Bike nova sub 8 kg

#1
Bem pessoal distrai-me um bocadinho a divertir-me com a minha bike bastante leve até, tem 8 kg e nunca deu problemas nenhum a andar em tudo quanto é sitio complicado ou não, com pedras ou com areia, trilhos ou alcatrão... o que vier passa sem problemas.
Nestes últimos anos as bikes estão completamente diferentes que nem consigo arranjar umas jantes de carbono mais leves em tamanho 26... para além de praticamente só se vender transmissões com um prato à frente e 300 mudanças atrás que não me fazem qualquer sentido! Mas Q.C... #$%&! se passa aqui?... o_O Parece uma conspiração dos fabricantes...

O que é que os weight weenies estão a usar neste momento?

Já que não consigo fazer upgrade à bike actual preciso de ajuda a escolher componentes para uma bike nova. Requisitos:
- 8kg ou menos
- hardtail, suspenção à frente
- gama de mudanças equivalente a 22/32/44 à frente e 11/32 atrás

Thats's it!

Obrigado.
 

Insignia

Well-Known Member
#2
Suspensões fox step cast tem sido as mais usadas por serem as mais leves.
Rodas existem várias, desde Tune, Extralite...
A nível de guiadores, espigões e afins as marcas são as mesmas de sempre, Schmolke, New Ultimate, MCFK, etc, mas com novas medidas, guiadores mais largos especialmente.
Travões os mais leves são os TrickStuff mas tambem tens os clássicos Formula R1R.
Transmissão já é pior tendo em conta a relação que queres, agora usa-se mais 1 prato
 
#3
Obrigado vou fazer umas pesquisas a ver qual é o peso resultante destas peças todas juntas.... 27.5 era o ideal mas já quase nem isso é opção.
Transmissão até se consegue relações equivalentes à que tenho com prato 36 ou 38T à frente e 10/50 atrás. Vantagem de ter a corrente toda torcida a usar isto é que é ZERO!
 

Pedro Barradas

Well-Known Member
#4
não torce.... pois o prato fica alinhado com o o carreto intermédio da k7.... Acho a fixação pelo peso da bike um bocadinho obsessiva ;) e ainda por cima faz mal à carteira.
 

Insignia

Well-Known Member
#5
É um projecto que já não se vê muito no forum, antigamente era muito mais comum a obsessão com o peso, indo um pouco no sentido do que se tornou o btt competitivo hoje em dia, começando a dar-se primazia a pneus e guiadores mais largos, espigão telescópico, rodas com largura interna superior, suspensão com mais curso, suspensões totais...
 
#7
Pois acredito que o pessoal desista um bocadinho de comprar bikes super leves porque cada vez são mais caras. é impressionante os valores que se vêm nas paginas dos fabricantes, a ultrapassarem os 10000€. Componentes a mesma coisa.
Na minha gastei uns 5000€ o_O mas foi um bom investimento.

Preciso de uma bike leve porque gosto de andar a fazer subidas no meio do mato :D :D por isso quanto mais leve melhor. E dá-te mais gozo poder andar com mais agilidade e mais facilidade no geral.


Tenho de fazer alguns testes para ver se realmente é eficiente ter um prato à frente e tantas mudanças atrás. Ou talvez seja melhor colocar 2 pratos à frente e menos mudanças atrás. 2x10?

Quadro 1800 paus, 1000g => 1,80€/g :)

https://www.canyon.com/pt-pt/mounta...mengroesse=XS&dwvar_1202_pv_rahmenfarbe=BK/RD

Sugestões para outro quadro?

Isto com uma fox cor de laranja deve ficar porreiro!
Gosto dos quadros da canyon porque pelo que vi em termos de qualidade e acabamento são excelentes.


Sim o pessoal weightweenie é sempre weightweenie!


cumprimentos
 
#10
Essa Canyon, completa, está nos 9kg -> 4500 ou 8,9kg (com dropper seatpost) ->5400.
Normalmente, a marca apresenta uma das melhores relações peso/preço/componentes.

O quadro da BTWIN XC 900 tb pesa alegadamente 1kg (e o preço é para a bicicleta completa, 10,3kg sem pedais). Dá que pensar.

Não sou fanático pelo peso, e muito menos entendido na matéria.
Mas sigo estes projetos com atenção.

Boas pedaladas.
 
#13
Bike nova tens a Radon Jealous 10.0 por 4500€ a pesar 8,5kg.
O quadro dessa pesa 890 gramas.

Fica mais em quanta do que montar a uma bike e dificilmente por 4500€ se arranja com menor peso.

@cula_ru esquece as mudanças à frente.
Foi a melhor coisa que fizeram ultimamente foi o mono prato.
Já não existe mudanças cruzadas.
Cassete 10-50 ou 10-51 da Shimano (melhor na minha opinião) e prato de 34 ou 36.
 
#14
Essa Canyon, completa, está nos 9kg -> 4500 ou 8,9kg (com dropper seatpost) ->5400.
Normalmente, a marca apresenta uma das melhores relações peso/preço/componentes.

O quadro da BTWIN XC 900 tb pesa alegadamente 1kg (e o preço é para a bicicleta completa, 10,3kg sem pedais). Dá que pensar.

Não sou fanático pelo peso, e muito menos entendido na matéria.
Mas sigo estes projetos com atenção.

Boas pedaladas.
Para mim isto é como um projecto de engenharia, com todos os detalhes levados em consideração e com muitos números e cálculos, investigação, pesquisa etc. :D
Ya só para quem gosta...

Fui ver os quadros da Scott 879g! Espectacular!

Os da Specialized parecem-me bem, mas não tem o peso. Tenho de investigar mais quando tiver tempo.
 
#15
Bike nova tens a Radon Jealous 10.0 por 4500€ a pesar 8,5kg.
O quadro dessa pesa 890 gramas.

Fica mais em quanta do que montar a uma bike e dificilmente por 4500€ se arranja com menor peso.

@cula_ru esquece as mudanças à frente.
Foi a melhor coisa que fizeram ultimamente foi o mono prato.
Já não existe mudanças cruzadas.
Cassete 10-50 ou 10-51 da Shimano (melhor na minha opinião) e prato de 34 ou 36.
Vou investigar a Radon!

Não existe mudanças cruzadas?? A largura destas cassetes de 11/12v não é maior que as de 9/10? Ou são mais compactas?

Admito que possa ser melhor não ter mudanças à frente mas preciso de testar!
Preciso pelo menos de 36/38T à frente...ou mais para ter o mesmo andamento em reta e a descer.
 

m.r.f.

Active Member
#17
Vou investigar a Radon!

Não existe mudanças cruzadas??
Sim, num sistema 2x10 ou 3x10 vais ter mudanças iguais em pratos diferentes e mudanças mais leves em pratos maiores.

Preciso pelo menos de 36/38T à frente...ou mais para ter o mesmo andamento em reta e a descer.
Prato 36 numa cassete 10-50 numa bike roda 29 tens a mesma velocidade que um prato 44 na cassete 11-36 bike roda 26.

Prato maior do que 36 estás sujeito a não teres andamento em subidas.

Para saberes a diferença das relações das mudanças, faz as simulações aqui: http://gears.mtbcrosscountry.com/#26I1I1

Podes ver todas as diferenças de cassetes, pratos, rodas de bikes.
 
#18
Ainda hoje (ontem já passa da meia noite) fui dar uma esgalhadela de bike. :p Esgotei a 44/11 em 3 descidas diferentes, não consegui pedalar mais depressa isto em estradas de terra batida com bastante areia grossa, pedras, regos, etc, em alcatrão a mesma coisa. A fazer algumas subidas aqui no PNSAC precisei da 22 à frente 28 atrás. Por acaso não tinha conta quilómetros para saber a velocidade... Tenho de ter mais ou menos este andamento com sistema 1X

Este site é porreiro, thanks.

Estava a fazer as contas sem ter em atenção o tamanho da roda...
 
#19
Também antes tinha 44/11 (frente/trás) como máxima e 22/36 (frente trás) como mínima. Também como tu esgotava as duas pontas, tinha algumas dúvidas na mudança. Quando passei para a cassete 10-50 vi claramente que nunca mais quero um desviador à frente numa BTT.