Comentários à Bike Magazine

Ludos

Benevolent dictator for life
#1
Ora então digam lá o que têm a dizer sobre esta revista, que há tantos anos acompanha o Btt em Portugal.

Gostei dos autoculantes de última edição :wink:
 
#2
Eu não compro a revista ... acho que tem um preço elevado. Não é que 3.50 mês me faça assim tanta falta, mas se em cada edição eles venderam cada vez mais revistas, ou manterem o numero de vendas, então a tentência é subir o preço.

A revista até tem boas fotos, tem bons artigos. Peca um pouco por um algum atraso em certos artigos. A deste mês tem ums secção dedicada à s luvas para o frio. Estamos em Abril, esse artigo devia de aparecer no final do verão (Setembro ou Outubro) e não no inicio do tempo quente. Traz lá uma folha a anunciar a maratona de Avis (foi dia 2 deste mês), essa folha deveria sair na edição do mês anterior.
E mais....não me lembro porque só passei uma vista de olhos pela revista, mas não a comprei, nem por causa dos autocolantes. A minha bike já tem alguns riscos, mas os riscos são um é sinal de uso. Se quiser uma bikes sem riscos, compro outra e deixo estar na garagem.
 
#3
O unico comentário que posso fazer é que reflete muito o paà­s que temos, e em particular a comunidade bttistica.

É cara, de qualidade discutà­vel, quer em termos de impressão quer de conteúdos, não traz grandes novidades, demasiada publicidade para o preço que custa para além de ir parar ao cesto
das revistas lá de casa ao fim de dois dias. Aquilo lê-se em 1 dia, o outro é só porque fica esquecida na pasta.

Agora, as pessoas que a fazem acredito que dão o seu melhor, e se a revista é assim muito se deve
à  falta de informação que chega à  redação, muitas vezes atrasada ou incorrecta (quando chega).

Por isso, não vale a pena dizer mal, até poque é a única (digna desse nome) revista de bicicletas
no nosso paà­s.
 
#4
Os comentários do Superbiker resumem tudo... A revista melhorou ligeiramente, mas ainda é muito pastilha elástica.

Mas o mais preocupante é a falta de conteudo de algumas reportagens.
Despachar o teste a uma das bicicletas mais esperadas do momento (Trek Fuel EX) em apenas 2 páginas (e em que uma delas é apenas de fotos e descrição do equipamento)... Aliás à  2 meses atrás saiu um teste à  mesma bike na solobici, e é bem, mas bem superior...

E aquela sensação do "olha este passeio era fixe... se não tivesse sido na semana passada..." anda sempre presente.

Pedro
 
#5
Pessoal, eu sou um amante do BTT, de facto é a única revista que temos com alguma qualidade, só tenho pena que não seja quinzenal.
Em relação à s crà­ticas devemos ser mais moderados, pois por aquilo que tenho visto noutros foruns e por vezes neste, é que somos muito acutilantes. Esta modalidade é para disfrutar, vamos com calma.
Um Abraço.
Ramos
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#6
Eu conheço a bike magazine desde o seu n1º 9, Setembro/outubro de 95, e nessa altura a revista podia até nem ter muito conteúdo, mas o que tinha era de muita qualidade, e a publicidade não era assim tanta quanto isso.

Durante uns bons anos comprei a revista, mas nunca fui assinante, em 2000 desisti, imensa publicidade (sem ser as coisas relacionadas com bikes) muita salganhada.

Já aqui o disseram e com razão que as revistas espanholas trazem muito mais conteúdo e concordo.

Não sei se não seria possà­vel á bike magazine aumentar o n1º de páginas, é que falta de conteúdos para expor é coisa que não existe.

Fiquei surpreendido pela positiva com a revista deste mês pois não vem tão inundada com publicidade.

As reportagens podiam ser melhores mas aà­ a culpa já não é dos editores das revistas mas dos repórteres que fazem reportagens de jipe (pag 62) bem como a reportagem da maratona do slb, só se vê fotos do pessoal em alcatrão terra batida e estrada romana, e do "orelhas" que deu 3 pedaladas... com tanto singletrack que a Arrábida tem e sitios á maneira que davam fotos espectaculares achei a reportagem pobre.

Iso é só um exemplo.
Também existem muitas gafes de informação.

Mas pronto, esperemos que melhore, além de que acho que já esteve pior :wink:
 

Bull

New Member
#7
Bom só há bocado fui comprar a deste mês, e à  semelhança das anteriores continua a desiludir-me. Sou Sócio Bike Team, (talvez algo que eles tenham feito bem), pelo seguro agregado que me possibilita as voltas de fds em segurança, e tb pelos descontos em algumas inscrições.

Nos passeios nem se dá pela presença deles, apenas um cartaz ou outro. Seria muito dificil por uma bancada com algumas revistas para fomentar a informação ou uns brindes para a malta... mil e uma ocisas que poderiam fazer....

Quanto à  Revista em si... bem... desde Anuncios de passeios ou provas que à  data de saida da revista já passaram, e como tal já deveriam ser no minimo motivo de reportagem.

Passando pela publicidade excessiva. (ainda gostava de saber no artigo "equipa-te para uma maratona" quanto é que a Scott pagou para porem lá uma bike Scott.....) :? . Geralmente quando se fala de algo que não a marca da bike arranja-se forma de esconder as marcas, tratando-se de carros, motos ou bikes... enfim... sem comentários.... :?

As reportagens são mesmo tipo, pronto realizou-se tá aqui.... com uma ou duas fotos a acompanhar... e geralmente de fraca qualidade.

Os testes.... bom já acreditei mais.... acho que alguém anda a ser bem pago... Ou já faz umas voltas de fds numa bela bike a custo zero.... ops... :roll:

A Revista sendo quase um caso único no nosso pais, deveria ter mais informação, conteudo, e porque não alguns suplementos de mecanica em vez de "suaves" artigos de como fazer determinada coisa ?!? É apenas um exemplo. Se fossem coleccionaveis ficava-se no final com um bom manual... É apenas um exemplo.

Com tanto que se pode fazer no mundo das revistas e informação. A bike desilude cada vez mais.

Tão pouco vale 3.50Aereos ?!?

AbraçUs... :wink:
 
#8
Este tópico vai dar que falar... :p

P.M. said:
Aliás à  2 meses atrás saiu um teste à  mesma bike na solobici, e é bem, mas bem superior...
Nem vale a pena comparar, não é!? Toda a gente está "careca" de saber que muitos
dos artigos da Bike, são cópias traduzidas e resumidas das revistas Espanholas e não só.

Mas mais uma vêz eu digo; não comecem a bater já no "zézinho" (Bike).
Pensem em quantos importadores estão dispostos a colocar uma bike,de um valor onsiderável,
nas mão de um piloto de testes (sim porque não é o jornalista que tem obrigação
de perceber de bikes a fundo, embora os da Bike até percebam qualquer coisa,
pelo menos andam de bicicleta), para ele explorar exaustivamente durante umas semanas
e depois apresentar à  revista as suas conclusões?

E depois, quem é que compra essa bike? A loja? Mas a seguir tem de a vender
muito mais barata porque está "usada", e perde dinheiro.
Começam a aparecer alguns importadores com visão que praticam esta politica, mas a maioria, nem pensar.

Ainda há poucas semanas fui andar com um amigo, que levou uma bike
de perto de 3000 euros gentilmente cedida por uma loja para ele experimentar.
A impressão que ficou, da loja e da marca, foi muito boa e ele, se calhar,
quando pensar trocar a sua bike, já sabe o que e onde é que vai comprar.

Mas isto afasta-se um pouco do assunto principal, a revista Bike.

Apenas falo nisto para que não se coloquem todas as culpas na revista.
Mas também não quero passar a bola para os importadores.
Muitos não têm esta atitude porque também as marcas não facilitam nada.
Tem tudo a ver com os volumes de vendas, e lembrem-se que Portugal é muito pequenino
(principalmente nas mentalidades).

É bem provável que a marca X disponibilize uma, duas ou dez bikes a um revista
Francesa, Inglesa, ou Espanhola para esta ser testada, mas para Portugal...zero.
É que muito provávelmente cá venderam-se 1/5 das bikes que se venderam nos outros paà­ses.
(E já que estou numa de escrever, cá vai outro OT) :
Lembrem-se disto quando compram as vossas coisinhas uns trocos mais baratas nos sites
internacionais. O paà­s de origem é que vende e assim aumenta o seu volume junto do fabricante.
É normal que depois quando toca a fazer ofertas, promoções, apresentações de novos modelos,
bikes para "test drives" etc....as marcas elejam os paà­ses que vendem mais.
Não me interpretem mal, eu também lá vou, mas como costuma dizer a minha avó:
"Casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão."

Voltando à  Bike Mag. já foi quase tudo dito enquanto eu escrevi este testamento.
Resumindo, tem pernas para andar, mas um caminho muito longo para percorrer.

Acho que muita coisa pode ser feita, haja vontade.

Gostei da parte do:
P.M. said:
E aquela sensação do "olha este passeio era fixe... se não tivesse sido na semana passada..."
É bem verdade, mas já te perguntas-te qundo é que a informação chegou à  redação,
e que dificuldades têm para colocar a revista nas bancas antes do final de cada mês?
Embora eu ache que a Bike, fazendo parte de um grupo editorial como a Motorpress,
não tem desculpa.

Enfim, é o que temos. Pedalem mais e leiam menos. :p
 

Bull

New Member
#9
SuperBiker ...

Até agora acho q ninuém ainda pos "culpas" propriamente na Bike M. No entanto foram apontados pontos negativos a melhorar e muito.

Sendo que é praticamente a unica no nosso paà­s, deveria aproveitar melhor esse factor.

Aquela ditado... "à  sombra da bananeira...." Pois....

Eu continuo a compra-la, no entanto gostava que me oferecesse muito mais.

E quanto aos importadores disponibilizarem bikes, já ouvi alguns todos pomposos dizer esta ou aquela vai ser ou foi cedida à  bike para um teste.

Por isso a mudança de mentalidades começa na própria revista. Infelizmente no nosso paà­s, e nestes meios só se vê dinheiro e publicidade, o factor principal que é a informação, fica em segundo plano....

Basta vermos algumas das TV´s do nosso paà­s passar 15m de publicidade seguida no meio de um filme... (Dá para ir dar uma volta de bike, chegas e o filme ainda ta no intervalo....) he he :lol:

AbraçUs :wink:
 
#10
Até agora acho q ninuém ainda pos "culpas" propriamente na Bike M. No entanto foram apontados pontos negativos a melhorar e muito.
Exacto, por isso é que eu escrevi:
Mas mais uma vêz eu digo; não comecem a bater já no "zézinho" (Bike).
ou
Apenas falo nisto para que não se coloquem todas as culpas na revista.
Quanto à s criticas construtivas, elas só poderão produzir resultados se chegarem a bom porto,
se é que me faço entender.
Se calhar é uma boa ideia enviar estes comentários para a própria revista, a fim de informar
o que pensam os seus leitores.
Se bem que, não me parece que estejam muito interessados, se não já tinham feito questionários
para saber a opinião das pessoas.

Mas é como tu dizes, sendo prácticamente a única....
"à  sombra da bananeira...."
é que se está bem.

Eu continuo a compra-la
pois eu não.
De certa forma entendo que esse é o meu manifesto de desagrado para com a sua falta de qualidade, que como já disse, não é unica e exclusivamente da sua responsabilidade.
Tenho o mesmo principio que em relação ao preço das maratonas/passeios (e não vou tocar mais neste assunto).
E quanto aos importadores disponibilizarem bikes, já ouvi alguns todos pomposos dizer esta ou aquela vai ser ou foi cedida à  bike para um teste
Claro, afinal isso é o quê se não publicidade gratuita?
 
#11
Eu sou assinante da gina e da tà¢nia e não da bikemagazine. As instruções de como praticar desporto vão ao promenor!
Agora mais a sério: Não sei onde está a culpa, mas no passeio que fiz a 15 de Janeiro só saiu na revista de Março...
Quanto a publicidade, a quantidade de publicidade que a revista tem por 3,5€... A gina não tem publicidade e o preço acho que é inferior, vou confirmar...
 
#12
eu comprei a revista pela primeira vez este mes e achei que as reportagens falavam muito e diziam pouco...talvez até k seriam vistas de forma diferente se kem as escreveu as tivesse mesmo pedalado!
 
#13
Com o conteudo que temos disponivel na internet, com testes a tudo e mais alguma coisa para que dar 3,50€ em algo que se lê por completo em menos de uma hora? Eu admito que comprei a revista este mes, apenas pelos autocolantes, nada mais, pois acho a revista sem qualquer conteudo e interesse. Os testes a meu ver sao tendenciosos, e na maior parte das vezes os testes sao realizados pela congenere espanhola. Com todos os sites que temos disponiveis por ca, com testes a tudo a mais alguma coisa, com o MTBR que sao os utilizadores que dizem de sua justiça e nao alguem que rodou com a bike uma semana, temos mais informaçao por dia que a bike magazine num mes.
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#14
Epa, estive a ler a reportagem que ocupa as paginas 68 e 69 da bike magazine deste mês, e sinceramente, não é desfazer no trabalho dos outros, mas o que é aquilo ? "Buçaco em Hora de Ponta ?"

Será o efeito do stress que se vive nas grandes cidades e o pessoal já só pensa em IC19, ponte 25 de abril e transito intenso ?

Existe aqui alguma ambição de produções ficticias do reporter em causa ?

É que sinceramente, como diz o pessoal cá por estes lados "aquilo não é pão, nem bolo, nem papo-seco".

Se fizesse parte da organização sentia-me bastante lesado, pois a dita reportagem, podia ser aplicado ao passeio do "manel jaquim", onde está o rigor jornalistico e a informação ?

Depois dizem que um gajo é mau e só diz mal da revista...
 
#15
Eu ainda compro para me entreter 1h-2h no cafe a ler...
Mas realmente acho que se poderia fazer muito mais e melhor :roll:

Não me alargo mais porque o Superbiker já disse quase tudo :wink:

Cumpts
Leonix
 
#16
Ludos said:
Epa, estive a ler a reportagem que ocupa as paginas 68 e 69 da bike magazine deste mês, e sinceramente, não é desfazer no trabalho dos outros, mas o que é aquilo ? "Buçaco em Hora de Ponta ?"
Essa reportagem é do Supermario do portalbtt....ele gosta muito de fazer esse tipo de reportagem que deviam estar num blog pessoal ou nas memórias dele quando tiver 80 anos...
 
H

Hugo Carvalho

Guest
#17
Um breve comentário à  deste mês:

- Um excelente artigo sobre recuperação de treinos...

- Um não menos excelente guia de preparação para o PTG100...

- Uma infelicidade jornalà­stica ao dizerem relativamente à  Maratona de Avis: " Só foi pena a chegada da chuva... maldita! " ( Os agricultores da zona que leiam isto... )

- Um orgulho e ao mesmo tempo frustração de ver o nome da minha menina no meio de nomes como José Hermida, Steve Peat, David Vasquez, Carlos Cabrita, Tiago Dias, etc... como vencedora das 3h de Grà¢ndola. Em 10 anos de BTT nunca o meu nome apareceu no meio destas figuras e agora a minha cara metade num mês de BTT... :oops: :oops: :oops: :oops:

Mas pronto! É uma vencedora!! Não deu hipótese a ninguém :lol: :lol: :lol: Perceberam o trocadilho?? :lol: :lol: :lol:
(pág. 96 - Sónia Carvalho) =D>

Cumprimentos betetistas

Hugo Carvalho
 
H

Hugo Carvalho

Guest
#18
Esqueci-me de 2 comentários:

- Levei desta vez, muitas horinhas para ler a revista... (letra tamanho 7,5 e toca de encher páginas) :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

- Muitos parabéns pelos 11 anos envoltos em divulgação, discussão, informação, opinião, polémica, vendas, compras...

Cumprimentos betetistas

Hugo Carvalho
 
N

N0_0NE

Guest
#19
JÁ ENJOA ouvir estas meninas todas a chorar...

F*****!

Não gostam? Deixem à  beira do prato.

Pessoas que passam um mês inteiro à  espera que um conjunto de folhas impressas saia nas bancas, só para poder falar mal, Pà”*** que mete NOJO.


Aprendam a andar de bike e calem essa matraca
 
#20
N0_0NE said:
JÁ ENJOA ouvir estas meninas todas a chorar...

F*****!

Não gostam? Deixem à  beira do prato.

Pessoas que passam um mês inteiro à  espera que um conjunto de folhas impressas saia nas bancas, só para poder falar mal, Pà”*** que mete NOJO.


Aprendam a andar de bike e calem essa matraca
?? [-X