores XT com manípulos SLX 3x10 corrente e cassete nova.
E uma SID dual air 120mm.

Mas mesmo assim havia ali alguma coisa no meu conforto que ao final de 30 km eu já não aguentava com dores de costas e eis que vendi de a CXR de origem e aproveitei o resto para montar esta menina:



Um espetáculo sem qualquer reclamação possível. Mas eu um dia andei numa Scott scale 920 que até era a minha marca de eleição desde sempre. (Sei lá por quê mas é)
E uuuuuaaaaaaaaaaaauuuuuuuuu. Fiquei maluco tudo assentava de forma espectacular em mim. Mas como não sou rico deixa-me ficar com este meu canhão que a 26" é que é.




Mas pedalar o dobro para tentar acompanhar os amigos das 29" era tramado. E lá vendi a minha stumpy FSR por isto.





Agora digam lá vocês, desta minha evolução. Ainda não experimentei porque fui hoje buscar esta linda menina.
Se conhecem digam-me o que posso esperar dela.





Vou actualizando com mais informações... quando tiver.
 
Last edited:
#4
Agora a 13/03/2015 fazendo umas voltinhas pois o tempo também não é muito mas com 500 Km feitos já tenho algumas coisas mais a dizer.

Tração é a palavra de ordem desta minha máquina de lavrar.

Nunca tinha tido uma 29er mas já estava habituado ao brain da minha ex. no entanto foi rápida a habituação para esta nova suspensão.
Nas subidas apesar do peso extra da suspensão ela agarra-se ao chão e consegue acompanhar as irmãs mais magras e até passar por elas.
A descer é a loucura total. Engole tudo o que aparece pela frente.

É bastante consistente no que toca a performance ainda sempre com a geometria do quadro em Low.
As suspensões Fox são espetaculares, já deram boas cartadas, embora por vezes sinto que um pouco mais de curso não era mau.
A utilização das 3 posições foram de rápida adaptação, a posição CLIMB bloqueia totalmente tanto à frente como atrás. Tem o útil comando twinlock no guiador, da própria Scott.


Em relação às rodas Syncros/ DT Swiss rolam bem espero que se mantenham assim e que durem bastante.
A única coisa que realmente vou trocar serão os punhos pois não gosto dos que trás de origem.

Agora é fazer Km's com conforto e rapidez sim ela é rápida mais do que imaginava, mesmo nos singles não noto que o tamanho da roda seja impedimento, é apontar e ir, esta bike não precisa de grandes correções, maior parte dos obstáculos deixaram de se notar.

É espetacular.

 

davidream

Active Member
#5
bOAS!
Ainda bem que a máquina o satisfaz!!;)
Muito bem equipada,e muito bonita!!inclusive(e principalmente!!) com o tratamento estético da lama:mrgreen:
A Fox depois da 1ª revisão certamente ficará ainda melhor,quanto ao curso é o mais indicado para a vertente á qual a bike está pensada,compensa-se com um bocado mais de skill!heheh
Abraço!