BTT usada ou nova até 600€...750€... comprada por 1300€ xD

#21
A meu, muito bem pensado SE for um bicicleta com poucas semanas ou meses fora da loja, e supostamente "com menos de 100km".

Se for uma bicicleta com mais anos a coisa pode ser diferente:
1. Quadro.. fissuras.. importante. Check. O quadro tem peças proprietárias para passagem de cabos ou semelhantes? Tudo la em condições? Boa.
É a base da compra. Se a ideia é pagar e sair com ela a pedalar, Check. Se for para dadora de peças, a historia é outra.

2. Baínhas das suspensões, amortecedores. Check. A suspensão tem eixo de 15 com aperto rápido e está mais que razoável? Double check! Tampas, peças móveis.. tudo ok? É a ar, confirmaste que consegues ajustar? Se for a mola sem ajuste de ar, a mola é para o teu peso? Check check check!!
Agora, aqui ponho o fator marcar e modelo. Tenho a Rockshox como uma marca que há alguma facilidade em encontrar material (uma pesquisa rápida na amazon . es, p.e.) e a Reba cm exemplo de uma suspensão sólida e que mantém o alto nível nos últimos anos (bom peso, variedade de curso, variedade de eixos..).
Tem comprovativo de revisão feita recentemente? Sim? Double double check. Não? Hope for the best, prepare for the worst. A meu ver, é uma suspensão que vale a pena manter. Um amigo meu meteu-se num negócio de uma que aparentemente estava OK mas qdo a abriu (bem, já que é tua vamos pô-la cm deve ser) acabou por também abrir mão duma quantia jeitosa. Ficou como nova, é certo, mas por perto de metade dos valores que já vi à venda nova, nas lojas do costume. Provavelmente, conseguia vender no OLX (usada, baínhas impecaveis, comprovativo de revisão em casa especializada), pagava a despesa e comprava uma Suntour XCR 32 novinha (mas não o fez, é mais um que já está no vício).
E se for uma suspensão com um valor baixo de mercado, e/ou com manutenção incerta, e/ou com um custo de revisão elevado (não sei até que ponto é que há malta a aceitar este tipo de serviços), e/ou com um desempenho OK? Bom, se calhar aqui é mesmo perceber o estado geral, e se não há marcas de óleo. É rolar como está até trocar. A seu tempo, um upgrade por algo novo e mais recente é a melhor opção (riscos nas baínhas, se forem mínimos - teste da unha? -, deixava passar). Encaixava aqui aquela Axel da Bianchi (não me recordo de ter experimentado uma - Black Air sim, Sherman sim -, é apenas com base na gama da mesma).

3. Travões. Travam? Check. A loja da esquina sangra isto sem problema (tens aí um exemplo recente de uns Magura Louise)? Check.
Rotores e pastilhas tem o seu desgaste, e assume a troca a curto médio prazo. O rotor pode ter passado por aquecimento excessivo, e deformou. O dono meteu-o ao sítio, chega bem para um test drive, mas qdo passar pelo mesmo volta a deformar. Por outro lado, se o material for de entrada de gama, um rotor maior e/ou melhor, e/ou pastilhas melhores vão dar um vida nova à travagem por uma quantia relativamente baixa.

4. Transmissão. Material aparentemente sem pancadas ou danos? Check. Nada de marcas de chainstuck? Boa.
E acho que ficava por aqui. Podes testar a transmissão, vês que entra. Ok. Qdo estiveres no trilho e em movimento, a coisa pode ser outra. Consegues perceber se os dentes da k7, pratos pedaleiro e/ou desviador não estão em fim de vida? Apesar do dono dizer que praticamente não andou. Aqui tb entra a questão dos anos da mesma.. se for algo 3x9 ou 2x10, o mais certo é que a seu tempo optes por algo mais atual, e o importante é que dê para andar. Por outro lado, se as modernices do 1xNN não te dizem nada, então interessa que o materal esteja acima da média.

5. Rodas. A traseira está alinhada? Ok, isto tb pode ser importante para saber o estado do dropout do quadro. De resto, vista geral à procura de marcas mais salientes, raios soltos.. e o estado geral dos pneus, claro. Jà vem com tubeless? Espetaculo. Quando é que foi feita a montagem, e qual o selante que foi usado?

6. Barulhos. É uma bicicleta, só não vai fazer barulhos quando estiver na garagem à tua espera. Tens ideia do que procurar?

Tudo isto, junta-lhe o preço.
Vais pagar o que pagares, mas o valor é baixo e deixa-te margem para um transmissão e uns travões? Boa.
Vais pagar o que pagares mas estouras praticamente o orçamento máximo? Há risco.
Por fim, tens a certeza que não é material roubado?

Provavelmente estou a esquecer-me de alguma coisa.
Muito obrigado pelo tempo que perdeste a escrever tudo, não me passou ao lado ;)

O orçamento vai sempre a subir e neste momento já pondero 1000€ para um bike r29 nova, desde que cumpra os requisitos. (parece que estou a montar o meu desktop outra vez...ai....)

Neste momento estou neste ponto:
usada >2013 com roda 27.5 e com material porreiro -> 600€
usada >2013 com roda 29 e material porreiro -> 800€
nova -> 1000€

A decathlon esta manhã tinha em stock a XC 100... fui para comprar online eram 13:00 e já não há. As indecisões dão nisto, não sei se é bom se é mau xD

Neste momento tenho algumas usadas em cima da mesa, tudo em alumínio:
600€ - MMR Woki
De 2014, roda 27.5 com Rock shox XC30, remote lock, travões shimano Deore, desviadores Shimano XT

700€ - Couler Pragma
De 2015, roda 29 syncros, pedaleira Shimano, Suntour XCM, remote lock, travões Shimano, desviadores Shimano Deore

900€ - RCZ RACE (valor por negociar ainda)
De 2014, roda 29, pedaleira Deore XT, Rock Shox SID RLT Dual Air, remote lock, travões shimano Deore XT, desviadores Shimano XT.

800€ - Focus Black Florest
De 2013, roda 29, pedaleira Deore XT, Rock Shox Reba (penso eu), desviador traseiro Deore. cubos e rodas DT Swiss, travões Tektro Gemini,
 
#22
e pronto... acabou a procura... depois de ver uma data de bikes e estar até para comprar uma em carbono por 950€....

Comprei nova na decathlon uma XC100S de suspensão completa.
É sempre assim quando compro alguma coisa... ponho-me a ler e tal e coiso... à e tal 500/600/700€... pumba, incha 1300€ e tens bike para a vida (digo eu).
Alguma coisa ainda a posso devolver porque só chega dia 15 ou 16 :)
 
#24
E pronto, agora é desfrutar!
Parece-me que é porreirita para um rookie como eu.

Tenho 1.75m que é onde começa o tamanho L e por essa razão acabei por mandar vir o tamanho M, vai até 1.74m.
Estou em crer que será preferível colocar algum avanço no guiador se for necessário do que ficar com um quadro grande. Pelo menos segundo vários tópicos e vídeos que vi, quando entre tamanhos devemos optar pelo mais pequeno. Espero não ter feito azelhice.