Como montar uma Single Speed - Truques & Dicas

Boas!

Aqui estão as fotos.
É um quadro 26, pensei que não o teria de pintar. Já tentei tirar as manchas com palha d'aço mas parece que não vai lá.
As rodas são 700C e os pneus de gravel 700*38 se não me engano. O aro 26 que está na foto irá ser desmanchado para aproveitar o cubo que tem rosca e serve a roda livre. Irá para a roda traseira que neste momento está com um cubo de cêpo Deore.
Aproveitei e também comprei a pedaleira para depois colocar como monoprato.
Irei tentar utilizar travões de pinça, como o que está encostado mo quadro.
À priori o quadro serve, pelo menos os travões chegam ao aro 700c mas ainda tenho de experimentar com o pneu montado e insuflado no aro.

Qualquer sugestão agradeço.
 

Attachments

Boas!

Aqui estão as fotos.
É um quadro 26, pensei que não o teria de pintar. Já tentei tirar as manchas com palha d'aço mas parece que não vai lá.
As rodas são 700C e os pneus de gravel 700*38 se não me engano. O aro 26 que está na foto irá ser desmanchado para aproveitar o cubo que tem rosca e serve a roda livre. Irá para a roda traseira que neste momento está com um cubo de cêpo Deore.
Aproveitei e também comprei a pedaleira para depois colocar como monoprato.
Irei tentar utilizar travões de pinça, como o que está encostado mo quadro.
À priori o quadro serve, pelo menos os travões chegam ao aro 700c mas ainda tenho de experimentar com o pneu montado e insuflado no aro.

Qualquer sugestão agradeço.
Tenho uma 26" encostada, a do avatar, penso um dia fazer um projeto semelhante ao teu de modo a ficar com uma bicicleta para saídas diferentes.
Acampei por aqui!
 
Deu-me agora a branca, mas esses aros 700 com os pneus cabem na forqueta e no quadro?
Pois, na forqueta cabe no quadro é que não. Cabia se fosse com pneus de estrada mas os que tenho são de gravel. 2mm a mais no quadro e já cabia. Entretanto já troquei o cubo e enraiei as rodas. Raios em inox. Também já arranjei a roda livre, de 18 dentes para prato de 50 dentes. Daqui a pouco já coloco umas fotos.
 

iMiguel

Well-Known Member
Tem atenção com esse cog! Eu tenho um na minha SS (a roda é flip-flop (de um lado carreto fixo, no outro livre) e esse cog ficou de tal forma apertado devido às pedaladas que agora não o consigo tirar. Deduzo que para sair devo ter que enraiar de novo a roda.
 
50x18 não ficará pesado demais? Digo eu, não sei...

A tua montagem está apelativa.
Quando fui comprar o carreto, foi-me dada a opção de 18 ou 20. Comprei de 18 e se estiver pesado, meto de 20. Não é caro. Quanto a tirar não sei, sempre tive com cassete. Já uma vez tirei um cepo e custou a sair. Talvez por massa na rosca. Aperta mais mas tem a vantagem de não colar e assim para tirar deve de ser mais fácil.
 
Ponderei meter um flip flop, também ponderei o cubo com travão, mas depois pensei... Keep it simple :)
Ainda estou é com uma ideia de colocar um cubo de dínamo, mas para já vou terminar o processo da bike completa, por assim dizer. Neste momento ando à procura de um quadro.
 

iMiguel

Well-Known Member
Quando fui comprar o carreto, foi-me dada a opção de 18 ou 20. Comprei de 18 e se estiver pesado, meto de 20. Não é caro. Quanto a tirar não sei, sempre tive com cassete. Já uma vez tirei um cepo e custou a sair. Talvez por massa na rosca. Aperta mais mas tem a vantagem de não colar e assim para tirar deve de ser mais fácil.
Sim não é caro e a diferença de 18 para 20 nas SS nota-se bem! Eu na minha chaimite, tal como o Pedro disse, comprei o meu cog de 19 nesse site e tenho o de 18 em vista, mas infelizmente os portes para cá, só pelo cog não compensa. No meu caso, o cog da outra SS tem uma relação duradoura com o cubo... É mesmo até que a morte (de um deles) os separe xD

Ponderei meter um flip flop, também ponderei o cubo com travão, mas depois pensei... Keep it simple :)
Ainda estou é com uma ideia de colocar um cubo de dínamo, mas para já vou terminar o processo da bike completa, por assim dizer. Neste momento ando à procura de um quadro.
Sim, podes ter um cubo flip-flop mas só usas um dos lados e não deixa de ser simples à mesma!
 
No meu caso, o cog da outra SS tem uma relação duradoura com o cubo... É mesmo até que a morte (de um deles) os separe xD
Hoje estive a tirar um carreto de um cubo que também não saía. Fiz assim: tirei a parte que tem os dentes e as esferas, despertando a rosca que é contrária. Depois tirei os linguetes. Com os linguetes tirados, aquilo forma uma linha reta de cada lado, sendo que o resto do perfil é redondo. Depois tentei utilizar uma chave de canos, apanhando esses dois pontos mas não tive força para tirar. Por fim, prendi no torno por esses dois pontos e rodei a roda com a mao. Saiu com facilidade. Não apertei o torno com força máxima para obviamente não empenar a rosca e o cubo. Fica a dica. :)
 
Boa noite!
Afinal parece que não é este fim de semana que vou comprar o quadro. A pessoa não pode estar cá para mo mostrar no fim de semana. Qui ça, na segunda feira à noite. :(
Entretanto peguei numa bike velha que estava cá em casa e decidi experimentar.

Peguei no cubo e enraiei num aro novo e tentei centrar ao máximo o cog com a pedaleira. Esta, por outro lado, é daquelas de ferro com três pratos cravados, sem parafusos. Tirei os cravos e mantive o prato maior, agora invertido e preso por quatro parafusos. O alinhamento está impecável, a corrente é que ficou larga.
Terei de improvisar um desviador a fazer de esticador, como já vi algures por aí, no fórum.

Entretanto estou a utilizar uma corrente de seis velocidades mas, pelo que deu para perceber, salta no cog, penso que o espaço entre os elos é pequeno para que possa acamar direito nos dentes.
Este é um ponto a reter, suponho que uma corrente de 1 velocidade serve no prato da pedaleira. Ficam as fotos.
 

Attachments

Já agora fica a info: O aro original era de parede simples. Ao colocar este, de parede dupla, os raios eram compridos. Para resolver este problema e utilizar os mesmos raios, trancei 4 vezes ao invés das 3 vezes conforme estava na roda de origem. 18 eram 2mm mais longos que estavam no lado da "cassete". No novo enraiamento estes mais longos estão do lado oposto, pois são os que absorvem a diferença no alinhamento do cog, o que requer mais espaço do lado sem carreto.
 

iMiguel

Well-Known Member
O desviador a fazer de tensor é uma engenhoca minha, na minha chaimite :D

Se estás a usar uma transmissão que era originalmente para uma bicicleta com mudanças, a corrente vai sempre saltar, falo-te por experiência própria. A melhor solução é mesmo uma corrente de 1 velocidade (ou então de BMX e/ou Fixie).

Esse site tem boas dicas, já sigo esse canal há bastante tempo. :D Há um outro inglês também muito fixe. Falar em canais, também há um outro canal do youtube, de uma (ou 2) rapariga(s) brasileira(s) também muito fixe e falam também de single-speed e fixie.
 

iMiguel

Well-Known Member
Em relação à corrente, a mesma não pode ficar nem muito apertada nem muito frouxa, a minha consigo mexer, na vertical, uns mm. Nestas bikes o mais complicado é mesmo a questão das transmissões, uma vez que sofrem uma força brutal quando pedalamos.