Criar track´s no open street map

FMCurto

Active Member
#21
Há imensa gente a fazer, talvez não tanto orientadas para o BTT, mas acho que muita gente não o faz por receio de estragar ou fazer mal, também demorei um bocado a acertar com a maneira de fazer a coisa.
A zona da Malveira por exemplo está bastante bem "documentada" para o BTT julgo que por alguém provavelmete ligada ao MafraBTT (o site aparece referenciado nos trilhos marcados) , e apesar de ainda estar bastante incompleta a zona de Sintra tb não está mal e pela minha parte tenho tentado completar as zonas por onde vou andando: Loures,Sintra,Arrabida.
Quando vejo algo que não está no mapa como trilhos,pontos de água,cafés adiciono um waypoint ao meu percurso com a informação relevante...depois em casa torna-se mais fácil passar para o OSM.

Quando tiver um bocado mais de tempo vou ver se consigo pôr aqui umas dicas.
 

SeteGu

Active Member
#22
Eu também tenho acrescentado vários percursos nos distritos de Santarém, Aveiro, Coimbra e Leiria desde a criação deste tópico consoante os sítios onde vou passando.

Se meia dúzia de pessoas o fizer em cada zona do país (norte, centro e sul) rapidamente se torna um mapa bastante completo. Na zona de Santarém, a que conheço melhor, já me parece estar bastante bom...
 
#23
Boas

Estou de volta para informar que todos os trilhos por onde costumamos pedalar já encontram desenhados, salvo algum esquecimento, bem como adicionei diversos pontos de água e outras informações. Contudo, irei continuar a melhorar o que for possível. Agradeço a ajuda de todos, em especial do FMCurto.

Quando vierem para esta zona já podem usufruir dos nossos trilhos usando um mapa roteável :D

Fica aqui a localização no OSM:
https://www.openstreetmap.org/#map=13/40.9489/-7.2545
 

FMCurto

Active Member
#26
Grande actividade :)

Só para confirmar: são na maioria estradões ou double tracks?
Se por acaso algum for singletrack convém utilizar "path" em vez de "track". Se forem singles ou trilhos ao usares a atributo "path" podes especificar o "mtb : scale" segundo qual achas ser a dificuldade técnica, a vantagem é que é renderizado a uma cor diferente em diversos tipos de mapas que indica logo visualmente que é trilho/singletrack e a sua dificuldade (segundo quem criou).

Exemplo zona do Lizandro: http://mtbmap.cz/#zoom=15&lat=38.93624&lon=-9.37036
Usando o Mapa SigmaCycle no GPSIES:


No Oruxmaps/Openandromaps/Android:


Nos Garmin tb é visivel segundo creio,mas não tenho nenhum para experimentar.
 
Last edited:
#27
Entusiasmei-me :rolleyes:

Na sua maioria são track, os singles que existem defini como path, no entanto não atribui nenhum grau de dificuldade. Quem sabe não os volte a editar.

Descobri, certamente para ti não é uma novidade, que os caminhos do OSM aparecem no Strava, permitindo assim após uma atividade verificar se já estão desenhados ou não.
 

FMCurto

Active Member
#28
É relativamente recente e está limitado ao computador,até à umas semanas atrás era com o GoogleMaps.Agora usam um hibrido Google/OSM, mas sim,dá jeito e tb para ver os nomes. Já agora, outra coisa que tb nos toca e que está relativamente mal documentada: se passares por uma fonte/bebedouro podes "anotar" e marcar com "amenity=drinking_drinkingwater" ;)
 
#29
Sim, também fui adicionando as fontes.

Tenho alguma dificuldade é nos atributos das estradas. Por exemplo caminhos agrícolas alcatroados, tenho definido como estrada menor, não sei se é o mais correcto.

Não existe nenhuma listagem com todos os atributos existente, por vezes é difícil encontrar a categoria do pretendido.
 
Last edited:

FMCurto

Active Member
#30
Pode ser, mas por defeito são pavimentadas, se puderes acrescenta: surface=unpaved se for um piso regular ou surface=dirt se for mais acidentada.

http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Key:surface

É algo que muita gente se queixa, não haver uma tag especifica para estradões de terra o que leva a que as pessoas usem várias designações diferentes para a mesma coisa e depois o mesmo tipo de estrada pode não aparecer igual nos mapas.
 

SeteGu

Active Member
#31
Eu para os estradões de terra batida tenho colocado sempre "estrada florestal/agrícola" (iD) + "unpaved". Isto porque muitas são mesmo florestais/agrícolas.
No potlatch 2 (P2) corresponde a "Track".

Já os trilhos coloco "trilho" (iD) ou "generic path" (P2) sempre com o "unpaved".

"Dirt" nunca utilizei...

Já agora deixo aqui o meu: http://yosmhm.neis-one.org/?Setegu
 
Last edited:

FMCurto

Active Member
#32
Sim, muita gente marca os estradões como track, é suposto ser usado só para os double-tracks, o que dificulta os mapas roteaveis porque esse género de vias só são acessíveis a "rodados altos" como tractores e jipes. Mas visualmente serve o proósito porque são mostrados como sendo diferentes das vias alcatroadas.
 
#33
Hoje foi dia de testar os dados adicionados no OSM, uma vez que saiu uma nova versão do mapa para garmin. Simplesmente brutal, o facto de ter todos os trilhos e saber que posso confiar. a possibilidade do gps me dar 3 rotas aleatórias de btt, muito bom mesmo :D
 

FMCurto

Active Member
#34
Porreiro, já agora partilha ai quais os mapas que estás a usar, o openmtbmap? Elabora ai um bocadinho: funciona mesmo o roteamento a nível dos trilhos?
 
#35
Só ainda experimente ontem, o mapa usado foi o Generic Routable do http://garmin.openstreetmap.nl/.
Todos os caminhos desenhados até ao dia de saída da versão estão apresentados no mapa, antes eram praticamente inexistentes.
Utilizei a função de ida e volta do edge 1000 e ele calculou os 3 percursos, incluindo também traçados de terra, embora pelo que me tenha apercebido até agora a maior parte dos traçados incluídos no calculo são estrada. Experimentei também a função de ir até um determinado local, neste caso ele calculou a rota usando maioritariamente um caminho de terra batida, penso que deve ser por ter a opção de calculo "reduzir distância" activa. Utilizei também, o planificador de rotas em que fui adicionando diversos pontos, pontos estes bastantes distantes entre si e no meio de caminhos de terra, tendo calculado todo o percurso de btt.
Sinceramente, fiquei super satisfeito com o resultado. Não só por verificar que o tempo que dediquei ao OSM não foi tempo perdido, mas também pela quantidade de trilhos que ficaram disponíveis para todos e por estes serem confiáveis e roteáveis. Agora irei experimentar adicionar novos mapas e ir testando as opções no gps. FMCurto que mapas sugeres?
 

FMCurto

Active Member
#36
Pois,era a minha dúvida...esse mapa está mais vocacionado para estrada.Experimenta os do openmtbmap, em teoria deve dar roteabilidade ao nível dos trilhos: https://openmtbmap.org/download/odbl/

Atenção que a maior parte da malta não acerta com a tab dos downloads :)
Depois de carregares esse link tens de clicar no OpenMTBmap para acederes aos links de download.

 
#37
Já instalei o openmtbmap. Tanto em termos de ir para um determinado local como em relação aos 3 percursos aleatórios, ele continua a incluir trajetos de terra e estrada, penso que é completamente aleatório, tirando o caso em que a distância mais curta tem influência. Mesmo com a opção de rota para ciclismo de estrada, supostamente evita estradas não pavimentadas, ele continua a inclui-las nos percursos. Contudo, se for com o Generic Routable ele só já inclui estrada quando selecionado cilcismo. Tenho que fazer mais testes no terreno e não numa cadeira sentado ;)
 
Last edited:

SeteGu

Active Member
#38
Alguns cuidados que tenho na criação dos trilhos é dar-lhes um nome consoante a sua designação do Strava (se existir algum segmento que corresponda). Isto para que os trilhos fiquem identificados e com um nome que muita gente reconheça.

Algo que também faço é passar os trilhos para o trailforks visto que me parece ser uma base de dados bastante bem organizada. Assim consegue-se destacar/compilar os melhores trilhos de cada região.
Dá para fazer o download e permite que se possam conhecer vários trilhos perto de casa... ou não. E qualquer pessoa pode passar no trilho e indicar se o mesmo se encontra em condições ou não e porquê, colocar fotos, vídeos, etc...
 
#39
Boas :)
Já passaram uns tempitos desde as explicações do FMCurto e desde que me iniciei como colaborador no OSM.
Desde ai que isto se tornou um hobbie, levando-me a conhecer novos trilhos e a querer explorar sempre mais, contribuindo assim para o desenvolvimento do OSM, especialmente na minha zona.

Podem ver a minha actividade aqui:
http://yosmhm.neis-one.org/?BoTa-Te
http://hdyc.neis-one.org/?BoTa-Te

Colaborem ;)
 

FMCurto

Active Member
#40
Boa.
tem se notado uma melhoria significativa em algumas zonas do País como por ex Leiria. Parece me que neste momento é mesmo a melhor opção a nível de mapa de trilhos, aí a tua zona tem coisas engracadas, os trilhos à volta da Guarda são muito interessantes e já tive oportunidade de catalogar alguns ;)