Bicicleta Superior XP999 Di2

#1
bom dia,
Adquiri muito recentemente uma superior XP999 Di2 modelo de 2017.

Quais os cuidados a ter em conta?
É seguro fazer a limpeza da bicicleta e componentes da mesma forma que se faz para uma bicicleta com cabos?

Desde já agradeço o vosso feedback.
 
Last edited:
#2
Não vejo porque não. O sistema Di2 é resistente à projecção de agua e também a poeiras. pelo que desde que utilizes detergentes neutros e laves com água sem ser com jactos à pressão, não tem nada de mais.
Podes é estar a fazer mal a lavagem/ limpeza da tua bike, o que fazes, o que usas?
 

edununo

Well-Known Member
#3
O sistema Di2 é bastante fiável.
Penso, tal como o Pedro disse, que evitando lavagens com pressões elevadas e produtos de limpeza agressivos, não será diferente de uma bicicleta com transmissão convencional.
Tens de ter alguns cuidados com as junções e com os cabos de comunicação/alimentação do sistema.
 
#4
boas. uso mangueira sem pressão, balde e panos. actualmente uso apenas sabao neutro para limpar, ma de mais.
tenho cuidado em limpar o melhor que sei a k7 e corrente e lubrificar depois.
sendo a minha bike a carbono, penso que devo ter cuidado com os detergentes..

No final, seco sempre a bicicleta com panos micro fibras e por vezes uso o compressor para soprar o excesso de agua.
 
#5
No final, seco sempre a bicicleta com panos micro fibras e por vezes uso o compressor para soprar o excesso de agua.
Não faço nada disso... ;) Deixo enxugar ao vento, à sombra. ( isso quando a lavo, ou melhor quando a passo por água, ;) muito, mas mesmo muito raramente lavo com detergentes., so mesmo a corrente e transmissão quando fica na última, desmonto a corrente lavo com petroleo, a cassete e prato, depende. Posso passar com uma trincha com petróleo. normalmente não é preciso pois eu uso lubrificantes à base de cera, dry lube e ceramicos no caso do wet lube, para o tempo chuvoso/ molhado.) Em ambas as carbónicas que cá tenho...
Mas é certo, é preciso ser cuidados.. e muito importante, não limpar demais... as minhas andam asseadas,mas não andam num brinco. então estava tramado era cada sortida, uma hora de lavadelas ;)
 
Last edited:
#7
raramente lavo com detergentes.
Detergentes, tenho um da bikeinvention, um spray degreaser, de 500ml, que comprei em 2013... ainda dura!! também uso detergente da loiça, se necessário, nada mais. E o petroleo de limpeza, como descrevi antes. no final normalmente dou-lhe com spray de silicone, em particular junto das partes moveis e rolamentos ( cuidado para não contaminar o sistema de travagem - discos e pastilhas) o silicone tem ainda a vantagem de ser repelente de agua / lama e pó. também "hidrata" borrachas/ vedantes e não ataca nada.
 
#8
Detergentes, tenho um da bikeinvention, um spray degreaser, de 500ml, que comprei em 2013... ainda dura!! também uso detergente da loiça, se necessário, nada mais. E o petroleo de limpeza, como descrevi antes. no final normalmente dou-lhe com spray de silicone, em particular junto das partes moveis e rolamentos ( cuidado para não contaminar o sistema de travagem - discos e pastilhas) o silicone tem ainda a vantagem de ser repelente de agua / lama e pó. também "hidrata" borrachas/ vedantes e não ataca nada.
detergente de loiça e petroleo para quadros em carbono, nao será perigoso?
 

edununo

Well-Known Member
#10
Eu limpo a transmissão com bastante frequência. Cassete, corrente, rodas dentadas, prato etc... com um desengordurante próprio para limpeza de bicicletas e com aprovação de que não danifica o carbono.
Já o quadro passo meses sem um limpeza profunda. De quando em vez uma mangueirada com pouca pressão para tirar a lama.
 
#11
na cassete, prato e corrente.. são em aço e/ ou aluminio.
Detergente da loiça, é um detergente neutro amigo.. eu uso fairy... Mas como escrevi é raro, talvez use detergente 1 ou 2x/ ano.... de qq forma antes de chegar ao carbono tens n camadas de tinta e vernizes de protecção....

eu faço em média cerca de 5000km/ ano em BTT... no ultimo ano e meio, tenho até ido para locais muito mais agressivos/ desgastantes para o material ( e corpinho)