Corrente presa

#1
Boas,
Ao mudar do prato do meio para o de dentro por vezes a parte de baixo da corrente sobe para cima da escora e fica aí presa entre a escora o prato do meio do pedaleiro.
Ainda só consegui tira-la de lá à bruta... Estou a pensar puxar o pedaleiro mais para longe do quadro, a ver se a corrente não fica presa, mas gostava de entender porque razão ela fica ali presa, às vezes
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#4
já passou da tolerância. não é comprida em numero de elos, é comprida no sentido de estar gasta. A distancia entre elos á superior ao que devia, pelo que fará isso.
tens de ver qual é o desgaste da corrente = medir a corrente.
 
#5
já passou da tolerância. não é comprida em numero de elos, é comprida no sentido de estar gasta. A distancia entre elos á superior ao que devia, pelo que fará isso.
tens de ver qual é o desgaste da corrente = medir a corrente.
Eu já costumo fazer isto, em ambas as bicicletas. Nunca tinha ouvido falar no tipo de problema que estou a ter agora... Chegando a casa já meço o desgaste.
 

edununo

Well-Known Member
#8
Verifica os dentes dos pratos. Procura por dentes tortos ou rebarbas nos dentes.
Se tiveres alguma destas situações pode não soltar a corrente no momento certo e obrigar a mesma a enrolar-se entre os pratos e a escora.
 
#9
Eu já costumo fazer isto, em ambas as bicicletas. Nunca tinha ouvido falar no tipo de problema que estou a ter agora... Chegando a casa já meço o desgaste.
Já medi o desgaste… A corrente está quase nova, a parte direita da ferramenta de medição, das mais comuns, nem seque entra no elo onde entraria e assentaria o corpo todo com desgaste de 0,75
 
#10
Verifica os dentes dos pratos. Procura por dentes tortos ou rebarbas nos dentes.
Se tiveres alguma destas situações pode não soltar a corrente no momento certo e obrigar a mesma a enrolar-se entre os pratos e a escora.
Estamos a falar do prato do meio? O que entendes por rebarbas?

O que acho mais estranho é que a parte de baixo da corrente sobe para cima da escora, depois fico ali com duas fiadas de corrente, a da parte de cima do prato e a que deveria estar presa na parte de baixo do prato o_O
 
#14
Na 1a geração de desviadores Shimano de 10v havia versões com embraiagem e sem embraiagem.
A versões com embraiagem têm uma patilha para ligar/desligar a mesma.


Quando falo em rebarbas é isso mesmo. A superfície dos dentes nao está lisa e tem material áspero nas extremidades.

Isso faz com que corrente não se solte e enrosque.
Olha aqui um exemplo:


https://singletrackworld.com/forum/topic/why-do-chainrings-burr/
O meu desviador não tem essa patilha. Mais logo já procuro rebarbas nos pratos. A corrente solta-se do prato do meio, aterra no prato de dentro, e depois faz a macacada de ficarem as duas filas de corrente acima da escora, uma engatada na avozinha, a outra sabe-se lá como.
 
#16
Quantos kms é que já tem essa transmissão?
Só Deus sabe o_O Mas reparei que a avozinha tem os dentes bem afiados... Fui hoje buscar a de estrada à oficina, falei na questão, o mecânico foi rápido no diagnóstico: troca o prato antes que caias e te aleijes :cool: Vai ser este fim de semana